10 de jun de 2012

Pop Séries: Momentos Românticos e Porções de Amor


-->
O amor. Ah, o amor! E os beijos, e o sexo, e as brigas, e as traições e as reconciliações. Nessa época do ano, é mais do que comum que o assunto tome conta das conversas, dos comerciais, da programação da televisão e, claro, dos sites da internet. Como aqui no PdB a gente é bem clichê também é antenado, a semana está rendendo assuntos bem interessantes nas colunas diárias.

Claro que no Pop Séries não poderia ser diferente. E se o objetivo aqui é, normalmente, "apresentar" uma série qualquer, hoje farei diferente. Como em toda obra de ficção, as séries estão cheias de histórias de amor e tudo aquilo que vem no pacote. Por isso, resolvi selecionar alguns momentos bastante fofinhos (e outros nem tanto) de algumas dessas tramas, relembrando histórias e personagens que marcaram época no mundo das séries.

Porque o amor é lindo. Mas também pode ser tão complicado! O que importa é que, no final, o amor prevalece. Na maioria das vezes, pelo menos!



  • Os Beijos

Que série não investe em incontáveis e memoráveis beijos? Considerado por muitos o símbolo máximo dos casais apaixonados, beijar é bom, faz bem e, dizem, até emagrace. Tá valendo (e muito) então!

Em The O.C., a cena ilustrada pela imagem acima já é clássica, com o beijo inspirado no filme Homem Aranha protagonizado por Seth e Summer. Dividida entre Seth e Zach, Summer finalmente decide correr atrás do que sente pelo nerd da série, abandonando uma viagem para Itália ao lado de Zach. Ao som de Champagne Supernova, do Oasis, Summer corre à toda para se encontrar com Seth e acaba encontrando-o dependurado de cabeça pra baixo e vestido de Homem Aranha em plena chuva. Um beijo lindo e inspirador, levemente influenciado por um filme de sucesso. 

Mas, dizem que os melhores beijos são aqueles proibidos e conseguidos depois de muita luta. Para o jovem Justin, o adolescente gay de Queer as Folk,  isso é mais do que verdade.

Se no início da série, Justin era apenas mais um cara completamente apaixonado pelo pegador Brian, com muitas idas e vindas, os dois acabaram protagonizando uma das cenas mais emblemáticas de toda a série quando, no último episódio da primeira temporada, durante a formatura de Justin, Brian surge e o tira para dançar na frente de toda a escola. O número dos dois, pra lá de insinuante e sensual, termina com um beijo que choca toda a escola e, claro, acaba cobrando um preço de Justin que é espancado e acaba ficando entre a vida e a morte. Mas isso é outro assunto e pra outra hora, já que não é nada romântico!
---
  • O Sexo

Claro que, depois dos beijos, vem ele: o sexo. Quer assunto pra trazer mais polêmica e manter a audiência ligada numa história, do que o sexo? Algumas séries, como Californication, Hung, Queer as Folk, The L Word e Sex and the City acabam se concentrando no próprio sexo como material base para desenvolver seus personagens.

Que o diga Samantha Jones, de Sex and the City, uma verdadeira compulsiva sexual. Mais do que um ato, o sexo sempre fez parte da vida de Samantha, a mais ousada das quatro amigas de Nova York que estrelavam a série. Talvez por ser tão liberada, Samantha sempre foi a mais divertida e de bem com a vida do elenco. Em SaTC Samantha transou com vários homens (e até mesmo com uma mulher, vivida por Sônia Braga) e experimentou diversas modalidades sexuais, nunca exibindo nenhum tipo de preconceito. Para Samantha, sexo era vida.


Já Dawson Leery, o chatinho protagonista de Dawson's Creek, sexo sempre foi mais complicado. Sonhador, foi o último dos amigos da série a perder a vigindade já que, sempre enrolado na própria verborragia, nunca conseguiu chegar às vias de fato com ninguém, até a quinta temporada da trama. Foi somente então, depois de perder o pai e de começar a desenvolver ataques de ansiedade, que o bobão rapaz conheceu o sexo.

Numa viagem com Jen até New Hampshire, Dawson começou a fingir com a amiga que eram namorados até que o clima esquentou de tal jeito que só havia uma possibilidade na vida de Dawson: ou vai ou racha! Felizmente para Dawson a coisa aconteceu. Antes tarde do que nunca, né?
---
  • Os Pedidos

Mas o amor, esse sentimento tão lindo, é preciso ser regado para dar frutos. E se arrumar um(a) namorado(a) já é difícil, imagina pra chegar até o casamento? Legal é quando além de viverem um romance, o pedido de casamento chega embalado de forma inesquecível para o casal e para quem assiste!

Em Grey's Anatomy foi assim! Aparentemente destinados a ficar juntos desde o primeiro episódio, mas passando por uma série de contratempos, quem imaginaria que no final da quinta temporada Derek surgiria com o pedido de casamento mais surreal de todos para Meredith, dentro do icônico elevador de Grey's? Aliás, nunca imaginei ser possível que votos escritos num post it pudessem ter tanto significo e combinar de tal forma com um par de pessoas como para os dois. A adoção de Zola serviu apenas para coroar o amor do casal!

Já em Friends, apesar de ser para muitos a comédia definitiva, o amor e uma boa dose de fofura sempre estiveram presentes. O exemplo maior disso foi o noivado de Chandler e Monica que, apesar de toda a confusão característica da série foi totalmente romântico. 

E se o casal não convenceu logo de cara, principalmente quando se envolveram, com o tempo entraram fácil para o rol dos casais mais adorados ever pelos fãs de seriados. A cena do pedido de casamento é uma das mais bonitinhas da série, com um pedido singelo e emocionante, daqueles que qualquer espectador gostaria de viver com alguém especial. Depois de um rolo daqueles, com Monica achando que Chandler não queria casar (quando ele apenas fingia isso para poder surpreendê-la), os dois acabam se acertando e declarando seu amor com um pedido de casamento cheio de significado. So cute!
---
  • O Fim

Para provar que a ficção imita a vida, nem tudo sempre é um mar de rosas e muitos casais, por mais adorados que sejam, não ficam necessariamente juntos, é impossível falar de amor, sem nos lembrarmos que ele, muitas vezes, chega ao fim. As circunstâncias mudam, as pessoas também e é inevitável um rompimento.

Em Gossip Girl isso ficou evidente quando Blair e Chuck, o melhor casal formado na série, terminaram o relacionamento no final da terceira temporada. O motivo? Depois de uma série de confusões entre os dois e de um fim que não foi fim de verdade, quando Blair finalmente chega no apartamento de Chuck para fazer as pazes, encontra sua pior inimiga, Jen, na cama do namorado, no fim da terceira temporada. Mesmo com muita insistência de Chuck e da química entre os dois, depois disso o casal nunca mais foi o mesmo. A série também não!

E as traições, sempre elas, vivem a rondar os personagens e rendendo muita tensão nos relacionamentos das séries. Sem um bom bafão, o que seria das séries de televisão?
---

Mas, como o que interessa hoje é o amor, vamos abstrair que muitas vezes ele termina. Se você já achou o seu par e vai passar o dia 12 de Junho acompanhado, parabéns! Se não, relaxa e aproveita a vida: existe sempre um ano que vem e mil novas possibilidades. 

Enquanto isso, se joga no mundo da cultura pop e aqui no PdB. Nós te garantimos: somos ótimas companhias! ;-)
---

Para ficar atualizado com todas as novidades do PdB, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui). É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!

-->

1 comentários:

Lunat disse...

Os pedidos de casamento do Barney em How I Met Your Mother também mereciam destaque!! Ambos foram muito criativos e surpreendentes... Vale a pena conferir!

Share