25 de jul de 2012

Pop 5ive: Super-Heróis Japoneses


-->
Hoje o Pop 5ive chega em clima de nostalgia. E muitas saudades...

Alguns dos seriados mais marcantes da minha infância - não, isso não faz tanto tempo assim! - são japoneses. Musiquinhas cicletes, robôs esquisitos e, claro, espadas, armaduras e batalhas de isopor pra lá de épicas... E ainda nos áureos e últimos tempos da Rede Manchete (alguém lembra??)...

Como uma forma de homenegear os heróis menos favorecidos no quesito efeitos especiais, mas marcantes na vida de muitos de nós, e os bons momentos vividos na companhia desses seriados, o Pop 5ive de hoje fala sobre Super-Heróis Japoneses.

Esqueçam Cavaleiros do Zodíaco e outros mangás e animes - eles terão a sua chance. O foco aqui são seriados "reais". E como não assisti a National Kid e Ultraman, por exemplo, seriados das décadas de 60 e 70 (sou um pouquinho mais novo), eles também não estarão na lista...

E vamos aos premiados:

  • JASPION (Kyojuu Tokusou Jaspion)

 "Jaspion, pela liberdade sou Jaspion... Pela igualdade, sou... Eu juro, eu juro, eu juro: não vou falhar! Jaspion"

Caramba, é só falar Jaspion que eu lembro dessa musiquinha. Eu tinha até uma fita cassete (sim, sou desses!) com a trilha sonora do seriado...

Num planeta distante, o profeta Edin encontra um garoto humano que sobreviveu à queda de uma nave espacial no planeta (não, não era o Superman). Acreditando nas profecias da Bíblia Galáctica,  Edin acha que este garoto pode ser o salvador o universo e cria o menino, dando a ele o nome de Jaspion, na esperança de que ele possa destruir o terrível Satan Goss, do Império dos Monstros.

Alguns anos depois, Jaspion aceita o seu destino e recebe de Edin seus brinquedinhos favoritos e que seriam utilizados por toda a sua vida: a armadura Metaltex, a andróide Anri e a nave espacial Daileon, que transforma-se num poderoso robô gigante. Após passarem por diversos planetas, Jaspion e Anri chegam à Terra, coincidentemente o local onde Satan Goss e seu filho MacGaren atuam. E onde começa realmente a aventura de nosso herói.

Exibido no Brasil entre 1988 e 1994 pela Rede Manchete, o seriado foi um sucesso absoluto e possui fãs até hoje! Em 2009 foi lançado o DVD com a série completa do herói, contando com os 46 episódios.

A série pode ser considerada como o primeiro grande sucesso de seriados japoneses no Brasil, superando National Kid, por exemplo. E Jaspion tornou-se o primeiro Super-Herói popstar no país, vendendo de brinquedos à LPs. Uma verdadeira febre!
---
  • CHANGEMAN (Dengeki Sentai Changeman)

O nome original da série, no Brasil, é Esquadrão Relâmpago Changeman. Mas, convenhamos, só Changeman é bem melhor!

Cinco integrantes do exército dos Defensores da Terra são banhados pela Força Terrestre e recebem os poderes de um densetsu-ju (animal lendário). Com isso, os 5 tornam-se Dragão (Change Dragon - Vermelho), Grifo (Change Griphon - Preto), Pégaso (Change Pegasus - Azul), Sereia (Change Mermaid - Branco e Rosa) e Fênix (Change Phoenix - Rosa). Com poderes especiais e o poderoso Change-Robô (cara - nada carioca, né?! -, eu adorava esses robôs gigantes!!!) o grupo lutava contra os alienígenas de Gôzma, um império galáctico liderado pelo malévolo Senhor Bazoo e sua horda de ajudantes, que queriam, pra variar, dominar a Terra.

Para quem não teve a oportunidade de ver Changeman, eles são uma espécie de Power Rangers, mas muito mais interessantes e sem as 579 versões. Na verdade, eles foram os precursores dos tais rangers...

Um detalhe que só me dei conta hoje, voltando a esse tempo não tão distante - e vendo algumas informações da série -, é que o seriado só era exibido até o episódio 52 ("A morte de Booba"), deixando os 3 últimos episódios sem exibição até meados de 1991, quando houve a exibição dos episódios 53 e 54 (A Batalha Final). Mesmo assim, o episódio 55 (Adeus, heróis do universo), só foi veiculado após toda a reprise do seriado e a 2ª exibição dos episódios 53 e 54.
---
  • JIRAIYA (Sekai Ninja Sen Jiraiya)

"Assim é ninja Jiraiyaaaaaa"
Não tem nada a ver com o personagem de Naruto, ok?! Estamos falando sobre O Incrível Ninja Jiraiya, o original!

Toha, um menino orfão, foi criado pela família Togakure, que guarda metade da inscrição que revela o esconderijo do tesouro de Pako, um objeto cobiçado por ninjas de todo o mundo e que concede superpoderes a quem o encontrar. A outra metade da inscrição está nas mãos de Dokusai e a família dos feiticeiros.

Ao lado de sua inseparável Espada Olímpica (eu tinha uma!!!), Jiraiya contava com a ajuda de Heiha Yaghiu, inicialmente uma ninja inimiga, e ninja Eminin Emiha, irmã do herói, para confrontar o Império Ninja e os feiticeiros, usando sempre frases marcantes como "Não o perdoo! Espada Olímpica!".

Exibido pela Rede Manchete entre o final da década de 80 e a primeira metade da década de 90 - com novas exibições depois disso -, a série conta com 50 capítulos. No último episódio, a Espada Olímpica é arremessada no robô Deu Jirai (outro robô inesquecível!) que a leva de volta para o Universo.
---
  • CYBERCOPS (Dennō Keisatsu Saibākoppu)

"Cyber-Força Concentrar!"
O nome original, no Brasil, é Cybercop - Os Policiais do Futuro. Afinal, quando foi criado, 1999 era bem futuro! Agora não...

Em 1999, o esquadrão especial da polícia de Tóquio, conhecido como ZAC (Zero Section Armed Constable ou Policiais Armados da Sessão Zero), cria o Cybercop, um grupo de policiais de elite com armaduras tecnológicas e futuristas, com grandes poderes. Os Cybercops, então, passam a combater a Destrap (Death Trap, no original), organização criminosa liderada pelo computador Fuhrer, uma criação de Barão Kageyama, o grande inimigo dos policiais do futuro.

Os Cybercops eram formados por Júpiter, Marte, Saturno, Mercúrio e Lucifer, sendo que Júpiter e Lucifer vieram do futuro. Lucifer era um inimigo dos policiais, mas tornou-se um aliado posteriormente. Foram exibidos 34 episódios mais 2 especiais, no início da década de 90 pela Rede Manchete, e o sucesso da série acabou gerando uma versão em história em quadrinhos.

Uma curiosidade: o golpe Cyber Onda de Choque, de Júpiter, é baseado no Meteoro de Pegasus desferido por Seiya em Cavaleiros do Zodíaco (sim, também sou fã de Cavaleiros do Zodíaco!)...
---
  • JIBAN (Kidou Keiji Jiban)

Um dos primeiros quebra-cabeças (de verdade!) que ganhei - e montei - era do Jiban. Aliás, ainda deve ser ainda, se eu encontrá-lo...

Jiban é, na verdade, uma espécie de Robocop japonês - sim, é uma cópia mesmo. Naoto Tamura é um policial que acaba morrendo no confronto com um dos monstros da organização Biolon. Mas, assim como em Hollywood, ele renasce como o Policial de Aço Jiban, passando a combater o grupo maligno, liderado pelo Doutor Jean Marrie.

Jiban poderia ser considerado o típico clichê brasileiro, que não aguentemos mais: AQUELE QUE NÃO DESISTE NUNCA. Afinal, ele morreu duas vezes e renasceu em ambas oportunidades, sempre com mais poderes - como o Poder Branquial. Quase um Ikki de Fênix... Opa, aí já estou falando de Cavaleiros do Zodíaco.

A série, também apresentada pela Rede Manchete, teve 50 episódios exibidos no Brasil, apesar de possuir 52 episódios. Ou seja, a Manchete não exibiu o final da série - mas estão disponíveis no Box de DVD lançado em 2011.

Outra curiosidade: Jiban é a série que sucedeu Jiraiya, sendo uma espécie de "Policial Ninja".
---
Nostalgia, saudades... Tudo isso num único post. Bons tempos passados na companhia desses heróis - e da Rede Manchete.

Enfim, foi bom reviver memórias desse período. Personagens que marcaram a vida de muitos e, que por algum momento, ficaram esquecidos. Nesse ranking não tem primeiro colocado. Tem apenas boas lembranças do passado que voltam à tona...

E você, conheceu esses heróis? Se não conheceu, não sabe o que perdeu... Corra a uma locadora - não vou fazer apologia à pirataria! - e divirta-se!

Para ficar atualizado com todas as novidades do Pop de Botequim, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui)! É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!

-->

7 comentários:

roberta disse...

Amo todos eles...

Cristiano Alves disse...

Faltou o Metalder

OAndré Brum disse...

porra, kde o black homen raiden? ou backmen raider, sei la como escreve!!!
faltou heim!

Vincent disse...

não sei se podem ser considerados os melhores, mas foram alguns dos poucos que passaram aqui no Brasil.
todo no no japão é lançado um novo sentai; um novo Kamen rider, um novo metal hero (moldes de jaspion e jiban), etc.
é faltou o Kamen Rider Black, e uma menção honrosa a Ryukendo, cuja série passou poucos anos atrás na rede TV semmito alarde.

Daniel Francelino disse...

Acrescenta aí que Robocop é uma cópia de um mangá chamado Oitavo Homem. A história é basicamente a mesma: um policial brutalmente assassinado é revivido graças à tecnologia, tornando-se um policial ciborgue. Agora pense isso décadas antes de Robocop!

Daniel Francelino disse...

Curtia o Machine man também! Outro clássico!

Unknown disse...

Black Kamen Rider, esquadrao winspector,,

Share