30 de jun de 2012

Pretty Little Liars - 03x04 - Birds of a Feather


-->
Dividir para conquistar. Esse sempre foi o lema de A. e o que me surpreende é como as nossas liars continuam a permitir que esse seja o jogo de nossa vilã misteriosa em Pretty Little Liars. Quantas coisas as protagonistas já perderam por se deixarem levar pelo jogo e as chantagens dessa onipresente vilã? Mesmo assim, elas não aprendem e continuam se esquivando da verdade e, consequentemente, da real identidade de A. Tolinhas essas meninas!

Em Birds of a Feather, Pretty Little Liars trouxe de volta Melissa e Jason. Como é comum desde que a série começou, os personagens podem até sumir por um tempo, mas sempre voltam para Rosewood e para as vidas e mistérios das nossas adoráveis liars. Rosewood é, para mim, um lugar como Tree Hill: com um inexplicável imã que atrai todo mundo de volta para ela. Bizarro, mas plenamente aceitável para atender às necessidades do roteiro.


As respostas são dadas, mas nunca me convencem. Se no episódio passado as liars descobriram que Jenna não está mais cega e ouviram seus motivos para esconder isso, dessa vez foi Melissa quem se revelou como o Cisne Negro do baile com uma história um tanto quanto... inacreditável. O problema da população de Rosewood é apenas esse: são altamente chantageáveis, já que, aparentemente, todo mundo tem o rabo preso no lugar.

Enquanto isso, Jason voltou querendo respostas. Confrontou a mãe de Spencer na frente de todo mundo para saber o motivo dela ter aceitado defender Garret (e descobrimos, logo depois, que ela faz isso para proteger Melissa... ZZZZzzzzzz), divulgou por toda a cidade uma recompensa de US$ 50 mil por informações sobre os restos mortais de Alison e mentiu para Spencer que ia deixar que a polícia cuidasse do caso. Será que A. vai desembolsar os US$ 50 mil de Jason na cara dura ou a pessoa com quem ele iria se encontrar realmente sabe de algo e não tem nada a ver com A.?

Fomos também apresentados a Nate. Porque num elenco tão inflado, sempre cabe mais um, e o primo de Maya surgiu do nada e, aparentemente, sem nenhum propósito. Sério, se forçarem um envolvimento do rapaz com Emily eu vou ficar puto. Deixem a Emily um pouco sozinha, roteiristas, please!



No hospício de mais fácil acesso do planeta, Mona está estava proibida de receber visitas. Nada que A. não pudesse resolver à distância, diretamente de Montecito, depois de mexer com a família de Caleb, com um clique. Mas, quem deve se preocupar é Spencer, já que o interrogatório da doidinha com o detetive o fez ficar desconfiado da veracidade da história das meninas estarem na casa do lago na noite em que o túmulo de Ali foi violado. 

Já a história de Aria e Hanna montando um perfil para Ella num site de relacionamentos foi divertidinho, apesar de previsível. Ficou óbvio para mim que a mãe da garota ia acabar descobrindo tudo e tendo o momento girl talk com a filha. 

Tenso mesmo foi o término de namoro de Hanna e Caleb, que se cansou dos silêncios e mentiras de Hanna. Convenhamos, o menino foi um herói e aguentou muito. Eu tinha chutado o balde há muito tempo. Hanna, querida, vai chorar na cama que é lugar quente. Ou então tome vergonha na cara e conte logo pra todo mundo que está sendo chantageada.

Pretty Little Liars parece estar economizando em sua história, não avançando muito na trama principal. Tomara que não se torne tão morna que acabe esfriando de vez!


Para ficar atualizado com todas as novidades do PdB, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui). É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!

-->

0 comentários:

Share