28 de jan de 2013

BBB 13: Uma Análise das Primeiras Semanas




O Big Brother Brasil 13 começou mal. Logo na primeira semana, após uma discussão pra lá de animada entre Aline e Kleber Bambam, quando achávamos que estaria formado o primeiro grande embate da casa, o ex-campeão decidiu deixar o jogo e a sister carioca caiu fora no primeiro paredão do programa. Não se sabe o motivo da saída de Bambam, talvez ele tenha tentado repetir a graça feita no primeiro BBB, quando disse que ia sair do jogo e os companheiros o impediram. Dessa vez, à exceção dos “veteranos”, ninguém se manifestou fortemente pela permanência do rapaz. De qualquer forma, o moço partiu e foi para melhor. Yuri, um dos musos do BBB 12, voltou com tudo pra casa.

A saída de Aline foi mais complicada. Tipicamente carioca, a garota se perdeu na própria personalidade e acabou eliminada. O público não gosta de nada que seja muito forçado, ou que pareça forçado, como no caso de Aline. Dona de um “jeitinho” todo barraqueiro de ser, ela não tinha meias palavras nem pensava duas vezes em desfazer qualquer pequeno mal entendido que acontecesse. A maioria do público aparentemente não concordou com a sinceridade à toda prova da garota, e mandou ele de volta pro Rio pra fazer barraco por lá. Outro fator que influenciou e muito a saída de Aline foi ter concorrido com o professor Ivan, um cara aparentemente sensato e oposto ao comportamento da carioca (e forte candidato a campeão do reality).

Enquanto isso, em um dos casos mais críticos de carência já vistas na televisão, a chatíssima Fernanda (que disse que não iria se relacionar com ninguém durante o programa porque ela se “envolve” demais) grudou no pobre André, querendo de qualquer maneira engatar um romance já na primeira semana. O rapaz, que queria curtir a casa e as outras meninas, acabou forçado, pela pressão dos demais e da própria Fernanda, a dar uns pegas na menina. Um erro que pode custar a ele sua saída prematura do programa, uma vez que, sozinho, ele teria uma grande probabilidade de seguir em frente.



Depois de um joguinho para apimentar as relações na casa (eles estão craques nisso nesta edição), e novamente mostrando sua personalidade infantil e imatura, Eliéser levou a sério demais a brincadeira e tirou Dhomini do sério, que acabou dizendo umas verdades ao brother. A discussão acabou pegando mal para Dhomini, já que o bebezão saiu choramingando para a casa toda as coisas “horríveis” que o ex-campeão havia dito sobre ele.

Não satisfeito, Eliéser criou uma confusão por conta de uma observação de Anamara e discutiu feio com a sister. A bahiana explosiva acabou perdendo as estribeiras após Elieser gritar com ela e tentar dar uma queimada no seu filme. Dhomini saiu em defesa da sister, dizendo que Elieser deveria pedir desculpas a ela de joelhos. O clima ficou tenso na casa. Recém voltado do paredão, o líder Ivan indica Anamara por falta de afinidade e a casa vota em Dhomini para deixar o programa. Elieser faltou pular de alegria!

Já indicado ao paredão, Dhomini acabou falando demais e contou uma história de um cachorro que o mordeu certa vez e que ele teria arrancados todos os dentes com um machado. Os brothers ficaram horririzados, especialmente Yuri. Daqui do lado de fora só se falou nisso, em maus tratos, processos, etc. Enquanto isso, a família de Dhomini desmentia todas as histórias. Já quase no momento da eliminação, Dhomini desmentiu o que disse, afirmando que a inventou para assustar Yuri. Tarde demais. Os espectadores eliminaram Dhomini, mais uma vez para o júbilo de Eliéser, que acha que o brother foi eliminado por conta da briga dos dois.

Aconteceu então a prova do líder e, munido do poder do não, Marcello tira da prova Andressa, Fernanda e Anamara, ganhando gratuitamente o voto das meninas ao não justificar da maneira como elas gostariam. Mais uma vez, o jogo se mostra favorável a Eliéser, que ganhou a prova do líder.

Aí começa a melhor jogada de Boninho nos últimos anos do programa. Eliéser ganhou uma liderança “falsa”, já avisada ao público. Numa aparição surpresa, Bial pediu que ele indicasse na sexta-feira (25/01) alguém ao paredão, e a vítima foi Anamara. A casa então votou abertamente em quem faria par com Maroca no paredão, e o mais indicado foi, claro, Marcello. O que o público já sabia (mas os brothers não) é que era um paredão diferente, para indicar um dos dois a 24 horas de mordomias, assistindo a TUDO o que acontecia na casa. Anamara foi a mais votada e, inconformada, saiu pela porta da eliminação no sábado.

Anamara foi então levada a um quarto, onde Pedro Bial explicou tudo o que estava acontecendo. A sister quase enlouqueceu de tanta felicidade e, já mais calma, começou a analisar tudo o que se passava na casa, observando e tirando suas dúvidas sobre cada um dos participantes. Aslan principalmente foi criticado pela sister. (Pausa para um questionamento: por que eles escolhem os gays mais sem noção para entrar no programa???)


No programa de ontem, 27/01, tudo mudou quando Bial contou aos participantes a verdade sobre o paredão falso e anunciou que Anamara estava voltando como líder. Elieser, Marcello e Aslan ficaram visivelmente inconformados. A prova do anjo aconteceu na mesma hora, com Eliéser imunizando Nathalia. O próprio Eliéser não poderia ser votado, já que sua imunidade permaneceu inalterada. Maroca então não pensou duas vezes e mandou Aslan ao paredão. A casa, por sua vez, mandou Marcello novamente. E que vença o menos pior!

Essa jogada de Boninho apimentou todo o jogo, deixando dúvidas em cima de todos os participantes. Agora, de acordo com os próprios brothers, tudo pode acontecer. Maroca tem nas mãos informações que podem levar a si mesma muito mais longe no jogo, se não abusar de tudo isso.

Outro “casal” que está gerando comentários é Nasser e Andressa. E por dois motivos: primeiro porque o gaúcho tem todo o jeito e a credencial de não gostar da fruta, inclusive há rumores de quem jura ter certeza que o rapaz é, no mínimo, bissexual. Por outro lado, Andressa tem namorado fora da casa, de acordo com ela uma relação bastante séria. Mas o joguinho entre os dois já estava ficando chato, até que na festa de sábado finalmente os dois se beijaram e foram pra debaixo do edredon, para desespero do cornudo aqui de fora...

Quem vem correndo por fora e ganhando bastante popularidade é Yuri, mostrando mais uma vez seu jeito ogro bonzinho de ser. Após um rápido pega em Nathalia (numa noite em que ele mostrou TUUUUUUUUUUUDO para a moça), ele agora se diz focado no jogo e, ao meu ver, tem tudo pra chegar à final.

Por falar em final, se eu tivesse que chutar três finalistas hoje, seriam Anamara, Yuri e Ivan, sendo a primeira a grande campeã. Isso hoje, torcendo pra que ela não se perca no próprio ego!

Afinal, no BBB, tudo pode mudar. A qualquer instante!
Leandro Faria  
Você curte cultura pop e também quer dividir suas impressões com o resto do mundo? Se gosta de escrever e está preparado para ser lido, entre em contado conosco e teremos o maior prazer em publicar suas críticas e textos sobre o mundo pop. Não perca tempo e venha já fazer parte da nossa equipe!
FacebookTwitter

1 comentários:

Leandro Faria disse...

Excelente sua análise, Tato!
(Aliás, tome vergonha na cara e escreva mais, porque sempre adoro seus textos, humpf!)...

Já que falou em polêmica do Nasser ser possivelmente bi, viu que o Serginho Orgastic publicou no Twitter que o Príncipe André também seria chegado na fruta, já tendo até namorado no Rio um outro cara mais velho. Quer dizer...

Minhas apostas para finalistas? Yuri, Fani e Marcello. Acho que ele pode crescer no jogo.

Adorei o texto!

See ya!

Share