3 de out de 2012

Pop Séries: Misfits





É possível uma série sobre “super heróis” que não acabe deixando todos os telespectadores com vergonha alheia? Sim, é possível, e Misfits, produção inglesa, veio para mostrar que a melhor forma disso ser feito é misturando uma boa dose de humor negro com bons personagens e uma história interessante.

Imagine um grupo de jovens desajustados que um dia, no meio de uma tempestade elétrica, são atingidos por um raio e descobrem-se donos de super poderes. É essa a premissa básica de Misfits, que nos coloca para acompanhar o primeiro dia de trabalho comunitário de cinco adolescentes: Nathan (Robert Sheehan), Kelly (Lauren Socha), Curtis (Nathan Stewart-Jarrett), Alisha (Antonia Thomas) e Simon (Iwan Rheon). Quando a tal tempestade elétrica os atinge, passam a perceber que nada mais seria como antes e se dão conta de que não são mais os mesmos. Kelly pode ouvir os pensamentos alheios, Curtis consegue voltar no tempo, Alisha causa desejos sexuais nas pessoas que a tocam e Simon pode ficar invisível. Nathan, o mais engraçado e inconveniente do grupo, é o único que aparentemente não ganhou nenhum dom e só descobre sua habilidade no final da primeira temporada.

Calcada no humor negro tipicamente britânico, Misfits é transgressora até mesmo na forma de abordar os dramas de seus personagens principais: nenhum deles está interessado em mudar o mundo e salvar os inocentes; se existem poderes, por que não utilizá-los em benefício próprio?

Com o sucesso da primeira temporada (que, seguindo o padrão das séries britânicas, tem apenas seis episódios), a trama ganhou investimento e voltou com tudo para seu segundo ano, que contou com mais seis episódios e o bônus de um especial de Natal. E, diferentemente do que acontece algumas vezes, a história ficou ainda mais interessante, passando a focar num assunto espinhoso quando se trata de televisão: viagens no tempo. A diferença é que o fez de forma coerente, ganhando ainda mais credibilidade. Os personagens foram desenvolvidos e o cuidado no roteiro nunca foi deixado de lado.

Misfits, elenco da terceira temporada.
A abordagem politicamente incorreta e os personagens desajustados conquistam de imediato e prendem o interesse na trama que tinha tudo para ser idiota, mas que acaba sendo brilhante. Com uma audiência ascendente, tudo levava a crer que a série ainda teria muitas boas histórias para contar. Entretanto, a saída do ator Robert Sheedhan da série ao final do segundo ano e a entrada do ator Joseph Gilgun, como Rudy,  rendeu uma terceira temporada um tanto meia-boca quando comparada às duas primeiras deixou alguns fãs preocupados. 

A esperança dos fãs é que um quarto ano da trama, já em gravação, mas ainda sem data de exibição confirmada, possa reerguer a trama, mesmo com a anunciada saída de outros amados personagens da série.

Como todo sucesso britânico, Misfits chamou a atenção das emissoras americanas e um remake da série é praticamente certo nos EUA, já estando em produção pelas mãos de Josh Schwartz, dos sucessos The OC e Gossip Girl e com possibilidade de estreia em 2013.

Mas não espere: tendo de optar, não tenha dúvidas, a versão original é garantia de diversão da melhor qualidade.

Novidade: Quer concorrer a uma linda camisa da GAP oferecida pelo PdBClique aqui para saber dos detalhes!

Para ficar atualizado com todas as novidades do PdB, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui). É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!


0 comentários:

Share