19 de abr de 2013

O Terceiro Travesseiro, de Nelson Luiz de Carvalho





Apesar de não gostar e não me limitar à temática gay quando o quesito são filmes e livros, depois de muitas indicações (muitas mesmo, diga-se de passagem) resolvi ler O Terceiro Travesseiro, do escritor brasileiro Nelson Luiz de Carvalho.

O livro narra a  história de amor avassaladora de Marcus e Renato. E se, à primeira vista, tudo parece ser muito bom, devo adiantar que a primeira impressão não foi a que ficou. Com uma mistura do romance de Crepúsculo e erotismo de True Blood, mas sem as criaturas mágicas e o universo fantástico, no final do livro fiquei com a impressão de que conheci muito mais da vida sexual dos personagens do que de suas respectivas identidades. 

O enredo é envolvente, afinal, trata-se de dois amigos que descobrem-se perdidamente apaixonados um pelo outro e, diferente dos clichês espalhados por aí, o foco principal não está no preconceito sofrido por ambos, tampouco em relações familiares e sociais. Eis que, para apimentar a leitura, uma terceira pessoa se envolve no relacionamento do casal e, ao contrário de um adultério normal, a personagem Beatriz,  responsável pelo papel de plantar a semente da discórdia e deixar os leitores tensos, acaba se tornando menos significante do que uma vírgula.

O livro é curto e a leitura não é cansativa, porém, é escrito de forma imatura e dramática, apelando  para que os leitores se lembrem a cada minuto de que se trata de uma história verídica. Claro, isso seria incrível se tivesse sido bem aproveitado e sem ter seguido o ritmo de novela onde tudo acontece no último capítulo. 

Mas, devo confessar que entre sanduíche de esperma e sexo grupal, eu ainda fico com o quarto da dor de Cinquenta Tons de Cinza
Ariadny Theodoro  
Ariadny Theodoro,incansavelmente bipolar e a primeira mulher da trupe do PdB. Apaixonada por literatura, séries de televisão, teatro e fotografia digital, escreve por necessidade de manifestar suas diversas paixões, nem sempre compreendidas pelos demais. Escreve sobre tudo - o bom e o ruim! Afinal, alguém tem de ter a difícil tarefa de alertar ao mundo que nem tudo é sempre bom!
FacebookTwitter

3 comentários:

Leandro Faria disse...

Li O Terceiro Travesseiro anos atrás e, confesso, me decepcionei tanto!
Era tanto hype em cima da história que, quando li, me perguntei: jura que a porra desse livro é apenas isso mesmo?
A história é boba, pueril e altamente esquecível. E até hoje me lembro (com nojo) do tal sanduiche de esperma que me pareceu um esforço desesperado de um autor que não sabia o que escrever.
Não sei o motivo do livro ter tantos admiradores. Me pergunto, por vezes, se as pessoas realmente não sabem o que é efetivamente bom.
Adorei a resenha!
Bjos

Alexandre Lavrador disse...

Você gostaria de receber milhares de visitas no seu Blog ou Site todos os dias?
Conheça WWW.DIVULGABLOGSITE.COM
Uma ideia simples porém genial!
Um muro onde você cola nele o Banner do seu Blog
ou
Cola o nosso Banner na sua área de parceiros e aparece de graça automaticamente listado na página segundaria: divulgablogsite.com/referrer.php (a segunda página de maior visita do site)
Recebemos uma média de 7 milhões de visitas diárias no muro!
Mais de 400 Blogs já colaram nosso Banner, grave sua marca neste muro e faça parte da história da internet brasileira.




Would you like to receive thousands of hits on your blog or website every day?
Meet WWW.DIVULGABLOGSITE.COM
A simple but brilliant idea!
A wall where you paste it to your Blog Banner


O único site totalmente gratuito especializado em promover encontros infiéis entre casados Trair.tk , apoia esta ideia.

Carlos Monteiro disse...

“O silêncio da morte é enorme. O do meu coração, maior ainda.”

Está no ar, a resenha do livro - "O Terceiro Travesseiro", um romance transcendental entre dois jovens meninos...
Vejam no link abaixo...
[http://is.gd/ZOX8mv]

Share