17 de mai de 2012

Glee - 03x20 - Props / 03x21 - Nationals


-->

Dois episódios de Glee numa semana só. Tem como não amar? E, melhor, ainda temos a season finale na próxima semana, apesar de Props e Nationals terem sido uma mistura perfeita de humor, drama e emoção. Tudo bem dosado, escrito, interpretado e embalado por belíssimas canções. Sabe quando Glee te lembra porque é uma série que tem tantos fãs e você fica bobo, com um sorriso no rosto apenas por ter assistido a um bom episódio da série? Foi tudo mais ou menos por aí.

Props foi a resposta de Ryan Murphy e seus roteiristas a todos nós que SEMPRE reclamamos do papel de coadjuvante de Tina na história. Todas as reclamações dos fãs (como ela ser subvalorizada, não ter solos e ficar apenas no fundo durante as apresentações, ofuscada por Rachel e os demais) vieram à tona e, melhor, pela boca da própria personagem. Como não entender a revolta de Tina, mesmo com o risco dela se tornar incompreendida devido ao momento tenso em que explodiu? 

O melhor - e mais engraçado! - do episódio ficou por conta da troca de papel dos personagens devido ao acidente de Tina dentro do chafariz. Com os atores interpretando os personagens dos amigos, foi impossível não rir de coisas impagáveis ocasionadas pelas trocas. Artie de Santana e Mercedes de Brittany, por exemplo, eram de chorar de rir. Fora Will de Sue e Sue de Will. Genial! E, claro, Tina de Rachel e ganhando, enfim, seu merecido solo (e eu adorei a versão da mocinha pra Because You Loved Me).


De volta do susto, foi a postura de Tina quem acabou ajudando Rachel a não desistir de seus sonhos e de tentar mais uma vez convencer Whoopi Goldberg a vê-la se apresentando junto com o New Directions nas Nacionais.

Do lado mais tenso do episódio, o retorno do drama de Beiste com o marido. Apesar das agressões, Beiste continuou amando e presa ao marido, numa situação semelhante ao de MILHARES de mulheres. E juntar Beiste com Puck foi muito legal, já que a dupla funcionou muito bem e as cenas dos dois se apoiando mutuamente tiveram a medida exata de emoção e encorajamento. 

Com Puck sofrendo por se ver reprovado e sendo alvo dos encrenqueiros da escola, foi Beiste quem o ajudou e acabou ajudada por ele. Depois de finalmente se livrar do marido que a agredia, a treinadora conseguiu uma nova chance para que nosso moicano pudesse refazer a prova onde se deu mal e foi assim que partimos para as Nacionais que foi, certamente, uma das competições mais emocionantes que já acompanhamos na série.

Porque Nationals foi épico. Desde a primeira temporada sou apaixonado pelos episódios de competição e, mesmo naquelas em que o New Directions não se deu bem, não há como dizer que tivemos um episódio ruim. Mas Nationals foi especial. É chegada a hora da despedida de muitos do hight school, aquele momento em que o futuro está ali, à frente, e não se sabe o que ele reserva. 

A Competição Nacional de Corais era a última chance para muitos dos nossos gleeks. O que foi, assim, a tensão com a infecção alimentar de Mercedes logo no início do episódio? Claro, tudo sempre termina bem, mas vê-los se empenhando ainda mais, mesmo em meio de brigas, foi muito legal.

A apresentação do New Directions foi linda, apesar de eu só conhecer Edge of Glory entre as canções apresentadas. Rachel teve seu momento de brilho e garantiu seu passaporte para NYADA, mas TODOS arrasaram na performance, mostrando-se uma equipe unida, uma verdadeira família.

Bem ao contrário do Vocal Adrenaline, convenhamos! Apesar de achar que Waide/Unique é um papel MUITO mais interessante que os que deram pros verdadeiros vencedores do The Glee Project (e acho muito que Alex vai carimbar sua entrada na quarta temporada), desde os tempos de Jesse St. James que o Adrenaline nada mais é que o coral de uma pessoa só. Vamos dividir as canções, meu povo!



Com as participações de Lindsay Lohan e Perez Hilton como jurados (divertidíssimos como eles mesmos, por sinal), o New Directions finalmente ganhou as Nacionais. Os underdogs da série tiveram seu momento de glória e foram até mesmo recebidos como estrelas no McKinley, algo que os próprios nunca poderiam imaginar.

Para fechar o episódio com chave de ouro, a premiação de Will como Professor do Ano e a homenagem dos gleeks cantando We Are The Champions. Confessa, você cantou junto e se emocionou também, né?

Mas ainda não acabou e temos, na próxima semana, a season finale da temporada. Goodbye promete ser emocionante, com a partida de grande parte dos nossos adorados gleeks (ainda não sabemos pra onde) e o início de uma nova jornada. A promo do episódio já dá uma pequena ideia do que vem pela frente.


Vai perder? Eu também não!

Mas, #dicona pra vocês: as estatísticas do blog me dizem que os reviews são SUPER lidos, mas NINGUÉM se manifesta nos comentários. Isso é vergonha? Pode comentar, povo, eu nem ligo, viu! Muito pelo contrário, adoraria ler e compartilhar da opinião de vocês sobre o episódio.

Até!

---

Para ficar atualizado com todas as novidades do Pop de Botequim, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui)! É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!

-->

1 comentários:

Luiz Fernando disse...

'Prop' foi hilario e a vitoria deles na nacional foi muito linda, ainda mais linda foi a recepção deles na escola.

http://cincoarnaldo.blogspot.com.br/

Share