13 de fev de 2013

#BaúPop: Old Songs







Os anos 80 (e alguns anos antes ou depois) foram definitivamente os mais importantes para o cenário musical de um modo geral. Tanta banda boa que me faz perguntar porque eu nasci em 92, mas aí eu lembro disso e passa a vontade, fica tudo bem.

Fazendo jus à minha vibe oitentista, estava eu bolando um POP 5ive bem especial, só com coisa phyna. O problema é que eram tantas músicas, que resolvi listar tudo de velho que escuto e encaixar esse post, dentro da coluna #BaúPop do PdB. Aqui é ozadia.

"Mas Vitor, que coisa chata essa de curtir música antiga, você vive onde? Você tem 90 anos? Olha as teias, olha a poeira..." 


Keep calm, vem comigo e ~se acha que nasceu na época errada, recorte e cole isto em seu mural~

13. Personal Jesus - Depeche Mode (1989)

Começando com uma das 500 melhores músicas de todos os tempos, segundo o ranking de 2010 da Rolling Stone. Personal Jesus, como disse o próprio Martin Gore, é sobre o que é ser um Jesus para alguém, alguém que te dá esperança e te cuida. Eu gosto mesmo é da batida, e acho que poderia ser tocada na balada sem medo.

12. Ordinary World - Duran Duran (1992)

Um superação song daquelas de chorar porque, bem, I'll learn to surviveeeeeee pode ser traduzido como To na merd* e não sei se vou sair disso aqui tão cedoooooo. Mesmo gostando mais de Save a Prayer, foi com Ordinary World que comecei a gostar de Duran Duran, por isso ela está aqui na listinha. 

11. Is This Love - Whitesnake (1986)
O clipe que já começa com fumaça branca e a namorada do vocalista fazendo as malas enquanto sensualiza (ou sensualizando enquanto faz as malas). É só um adendo à essa música que deveria ser obrigatória na programação diária de qualquer rádio que toque músicas antigas. Is This Love é talvez a melhor love song de todos os tempos. 

10. Maneater - Daryl & Oates (1982)
Vou confessar que descobri essa aqui assistindo à finada série How to Make It In America e, que só depois de um tempo fui perceber que é a mesma banda que canta You Make My Dreams em uma cena de 500 Dias Com Ela. Como não amar? 

9. Drive - The Cars (1984)
Who's gonna drive you home, tonight? Brigou com a(o) namorada(o)? Canta essa aqui, vai. (Não que já tenha funcionado comigo). 

 8. Take In - Mike + The Mechanics (1986)
Sei lá, pra mim essa combina com São Paulo num fim de tarde chuvoso. Quanta nostalgia, adeus!  

7. Roxanne - The Police (1978)  
Rooooooxanne, você não tem que vender o seu corpo para a noite, valeu? Dizem que o Sting se inspirou nas prostitutas que ele viu próximo à um hotel em Paris quando iria se apresentar com o The Police no Nashville Club em 1977, e ainda que o título é referência à uma personagem da peça Cyrano, de Bergerac. Só sei que é legal pra cantar no karaoke depois de uns copos e outros (não que eu já tenha feito isso). 

6. Eyes Without a Face - Billy Idol (1983)  
Os primeiros segundos dessa aqui e você já se sente num túnel do tempo. É sério, até se você tem 15 anos, Eyes Without a Face desperta nostalgia em qualquer um. 

5. Advice for the Young at Heart - Tears For Fears (1989)  
Conselho pra você do ~coração jovem~: você vai ser velhote algum dia, viu? Advice for the Young at Heart é minha música favorita da banda inglesa Tears for Fears, que veio pra São Paulo ano passado e, já encerro por aqui, se não começo a chorar por ter perdido o show. 

4. Let's Dance - David Bowie (1983)  
Provavelmente o tipo de música que sua mãe ouvia de longe no banheiro da balada e saía gritando "sai da frente que essa é minhaaaaaaaa"

3. Shattered Dreams - Johny Hates Jazz (1988) So much for your promiseeeees. Falar de desilusão em 1988 era definitivamente mais classy, né? Saudades de um tempo que não vivi. 

 2. Lovesong - The Cure  
Poderia ouvir The Cure todos os dias que não enjoaria. Ficou difícil escolher a favorita entre tantas boas como Lullaby, Just Like Heaven, Friday I'm in Love... mas Lovesong é aquela declaração de "amor eterno" que você tem que dedicar só pra quem realmente gosta. #dicas #conselhos 

1. There is a Light That Never Goes Out - The Smiths  
Ahhh me leve pra sairrrrrrr, me leve pra qualquer lugar porque eu não ligo. E se um ônibus de dois andares bater na gente, morrer ao seu lado seria um privilégio. Apenas a melhor de todas as músicas já feitas, na verdade Wonderwall, do Oasis (que nem se encaixa nessa playlist) é a melhor, espera, não sei mais ): 


Curtiu esse #BaúPop todo Antena 1/Alpha FM? Faltou alguma? Traduzi alguma letra errada?

Fale com a gerência, porque eu não tô nem aí (mentira, atendemos bem, para atender sempre). Agora clique aqui pra passar o dia mergulhado nos anos 80 com essa playlist empoeirada feita com ombreiras, new balance, wayfares, fitas k7, discos de vinil. E muito amor (e ilegalidade porque tá no Grooveshark)!
Vitor Gomes  
Vitor Gomes, 20 anos, paulistano que agora mora no litoral, está cursando o último ano de Design Gráfico e trabalha como Diretor de Arte. É apaixonado por música antiga, fotografia, design (sério?), café, séries, baladas e barzinhos. Já torceu o nariz para o mainstream, mas perdeu a chatice pela rua. Acha que todo e qualquer momento merece uma trilha sonora e uma foto, talvez por isso não largue do celular.
FacebookTwitter


10 comentários:

Serginho Tavares disse...

eu sou suspeito... AMEI esse post

Leandro Faria disse...

Acho que sou jovem demais rs...
Porque não sou lá muito fã desse som totalmente caracterizado dos anos 80 que, a mim, parece... velho!
Ok, ok, pode me xingar!
rs

Da lista, gosto de umas 3 ou 4, mas acho que mesmo assim elas parecem datadas.

Vitor Gomes disse...

UHAUHAH é como comparar as músicas pop de hoje em dia, a grande maioria com batida dance e um pouquinho de dub-step, vai vendo...

Karenzita disse...

Mb, faltou uma fundamental nessa lista love songs:

http://www.youtube.com/watch?v=k2C5TjS2sh4

But oveeeeer now.

P.S: Amei Is This Love

Vitor Gomes disse...

Verdade ): Faltou mesmo, shame on me. É tanta música que acabei me esquecendo.

Luis P disse...

A escolha dos artistas é sensacional. Mas as músicas, na maioria, são as mais batidas de cada um deles. Acho que praticamente todos eles têm músicas menos conhecidas e bem melhores que essas. Parabéns pelo blog!

Mayara Melessi disse...

Amei, amei, amei...
foi uma epoca gloriosa do rock e do pop com letras melodiosas, parabens e espero o proximo post. rsrs

Vitor Gomes disse...

Thanks Mayara, que bom que curtiu! Ja tem um novo post no forno (;

Vitor Gomes disse...

Valeu pelo feedback Luis! Escolhi as mais famosas (que pra alguns são as mais batidas) e as que eu mais curto, tem um link pra uma playlist no fim do post com algumas mais (:

José Valdecir Orsi disse...

Muito bom.
meu estilo preferido, bons tempos.
segue sugestões (não sei se todas são 80s):

wish i could fly - roxxete
sleeping in my car - roxxete
blue jean - Bowie
china girl - bowie
ask - smiths
never tears us apart - inxs
beautiful girl - inxs
rebel yell - idol
john wayne - idol (demais)
white wedding - idol (guitarra)
call me - blondie
slade to love - bryan ferry
sweet dreams - eurythmics
why - eurythmics
dont stop believe - journey
its my life - talk talk
west end girls - pet shop boys
under pressure - queen bowie
...
existem dezenas de bandas...
abraco

Share