24 de abr de 2012

The Voice Brasil: Globo Pode Exibir Programa no 2º Semestre





Que The Voice é um sucesso, ninguém duvida. O programa americano (que já conta com versões de sucesso em diversos países, como Inglaterra, França e Austrália) tem a seu favor o fator surpresa de, em sua primeira fase, avaliar os candidatos apenas por suas vozes, deixando que a aparência seja deixada de lado. Contando com um time excepcional de "treinadores" em sua versão americana, com Cee Lo Green, Blake Shelton, Adam Levine e Christina Aguilera brindando o público com sua química ironicamente divertida, a escolha dessas personalidades conta e muito para o sucesso do programa.

E, desde que a Globo adquiriu os direitos do formato para uma versão brasileira, muito tem se especulado sobre quando The Voice chegaria ao Brasil. De acordo com o jornalista Flávio Ricco e sua coluna no UOL, isso está bem próximo de acontecer, já que o programa pode ser o grande trunfo da Globo para o segundo semestre de 2012.

Apesar da "definição" do segundo semestre, entretanto, não há muitas informações sobre o programa. O oficial, por enquanto, é que as inscrições serão abertas em maio e que The Voice deve contar com 13 episódios numa primeira temporada, comandanda pelo núcleo de Boninho e com direção-geral de Carlos Magalhães.
The Voice: o time original de treinadores americanos
Como o grande charme do programa é, sem dúvida, o time de treinadores escolhido, as especulações sobre quem assumiria a bancada brasileira toma conta dos fãs do programa, que discutem o assunto à exaustão nos fóruns da internet sobre The Voice. Nomes como Ivete Sangalo, Zezé di Camargo, Sandy e Dinho Ouro Preto são cogitados, mas tudo depende de acerto de agendas, datas de gravação e exibição do programa. Nos EUA, por exemplo, o programa vai ao ar nas noites de segunda e terça para não prejudicar os shows dos treinadores.  No Brasil, o agravante de ser exibido pela Globo, que tem uma grade um tanto quanto inflada no horário nobre, também pesa bastante. 

E como brincar de produtor pode ser bem interessante, deixo as minhas possibilidades para o time ideal de treinadores de The Voice Brasil, escolhidos unicamente de acordo com meu bel-prazer. Mesclando artistas de todas as vertentes de ritmos nacionais e, com alguma história na bagagem, acho que Ivete Sangalo e Sandy são bons nomes (apesar de nas versões americana e inglesa termos apenas uma mulher na bancada - Chistina Aguilera, nos EUA; Jessie J., no UK) para representar a MPB, mas tenho dúvidas se a cantora baiana teria disponibilidade para se dedicar às apresentações ao vivo, nas fases finais da competição. Dinho Ouro Preto seria uma escolha interessante no cenário pop-rock, mas não descartaria toda a bagagem de Herbert Vianna ou até mesmo da presença de espírito de Rita Lee, que poderia garantir bons momentos nas disputas entre treinadores. Do mundo sertanejo, apesar de muito citado, Zezé di Camargo pode ter que concorrer com Daniel, mas ambos, para mim, entrariam na categoria de "tanto faz". Fora os representantes do samba/pagode, que podem ser inseridos para mesclar o time (e eu tenho um certo medo de, nesse caso, Arlindo Cruz - atual queridinho da Globo, praticamente dando pinta em TODA a programação da emissora - acabar ficando com a vaga que poderia ser de Zeca Pagodinho, que acho que seria bem mais divertido).  

Mas sabemos que a palavra final é de Boninho, o Big Boss. E todos aguardamos por novidades sobre o programa que, tenho certeza, tem tudo para decolar no país. Será?

0 comentários:

Share