17 de fev de 2013

Glee - 04x14 - I Do





"Deveriam saber que um casamento no Dia dos Namorados é pedir por um desastre. O amor é uma merda." - Quinn Fabrey

Preparativos à todo vapor, convidados na cidade, discursos escritos e todo mundo esperando por um simples e singelo "Sim" que não aconteceu. Por mais irônico que possa parecer, o I Do do título desse décimo quarto episódio de Glee pode se referir à tudo, menos à resposta dada por Emma à Will no tão sonhado dia de seu casamento.

Estava claro, desde o fatídico beijo de Finn em Emma no episódio passado, que as coisas iam acabar desgringolando na cabeça da maluquinha professora com TOC. O beijo pode não ter significado nada (e, pelo visto, não significou mesmo), mas serviu como estopim para as mil dúvidas de Emma quanto as razões desse enlace com Will. Eu realmente não esperava que esse casamento acontecesse e não me surpreendi de ver o desenrolar dessa trama que, como Glee sabe fazer bem, aconteceu logo no início do episódio.


Mas se Will foi largado no altar e Emma fez a noiva em fuga, o que importou realmente nesse episódio foram os casais e a alta explosão de sexualidade à flor da pele de todos eles. Com vai e volta e um verdadeiro mix improvável de atrações, I Do foi sexy na medida e colocou quase todo mundo embaixo dos lençois, aproveitando o clima de amor e sedução no ar. Finn e Rachel, Kurt e Blaine, Santana e Quinn, Artie e Ali (não lembro o nome da personagem, fail!) Marley e Jake, deu liga em todo mundo!

Falando primeiro do que considero sem graça, o casal Marley e Jake me dá uma preguiça. Pode ser por eu realmente torcer por Ryder junto com Marley, mas acho Jake um chatinho sem fim. E essa coisa de não saber o que dar pra namorada no Valentine's Day foi tão insosso. Bem feito que a Marley não deu pra ele! #ProntoFalei Daí vem Ryder e arquiteta as surpresas preferidas para a namorada do amigo, sem conseguir disfarçar o que realmente sente pela garota. O beijo dos dois e a declaração de que fez tudo por ela no final do episódio foi ótimo. Tomara que Marley se decida por ele. 

Por falar em Ryder, vivido por Blake, o vencedor do segundo ano de The Glee Project, é impossível não comentar a participação de Ali, a outra finalista do reality, na série. Como uma cadeirante bitch que se encanta com Artie e acaba na cama ele, a atriz conseguiu seu lugar na série, mostrando que The Glee Project pode ser uma ótima plataforma para diversos atores, mesmo que eles não ganhem o programa. Que o diga Alex e sua Unique (que não deu as caras no episódio, por falar nisso), não é mesmo?


Voltando ao que interessa, o que foi o reencontro de Rachel e Finn? O discurso de Finn para a ex-namorada, de que não importa com quem ela esteja, ambos sabem como isso terminará, com os dois juntos, foi ótimo. Há muito espero por uma atitude agressiva de Finn no que diz respeito aos seus sentimentos e achei muito bom essa postura. Tanto é que ele acabou levando a ex-namorada pra cama, finalmente!

Por falar em cama, Blaine e Kurt também não perderam tempo e partiram com tudo para um flashback em dia de casamento. Aliás, com esse clima no ar, a surpresa foi a transa de Quinn e Santana que, sinceramente, achei ótima. A srta. Fabrey sempre teve problemas com homens e se deu tão mal na vida por causa deles, quem sabe não será nos braços de uma mulher que tudo se resolverá. Como a própria Quinn disse, pode ser apenas uma experiência universitária. Ou, no que depender de Santana, não. Vai saber!

Como clifhanger maior para o próximo episódio, que porra foi aquela do teste de gravidez de Rachel? Claro que se a mocinha estiver grávida não é de Finn (só se ele tiver espermatozóides The Flash), deve ser de Brody. Pelo que vimos, esse relacionamento é puramente baseado no tesão, já que ambos, Rachel e Brody, são bem safadinhos e levam à sério essa história de relacionamento aberto. Mas um filho para Rachel Berry é um problemão para a diva maior de Glee.

O casamento não aconteceu, muita água ainda está por vir nessa temporada e a série entra novamente em hiato. Episódio inéditos agora, só daqui há três semanas, quando Glee volta com o episódio Girls (and Boys) on Film, que contará com a música de número 500 apresentada na série! Confira o promo:


Até lá, gleeks!
Leandro Faria  
Leandro Faria, do Rio de Janeiro, fruto da década de 80, viciado em cultura pop em geral. Como vício bom a gente alimenta e compartilha, estou aqui para falar de cinema, televisão, música, literatura e de tudo mais que possa (ou não) ser relevante. Por isso, puxe a cadeira, se acomode e toma mais um copo, porque papo bom a gente curte é desse jeito!
FacebookTwitter


1 comentários:

Serginho Tavares disse...

Agora que vi, eu posso comentar. Ainda não é um excelente episódio de Glee, talvez estejam guardando munição pros próximos episódios que de fato devem vir bem mais interessantes.
Certas situações foram um tanto forçadas (Rachel grávida? Quinn colando o velcro?) e agora é esperar o próximo!

Share