30 de abr de 2012

Os Vingadores, de Joss Whedon


       -->
A reunião dos principais heróis da Marvel - mesmo com a ausência de alguns personagens importantes, como Wolverine - chegou aos cinemas fazendo barulho. E não podia ser para menos. Os Vingadores tem tudo para ser uma das maiores bilheterias de 2012 - talvez uma das maiores da história do cinema. E também o melhor filme de heróis já feito.

No filme (baseado em The Avengers, série de revistas em quadrinhos da Marvel lançada em 1963), sob o comando de Nick Fury (Samuel L. Jackson) - comandante da S.H.I.E.L.D. -, Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Capitão América (Chris Evans), Thor (Chris Hemsworth), Gavião Arqueiro (Jeremy Renner), Hulk (Mark Ruffalo) e Viúva Negra (Scarlett Johanson) se unem para defender o planeta do vilão Loki (Tom Hidlestone), o Deus da Trapaça, irmão de Thor, que deseja ser o governante supremo de nossa querida Terra. Para isso, além de roubar o Tesseract (um cubo azul com poderes inimagináveis), ele terá a ajuda de um exército alienígena. Ou seja, a situação do planeta não é das mais agradáveis.


Entretanto, como nossas forças (normais) não seriam capazes de salvar o planeta, tem início uma aliança não muito forte entre os super-heróis. Entre ataques de egocentrismo, pitadas de rivalidade e doses bem colocadas de ironia e sarcasmo, essa reunião já pouco segura acaba fracassando. Momentaneamente, é claro.

E é justamente nesses problemas, no lado mais humano dos grandes heróis, que está o grande barato do filme. Eles são, em muitos aspectos, normais como qualquer um de nós. São individualistas, egoístas, (bem ou mal) humorados, irônicos. Mas, acima de tudo, são a esperança de salvação da Terra.


Não preciso de muitas palavras para descrever Os Vingadores. Sensacional é a mais simples e verdadeira. Fantástico, por sua essência e seus efeitos, principalmente do grande (em todos os sentidos) final. O filme faz exatamente o esperado e vai além. Algumas cenas ficarão marcadas para sempre - a "luta" entre Hulk e Loki é impagável, por exemplo.

Os Vingadores é, sem dúvida, um dos melhores filmes de super-heróis de todos os tempos. As sequências irão depender, como sempre, da bilheteria. Mas isso não parece problema, visto as enormes filas nos cinemas brasileiros. E como isso também já era esperado, não saia da sala antes do fim dos créditos...

PS.: aconselho a assitir ao filme em IMAX-3D. Vale muito!

PS 2.: a Marvel conseguiu reunir todos os atores dos filmes "solo", exceto Edward Norton (Hulk). Mas nem sentimos sua falta, já que Mark Ruffalo está ótimo!
-->

3 comentários:

Fernando Santos disse...

... além da trilha sonora bem escolhida :)

Bruno SM disse...

Sim, a trilha sonora tem papel de destaque.

Leandro Faria disse...

E eu ainda não vi o filme, mas o farei essa semana ainda!
:-P

Share