24 de mai de 2012

#TimeLine: Enrique Iglesias


-->

Sucesso como amante latino, era difícil não associá-lo ao pai, Julio Iglesias. Enrique Iglesias cantava músicas românticas em espanhol no estilo baladas melosas, um tanto quanto brega, mas conquistou o mercado de música latina no início de sua carreira.

Desde 1995 em atividade (com uma carreira insossa), ninguém imaginava que o cantor fosse migrar para as pistas de dança, dando uma guinada e tanto em sua carreira.


Enrique Iglesias ficou conhecido no mundo com canções como Sí Tu Te Vas e Enamorado Por Primera Vez, emplacou algumas baladas latinas e até cantou com a Sandy; até 1999, porém, ele não tinha nenhum disco em inglês. 

Só no ano 2000, depois de uma tentativa fracassada de entrar no mundo do cinema em Mais Uma Vez no México e o modismo "amante latino" de Iglesias ter saido de moda, que o cantor vislumbrou explorar novos territórios e, seguindo pelo caminho anteriormente aberto por Ricky Martin, o cantor resolveu adentrar no mercado norte americano. Naquele momento, a faixa Be With You já o colocava num caminho um pouco diferente do que de costume.


Com o lançamento do single Hero, de 2001, seu sucesso começou a ser perceptível no mercado mundial, chegando em primeiro lugar na parada da Billboard, porém, ainda um sucesso tímido, nada que se assemelha ao estouro atual. 

O cantor começou a chamar grande atenção depois de 2007 quando passou a fazer diversas parcerias com bambambans americanos como Kelis, Lil Wayne e Ciara. Após uma pausa na carreira, Enrique reapareceu depois de 4 anos, surpreendendo com o lançamento do Euphoria, seu álbum mais eclético e diverso, cheio de participações vips como: Akon, Nicole Scherzinger (ex-Pussycat Dolls), Usher e o lendário Lionel Richie


Red One (produtor de Bad Romance) fez um trabalho assustador na carreira do latino, transformando-o numa explosão pop. Com o eufórico (desculpe o trocadilho) Euphoria, o produtor transformou o Príncipe Latino no cantor latino mais influente do mundo da música. 

Enrique Iglesias deu um F5 na carreira com um pop sedutor, recheado de batidas eletrônicas e muito hip hop. Sucesso nas pistas de dança, diferente de tudo que já havia feito, o álbum do filho de Julio Iglesias traz um eletropop contagiante, uma tentativa bem sucedida de voltar aos holofotes. 

Euphoria poderia ser apenas mais um álbum de Iglesias, porém superou todas as espectativas. Foram mais de 11 anos de espera até Tonight - I'm Loving You (censurada I'm Fucking You), tornar-se a primeira música da carreira do cantor a levá-lo ao topo das paradas. 


Agora só nos resta continuar ouvindo para saber qual será a próxima "cartada" desse astro! Ainda não escutou Euphoria? Então clique aqui para conferir!
---

Para ficar atualizado com todas as novidades do Pop de Botequim, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui)! É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!

-->

0 comentários:

Share