16 de dez de 2012

Glee - 04x10 - Glee, Actually


Chegamos mais uma vez ao tradicional episódio natalino de Glee. E logo no início de Glee, Actually, Sue Sylvester deixa claro em seu diário que teremos algo diferente do que já vimos, mas totalmente no clima dessa época no ano, inspirado no sucesso do filme Simplesmente Amor (Love, Actually), que até ajuda a batizar o nome do episódio. 

Focando em cinco histórias protagonizadas por nossos conhecidos personagens, o Natal toma conta de Glee nesse que já é o meu episódio temático da data preferido entre os já apresentados pela série. E assim como vimos no episódio, meus comentários serão divididos em partes, centrados em cada uma das tramas.

Logo de cara, tivemos uma oportunidade para os autores e diretores brincarem com a plástica do episódio, apresentando uma história toda em preto e branco, passada em uma realidade paralela. Depois de um tombo de sua cadeira de rodas, Artie acaba revoltado com sua condições e, ao cair no sono na enfermaria, sonha como seria sua vida se ele nunca tivesse sofrido o acidente que o deixou paralítico. Nessa nova realidade, o Glee Club não existiria e cada um dos membros do coral teria seguido caminhos diferentes (inclusive com Quinn morrendo ao passar uma SMS ao dirigir). A mensagem, claro, é que Artie sempre funcionou como uma "cola" para o coral, mantendo os amigos unidos e ajudando a todos. Uma história bem divertida para abrir um bom episódio.

A segunda história mostra Kurt e Rachel se preparando para o Natal em Nova York. Rachel de saída, pronta para embarcar num cruzeiro gay com seus pais e Kurt decidido a ficar em NY sozinho. É quando Burt chega para aproveitar a data com o filho e eu me lembro que essa é, provavelmente, a relação entre pai e filho que eu mais gosto no mundo das séries. Com direito a enfeites de árvore de Natal, música e até mesmo a companhia de Blaine como presente para o filho, Burt faz do Natal de Kurt mais significativo, mesmo que acabe lhe dando a notícia de mais um problema, já que ele foi diagnosticado com câncer de próstata em estágio inicial.


Os irmãos Puckerman estrelam o terceiro ato do episódio. Depois de ajudar o irmão Jake, Puck resolve levá-lo para Los Angeles para apresentá-lo à sua vida glamourosa na cidade das celebridades. Tudo lindo, se Puck não fosse o maior caozeiro ever e estivesse mentindo, mostrando uma vida que não era realmente a sua para o irmão. Na história mais bobinha do episódio para mim, a trama serviu para aproximar as famílias Puckerman, já que, de volta a Lima, os irmãos marcam um jantar com suas respectivas mães que, a princípio se estranham, mas parecem criar uma amizade devido a um objetivo comum: odiar o pai dos Puckerman. Eis o espírito natalino ;-)

No quarto ato, o casal sem noção Brittany e Sam resolvem aproveitar o fim do mundo, já que segundo o calendário maia, no dia 21 tudo se acaba. Depois de gastar suas economias comprando presentes caros para seus amigos, Brittany descobre que Sam também acredita na profecia e decidem se casar em uma cerimônia maia comandada por Beiste. Eu ri quando eles se dão conta que o mundo não acabou no dia 22 e que agora são casados (de mentirinha, como Beiste faz questão de lembrá-los no final).

Fechando o episódio, um momento fofo de Sue Sylvester. No Amigo Oculto dos funcionários do McKinley, a treinadora acaba tirando a mãe de Marley e, sem saber como presenteá-la, descobre das dificuldades financeiras da família: com o tratamento psicológico de Marley devido aos problemas alimentares, mãe e filha não podem nem mesmo comprar uma árvore de Natal para não comprometer a renda. Assim, Sue e Becky angariam fundos e dão um verdadeiro Natal para mãe e filha, com direito a super árvore de Natal e US$ 800 para ajudar nas despesas. Sue sabe ser fofa quando quer, não é mesmo? E suas caras ao ver que seria homenageada com um número musical foi hilária.


Costurando bem as cinco histórias avulsas, Glee, Actually foi um divertido episódio natalino, que me fez assistí-lo sem me dar conta do tempo, já que fiquei envolvido na trama. Apesar do mesmo problema de filmes com múltiplas narrativas, já que uma história sempre acaba atraindo mais a nossa atenção do que outras, o ritmo compensou e ganhamos de presente um ótimo episódio de Natal. 

Com a série entrando novamente em hiato, desejo já um Feliz Natal para os fãs de Glee, que só retorna com episódios inéditos em 24 de janeiro de 2013. Se o mundo não acabar, é claro! Mas até lá, o Pop de Botequim continua com suas matérias sobre filmes, literatura, música e séries em geral. Não nos abandone, ok? 

Até a próxima!

Para ficar atualizado com todas as novidades do PdB, curta nossa página no Facebook (clicando aqui) e nos siga no Twitter (clicando aqui). É fácil, rápido e super prático!

Sigam-nos os bons!


0 comentários:

Share