4 de abr de 2012

Fúria de Titãs 2, de Jonathan Liebesman

-->


Confesso que não esperava uma sequência do fraco Fúria de Titãs. Mas, como o filme fez um ligeiro sucesso ($$$), principalmente fora dos EUA, eis que surge Fúria de Titãs 2. Como seria pedir demais por um filme superior ao primeiro, o que vemos agora é "mais do mesmo".

Fúria de Titãs 2 volta à vida de Perseu (Sam Worthington), que mais uma vez é a esperança de humanos e deuses na luta contra Kronos, Hades (Ralph Fiennes - outro que não emplaca um bom filme há tempos), Ares (Edgar Ramirez) e os titãs, ao mesmo tempo em que tenta proteger seu filho e resgatar seu pai, Zeus (Liam Neeson). Ou seja, mais uma vez o semideus favorito do Olimpo - sim, há outros - entra em cena como o salvador da pátria - ou do mundo.

O roteiro é praticamente inexistente. Só de vez em quando lembramos que ele está lá. Os efeitos especiais e as cenas de batalha/luta/ação são, no mínimo, decepcionantes. Há toques de romance no ar, com o retorno da agora Rainha Andromeda, que não chegam a empolgar. Há também pitadas de humor com Agenor (Toby Kebbell), outro semideus. E há um deus-caído, Hefesto (Bill Nighy). Ou seja, há de tudo um pouco na tela, mas sem que tenhamos um filme propriamente dito.

Quem viu - e gostou - do primeiro Fúria de Titãs não vai se decepcionar com a continuação, que segue o mesmo (baixo) nível. Quem não viu, é melhor não perder muito tempo com Fúria 2.

E espero que não se torne um novo Jogos Mortais!
-->

1 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com quase tudo... achei que o 1º foi melhor... o 2º foi intediante

Share