14 de jun de 2012

True Blood - 05x01 - Turn, Turn, Turn (Season Premiere)


-->

Depois da impactante notícia da gravidez de Anna Paquin e da saída do premiado produtor Allan Ball, tudo que os fãs da saga True Blood esperavam era por um excelente retorno. Mas não foi bem isso que aconteceu! 

Quem acompanha a série, sabe que a 4º temporada teve um desfecho inesperado, trazendo de volta um dos maiores vilões, Russel, e também a provável morte de Tara. Pois bem, Turn, Turn, Turn decepcionou, não só pela falta de criatividade, como também pelo apelo contínuo a sexo, nudez e, agora, incesto.

Enquanto Bill e Eric tentam fugir da autoridade vampírica por matarem Nan, Sookie e Lafayette praticamente vendem suas almas para que Pam tente recuperar a vida de Tara, a transformando em uma vampira; o que é curioso e irônico, já que a personagem odeia vampiros. Mas nem todos estão em apuros: Jason, personagem que considero altamente inútil, continua sendo assediado e, dessa vez, por ninguém mais, ninguém menos que o Reverendo Steve Newlin. Sim! O pastor hater de vampiros que por acaso foi transformado em um vampiro gay apaixonado.



Jessica continua linda e como a nova Rainha da Lousiana promete causar muito em Bon Temps. Infelizmente, o núcleo central não tem chamado muita atenção: Eric e Bill tentam desesperadamente escapar da verdadeira morte e são ajudados por Nora, irmã e parceira sexual de Eric, mas não tem jeito, a Autoridade consegue capturá-los no final do episódio e espero ansiosamente pela aparição de Christopher Meloni, que interpretará uma figura importante na Autoridade e é minha única esperança de reviravolta no seriado. 


O núcleo paralelo, formado por Sam, Alcide e Luna promete! A alcateia de Marcus, morto por Alcide na temporada anterior, está atrás do corpo do falecido e não vai descansar enquanto não se vingar dos responsáveis pela morte de seu líder. Andy e Holly estão mais felizes do que nunca, mas os spoilers liberados já estão dando pistas sobre os futuros problemas com os filhos de Holly. 

Enquanto isso, Terry tenta afastar sua família e se livrar dos fantasmas do passado que o assombram desde o incêndio misterioso em sua casa. Todos suspeitavam de uma possível volta de Renné, mas infelizmente estávamos enganados. 

Para um primeiro episódio, pouca coisa ficou clara, mas ainda temos onze episódios pela frente e um elenco novinho em folha, sem falar da volta de Russel, que ainda é silenciosa mas eu tenho certeza que vai mudar radialmente o destino da série. 

Enfim fangbanguers, até semana que vem! Orem por um episódio melhor e atuações como a de Nelsan Ellis, nosso querido Lafayette. 

---

Para ficar atualizado com todas as novidades do PdB, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui). É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!

-->

2 comentários:

Serginho Tavares disse...

não achei que o episódio decepcionou e nem achei apelativo. é de esperar-se estas cenas, afinal é True Blood e este comentário parece de alguém que não conhece a série.
de qualquer forma o episódio mostrou que o seriado veio com força total!

Ariadny Theodoro disse...

Olá Caro Sérgio!
Rebatendo suas críticas, sou fã não só da série como também dos livros. Minha review não se baseou na exposição sexual de todas as temporadas mas sim dessa em especial. Minha crítica é voltada ao uso dessa característica tão marcante, que é a líbido, em uma season premiere. A série é mal vista justamente porque a sua única arma para atrair audiência tem sido a "contínua" exposição de peitos e bundas. Não que eu não goste, pelo contrário, considero normal mas acho que o universo mitológico criado pela série é tão diferente e incrível que deveria ser enfatizado ao invés dessas cenas de nudez e sexo explicito.

Share