7 de nov de 2012

FrankenWeenie, de Tim Burton





Baseado em um curta metragem de 1984, o terceiro de Tim Burton, o longa FrankenWeenie, do mesmo diretor, é quase como um tapa com luva de pelica na cara da Disney. Depois de realizar alguns trabalhos no início de sua carreira considerados assustadores demais para os jovens da época, o diretor foi demitido do estúdio, só retornando a trabalhar nele em 2000, em Alice no País das Maravilhas

Vinte e oito anos depois, com a produção de um longa baseado em um curta que foi lançado apenas em VHS e com seu sucesso consolidado, Tim Burton mostra que chegou a um patamar em que faz o que quer e, na maioria das vezes (vamos esquecer o último filme do diretor,  Sombras da Noite, né?), o faz muito bem!

Apresentando uma história que brinca com diversos clássicos do gênero de terror, acompanhamos em FrankeWeenie a rotina de Victor Frankestein, um garoto tímido e sem amigos, que tem em seu cão, Sparky, e nos experimentos científicos, o alvo de seus interesses. Quando Sparky sofre um acidente e acaba morrendo, a devastação de Victor é aplacada quando tem uma ideia durante uma aula de ciências: trazer o cachorro de volta à vida!

Com o sucesso do experimento, Victor acaba tendo de lidar com as consequências dele, já que o estranho Edgar, que quer a qualquer custo um amigo, acaba descobrindo o segredo e envolvendo quase todas as crianças da escola em uma bizarra experiência que termina com a volta de diversos animais (e criaturas) mortas.


Totalmente em preto e branco e com uma animação em stop motion que funciona muito bem em 3D, Tim Burton brinca feliz ao desenvolver o seu roteiro bizarro e que nos prende a atenção desde os primeiros minutos. Com uma mente claramente perturbada (vide a maioria de seus filmes), em FrankenWeenie o diretor presta diversas homenagens aos clássicos do terror, enquanto nos presenteia com um filme com boa  história, fotografia deslumbrante e efeitos especiais muito bem realizados.

Enchendo o longa de referências, uma das diversões de se assistir a FrankenWeenie fica por conta de tentar identificar cada uma delas, seja através do nome de seus personagens, de sua aparência, ou de easter eggs que pipocam na tela a todo o instante (eu mesmo ri muito com o filme em cartaz no cinema da cidade quando a "Tartarugazilla" devasta o lugar: Bambi!).

Um projeto autoral desenvolvido com carinho por seu diretor, FrankenWeenie é um daqueles adoráveis filmes que merecem ser vistos e que tem tudo para, desde já, se tornar um clássico sempre lembrados pelos fãs do cinema. 

Para ficar atualizado com todas as novidades do PdB, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui). É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!


0 comentários:

Share