2 de nov de 2012

Como Aproveitar o Fim do Mundo: Primeiras Impressões





Estreia da Globo na última quinta-feira, a nova série de Fernanda Young e Alexandre Machado, Como Aproveitar o Fim do Mundo, já chegou prometendo se tornar uma boa diversão para alegrar um pouco mais as nossas noites mornas de quinta. Com texto ágil e divertido, a série tem tudo aquilo que fez da dupla responsável por sucessos como Os Normais e Separação!?! digna de nossa atenção.

Apesar da profecia maia de que o mundo deve acabar em 21/12/2012 parecer a nova fixação de Fernanda Young (afinal, a escritora-roteirista-apresentadora-whatever tem um programa no GNT chamado Confissões do Apocalipse, quédizê...), essa possibilidade parece ter sido bastante generosa para as inspirações da moça e de seu marido. E juntando bons personagens e um tema batido (a disposição de consertar erros e aproveitar a vida plenamente antes que tudo se acabe), o resultado final apresentado, pelo menos nesse primeiro episódio, foi bem interessante.

Narrando as desventuras de Kátia, uma funcinária de RH de uma empresa qualquer, disposta a tudo para aproveitar a vida antes que o mundo se acabe, e Ernani, um a princípio cético contador que se vê envolvido nas loucuras da recém conhecida colega de escritório, a série mistura humor e boas sacadas que, confesso, me arrancaram boas gargalhadas no episódio inicial. A começar pelo prólogo divertidíssimo focado na nação maia, com um líder religioso anunciando a todos o lançamento de um calendário e do fim do mundo no futuro. Tudo isso num idioma inventado totalmente calcado no besteirol ("tchaca na butchaca" é fim do mundo no idioma maia? #EuRi).


Apresentando cenas nonsense a torto e a direito, Como Aproveitar o Fim do Mundo deve muito do bom resultado do seu episódio inicial ao desempenho de seus protagonistas. Alinne Moraes (linda!), por exemplo, encontrava-se totalmente à vontade interpretando Kátia e sua loucura esotérica. Já Danton Mello e seu Ernani, a princípio cético e, por fim, decidido a aproveitar o fim do mundo ao lado de Kátia, deu conta do recado ao criar um personagem que tinha tudo para ser mais um bobalhão da televisão, mas que conseguiu sair desse caminho óbvio e brilhar tanto quanto a linda Alline Moraes.

Com uma temporada prevista para exibir seu último episódio no véspera do fim do mundo maia oficial, a série brinca com uma questão polêmica, sem se tornar chata ou pedante. A existência de um relógio em contagem regressiva para o fim do mundo aparecendo eventualmente na tela, por exemplo, foi mais uma boa sacada da produção.

Leve e divertida, Como Aproveitar o Fim do Mundo tem tudo para alegrar as nossas noites de quinta. No ar logo após a Grande Família e antes da (à princípio) mais densa Subúrbia, a série pode inclusive levantar uma bola e servir de inspiração para muitos que, acreditando ou não, podem repensar a própria vida e algumas decisões tomadas ou por vi. 

Agora, e você? Se o mundo fosse realmente acabar, o que você faria para aproveitar seus momentos finais? O único problema, óbvio, é o mundo não acabar e você ficar por aí, tendo de resolver os problemas que você mesmo criou. Mas isso é uma outra história...

Para ficar atualizado com todas as novidades do PdB, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui). É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!


0 comentários:

Share