4 de jul de 2012

Pop 5ive: Coisas Que Você Nem Percebia Quando Era Criança


-->
Não sei vocês, mas eu passei a minha infância e adolescência grudado na frente da televisão, assistindo a desenhos animados e a seriados e me divertindo muito com isso. Aliás, meu vício em cultura pop em geral nasceu nessa época e foi moldado por tudo o que assisti nesses anos todos.

Mas a gente cresce, amadurece, refina (ou não) o gosto e se dá conta de como éramos inocentes quando crianças. E, muitas vezes, precisamos de um estalo pra encararmos alguns fatos que durante anos nos passaram despercebidos, graças à inocência infantil, à desatenção, ou porque simplesmente, no final das contas, aquilo nem importava tanto.

Como é divertido lembrar de um tempo que já passou e, por que não, de como éramos quando bem mais jovens, pesquisei algumas coisas e cheguei à lista abaixo de coisas que faziam parte do nosso dia-a-dia e que nem percebíamos que eram dessa maneira que apresento agora.

Com vocês, alguns fatos que nem percebíamos que eram assim quando éramos crianças:
  • Os Episódios de Cavalo de Fogo
Cavalo de Foto (Wild Fire, em inglês) era aquele desenho animado protagonizado pela princesa Sara e seu fiel amigo, o tal Cavalo de Fogo. Quando criança, Sara, que nasceu no planeta Dar-Shan, foi salva da perversa Diabolyn por um cavalo falante e deixada num rancho em Montana, nos EUA. Ali, Sara foi criada por seu pai adotivo, John Cavanaugh, até que um dia o Cavalo de Fogo ressurge e lhe conta que ela é uma princesa num mundo encantado, para onde vai através de um portal e vive muitas aventuras.

O que interessa nessa história toda, é a duração do desenho. Não sei vocês, mas eu me lembro de assistir Cavalo de Fogo todos os dias, por anos inteiros. Por isso, quando soube que o desenho teve apenas 14 episódios produzidos e exibidos eu fiquei me perguntando: "como assim?". Pois é, vou repetir: 14.Episódios.Exibidos.

Era só eu ou pareciam bem mais nas exibições pela televisão???

OBS: e a musiquinha de abertura do desenho??? Até hoje eu sei cantar aquela porcaria!
---
  • A Nudez nos Desenhos Animados
Nos desenhos animados, muitos dos personagens apresentados são animais, humanizados ou não. Assim, uma coisa que passou a me intrigar recentemente, é o motivo das roupas de determinados personagens. Mais ainda: porque os personagens se preocupam tanto com roupa se vão usar apenas uma peça que nem é tão importante assim?

Por exemplo: o Pato Donald sempre usou apenas a sua clássica camisa azul. Entretanto, todas as vezes que a história do desenho o colocava no banho, o personagem saia enrolado numa toalha, como que para proteger a sua intimidade:
O mesmo se pode dizer de Tom & Jerry. Os amigos/inimigos viviam o dia inteiro correndo nus (como todo gato e rato que se preze) dentro de casa. Entretanto, nos episódios em que a dupla estava na praia, eles aparecem com roupa de banho:


Coisa boba, eu sei, mas que acho que nunca havia realmente prestado atenção.
---
  • A Falta de Noção Com Respeito ao Tamanho das Coisas

Essa é clássica: porque os Smurfs simplesmente não fugiam da jaula quando capturados pelo Gargamel, já que o espaço entre as barras eram sempre maiores que eles? Isso para citar apenas um exemplo, já que cercas sempre foram coisas desproporcionais nos desenhos animados e, muitas vezes, até mesmo o tamanho das pessoas adultas era absurdamente maior que o das crianças, vide os Muppet Babies.

Tudo bem, estou sendo chato. Mas o post é exatamente para isso, para frisar essas incoerências que, quando vistas por uma criança (que já fomos um dia) não são sequer percebidas.
---
  • Os Desenhos e Séries Sem Final

Taí algo frustrante, mas que quando se é criança nem é muito observado. A Caverna do Dragão (Dungeons & Dragons), por exemplo, que ninguém sabe como efetivamente acabou e só bem mais velhos e com a internet fomos nos dar conta das mil teorias que diziam que o Mestre dos Magos era o Diabo e o grande vilão da história e que todos os personagens estavam mortos (tudo bushit, obviamente, já que nunca foi escrito um derradeiro final para a história, que foi cancelada antes que se pensasse num final para ela).


E as famosas histórias do Chapolin Colorado que nunca tiveram seus finais exibidos? Morro até hoje com o episódio dos Piratas ("nós somos todos piratas, alegres e sanguinários, somos todos piraaaatas, nós somos os donos do mar, hei!") que nunca vi o final e não sei o que aconteceu com Alma Negra e seus capangas!
---
  • A Localização e a Realidade das Coisas
Ou eu nunca fui bom em geografia ou simplesmente não me importava muito com isso, mas para mim, pouco importava se uma série era de origem americana ou se uma novela era mexicana, eu achava que tudo aquilo era Brasil, mas longe da minha casa.


Sempre achei que a Escola Mundial, da Carrossel original, poderia existir na minha vizinhança. E vivia procurando uma mansão abandonada para fazer um clube com meus amigos. Inocente eu, né?


E na escola, que eu não conseguia entender o motivo de não ter armários nos corredores para guardar as minhas coisas como em O Mundo é dos Jovens (Boys Meets World) ou nas milhares de séries que eu assistia na hora do almoço no SBT? Também queria usar todos os dias uma jaqueta igual os atletas e protagonistas das séries e ver as meninas usando uniforme de cheerleader, sem entender porque a minha escola era tão diferente das "normais" que eu via na televisão! Santa inocência!
---

O bom (ou não, em muitas situações) é que a gente cresce, mas fica marcado por tudo que vimos e assimilamos quando crianças na frente da televisão. Continuo vendo muita tevê, apesar do foco nos programas terem mudado um pouquinho. Mas muito do Leandro Faria telespectador de hoje surgiu dessa época boba e inocente quando eu sequer conseguia perceber coisas tão bobas e que nem faziam diferença quando eu era criança.

Apenas um fato: infância é uma época tão boa! Pena que não volta mais!

Para ficar atualizado com todas as novidades do PdB, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui). É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!

-->

7 comentários:

william haddad disse...

só falta agora vc me dizer que o GODZILA O NATIONAL KID não existem por favor né só falta, eu não vou ao Jápão por causa do GODZILA. mas se fosse tenho certeza que o NATIONAL KID me salva.

Leandro Faria disse...

William Haddad,
Eu juro que tentei entender seu comentário, mas não consegui sequer entender a sua argumentação.

HRD disse...

William Haddad
ta na cara que você não acompanha as noticias. O National Kid passou a bola para o ultraman que ta na ativa ate hoje e quanto ao godzila foi detonado nos EUA, foi vacilo o bicho aparecer por essas bandas, mas fazer o que né?

alemaozinhodeccanudos disse...

quer saber a diferença nossa geraçao se importava somente com a ideia,com a diversao que lhe era proporcionada em suma o simples lhe bastava hj as novas geraçoes querem motivos querem pixel escambal resoluçao e muitas vezes esquecem de curtir e ser feliz.provavelmente nossos avos pensavam o mesmo em relaçao a nos teoris de evoluçao né hehehe

eu mesmo3 disse...

Na caverna do dragão, sim já foi exibido o ultimo episodio, no qual no final os guerreiros descobrem que o vingador é o filho do mestre dos magos e quando eles vão embora, eles aparecem na montanha russa e sofrem um assidente e acabam morrendo.
Na verdade foram escritos dois finais em ambos os cavaleiros morrem mas de maneira diferentes.
Só fica o aviso.

Tradição Festas e Eventos disse...

Boa postagem a sua. A do cavalo de fogo realmente me surpreendeu este desenho é muito obscuro, acho que ha muito mais nas entrelinhas...

Geandre markes disse...

A do chapolin eu sei responder
no meu blog tem a gravação do último epsódio do chapolin colorado

http://www.distraido.com.br/emocionate-veja-a-gravacao-do-ultimo-episodio-do-do-chapolin-colorado/

Share