21 de mai de 2012

Avenida Brasil: Personagem Deve Se Assumir Gay e Arranjar Namorado



Já algum tempo que a dramaturgia brasileira descobriu o apelo de personagens gays em suas novelas. Alguns totalmente estereotipados (como o Crô, de Fina Estampa, ou o Áureo, de Morde & Assopra), outros tentando dar um ar mais "normal" aos personagens; todos irremediavelmente assexuados e sem demonstrações explícitas de carinho para não chocar a audiência puritana brasileira.

O personagem da vez a sair do armário na televisão está no ar em Avenida Brasil, o atual sucesso das 21h da Globo. E se já desconfiava há muito que Roni (Daniel Rocha) era chegado a uma fruta diferente da oferecida por Suelen (Isis Valverde), isso finalmente ficará mais claro com o possível envolvimento do filho de Diógenes (Otávio Augusto) com um jovem rapaz na trama.

Depois da volta de Dolores (Paula Burlamaqui), mãe de Roni, atual evangélica e ex-atriz pornô, o rapaz ficará balançado com tanto drama e resolverá se assumir. Pelo menos é isso que conta o site NaTelinha. E se o jogador já lançou olhares desejosos para Leandro (Thiago Martins), causando até mesmo comentários de Suelen sobre sua orientação sexual, o par do personagem deve ser Sidney (Felipe Titto), irmão de Tessália (Débora Nascimento), recém chegado de Cachoeiras de Macacu na novela.

Roni (Daniel Rocha) e Sidney (Felipe Titto), o futuro novo casal de Avenida Brasil.

Pelo visto, ainda há muito drama pela frente em Avenida Brasil. Óbvio que os pais de Roni não aceitarão o envolvimento dos rapazes e será assim que o autor João Emanuel Carneiro pretende falar sobre o preconceito. 

Já a polêmica do beijo-não-beijo gay deve ser novamente acendida. Será?
---

Para ficar atualizado com todas as novidades do Pop de Botequim, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui)! É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!


3 comentários:

Larissa disse...

Ai Leco, fico cansada so de pensar em aturar tanta falação pra no final nao acontecer progresso nenhum. Espero q ele nao fique muito estereotipado, pelo menos...

Leandro Faria disse...

Larissa,
Acho que vai ser o lenga-lenga de sempre, afinal, trata-se do produto de maior audiência da televisão e sabemos bem que a Globo nunca vai mostrar nada mais... impactante.
Mas vamos aguardar, pois gosto do João Emanuel Carneiro (apesar que em A Favorita teve o gay lá que acabou com a Céu, né?).

Larissa disse...

Mesmo que nao role beijo e tal, so espero que ele nao vire um pote de purpurina ambulante ou comece a se vestir e falar como criança ou vire comediante em tempo integral. Acho q essa historia de mae evangelica + filho gay vai render mt perturbação ainda...

Share