13 de mar de 2013

Pretty Little Liars - 03x22 - Will The Circle Be Unbroken?




A única vontade que tiver após assistir este episódio foi a de me internar no Radley e esperar essa temporada acabar, porque toda a minha cota de paciência armazenada já está se esgotando. Reflitam!

Ao começar pelas cenas de Spencer internada e fingindo ser o número 001. No mínimo ridículo, afinal, numa cidade daquele tamanho, onde tudo acontece e todos os olhos vêem tudo, seria praticamente impossível ninguém reconhecer uma liar jogada em uma floresta, tampouco em um hospício tão famoso quanto o prestigiado Radley.

E como nada é por acaso, a estadia de Spencer tinha que dar em alguma coisa, portanto, das novidades, a única quentinha deste episódio foi o verdadeiro E.Lamb, dono do crachá que Toby usava nas possíveis missões, como um aliado do Team A. O mais legal foi que o funcionário super simpatizou com a liar e, de repente, começou a contar tudo o que sabia. Coincidência, armação ou Pretty Little Liars?


Com Aria dando tudo de si pelo seu relacionamento com Ezra, Hanna desesperada pela proteção de Ashley e Emily bancando a investigadora, Mona não poderia fazer diferente e foi dar o ar de sua graça em seu antigo lar. As consequências foram poucas, mas a vilã acabou soltando que possuía a maioria das páginas do antigo diário de Alisson e que a loira nunca esteve grávida. Se isso é verdade, não sabemos. Mas só pude pensar mais uma vez sobre o vínculo das liars com Wilden.

Por falar nele, o investigador está bem vivo e muito saudável. É claro que ele não vai dar paz para Hanna e sua mãe tão cedo, mas talvez esse plot renda alguma coisa interessante, já que toda e qualquer história secundária de Pretty Little Liars só tem servido para ocupar o tempo de exibição da série.


Morna. Essa é a única palavra que me vem a cabeça para a temporada se os próximos episódios finais seguirem o mesmo ritmo. Espero que os roteiristas recuperem sua sanidade o mais breve possível e botem a lenha para pegar fogo ou, devo adiantar, a série não vai durar tanto tempo quanto previsto.
Ariadny Theodoro  
Ariadny Theodoro,incansavelmente bipolar e a primeira mulher da trupe do PdB. Apaixonada por literatura, séries de televisão, teatro e fotografia digital, escreve por necessidade de manifestar suas diversas paixões, nem sempre compreendidas pelos demais. Escreve sobre tudo - o bom e o ruim! Afinal, alguém tem de ter a difícil tarefa de alertar ao mundo que nem tudo é sempre bom!
FacebookTwitter
Para receber os artigos do PdB por email e ficar por dentro de tudo que rola em nosso boteco, basta inserir seu contato abaixo e, pronto! Os melhores artigos, servidos de bandeja para você, da maneira mais cômoda e prática da internet:


FeedBurner


0 comentários:

Share