18 de jan de 2013

American Horror Story: Asylum - 02x12 - Continuum




Quando você acha que nada mais pode te surpreender em American Horror Story: Asylum, essa equipe de roteiristas me começa o penúltimo episódio da temporada com um Kit todo trabalhado no banho de sangue, só para nos deixar pensando: WTF????? Pois é, assim é AHS e é por isso mesmo que gostamos tanto dela! Mas, como diria nosso amigo Jack (que tem tudo a ver com a série, aliás), vamos por partes, não é mesmo?

Kit, vejam só, juntou suas duas mulheres abduzidas para formarem uma única família feliz! Acho bonito essa coisa de poligamia em plenos anos 60, meu povo! Pena que a vizinhança não concordou muito com o jeito super alternativo da família e estava lá, querendo acabar com o amor reinante na família. Bem, família nem tão amorosa assim, já que Alma não gosta de pensar no passado e Grace não consegue deixar sua experiência extraterrestre para lá.

Resultado? Uma Alma possessa enfiando um machado nas costas de Grace. Trágica essa vida de Kit, não é não? Muito, muito trágica, eu diria! Resultado? Grace morta (de vez, eu acho!), Alma em Briarcliff (reformulado) e Kit com duas crianças pra criar. #Tenso


Enquanto isso, em Briarcliff... Tadinha de Sister Jude, gente? Ela endoidou DE VEZ! O Monsenhor Timothy deu o pé, virou Cardeal de Nova York (chique ele!), Briarcliff foi para as mãos do governo e Jude se fudeu ferrou bonito e definitivamente. Doida de tudo, vê a Dark Cousin entre as prisioneiras, não se deu conta de que dois anos se passaram e, o pior de tudo, Pepper mórreu! Sorte (será?) de Jude que Kit acabou encontrando-a por lá e levou a verdade até Lana.

Por falar em Lana, ela conquistou o sucesso que sempre quis. Mesmo que para isso tenha que ter "criado" um pouco em cima de sua experiência real. Mas, sinceramente, quem se importa, não? Fico me perguntando quantas dessas histórias baseadas em fatos reais não são assim, cheias de liberdades poéticas para atrair o público. Mas divago...

Com a fama, a atual Lana pouco lembra a repórter trancada em Briarcliff. Prepotente e cínica, a atual Lana usa uma máscara para o público, que a vê como uma heroína inacessível e que viveu uma grande experiência. O choque de realidade dado por Kit pode colocá-la de volta aos eixos e fazer com que ela cumpra sua promessa de fechar Briarcliff. Mas... será?


Para o último capítulo, a equipe de roteiristas de AHS: Asylum, deixou o embate final entre Lana e seu herdeiro. O Bloody Face moderno, filho de Lana com o Dr. Thredson, finalmente esclareceu alguns pontos em seu breve bate-papo com a velhinha da livraria e mostrou seu objetivo final: matar a própria mãe que, pelos meus cálculos, deve ter uns 80 anos nos dias atuais.

Mas não tem jeito. As emoções finais dessa história, somente na semana que vem, com Madness Ends, a season finale de AHS: Asylum.


Estou contando as horas e vocês?
Leandro Faria  
Leandro Faria, do Rio de Janeiro, fruto da década de 80, viciado em cultura pop em geral. Como vício bom a gente alimenta e compartilha, estou aqui para falar de cinema, televisão, música, literatura e de tudo mais que possa (ou não) ser relevante. Por isso, puxe a cadeira, se acomode e toma mais um copo, porque papo bom a gente curte é desse jeito!
FacebookTwitter

0 comentários:

Share