9 de abr de 2013

Pop Shows: The Cure em São Paulo





Todo mundo conhece uma mesma banda de maneiras completamente diferentes. Por indicações de amigos, ouvindo no rádio, desde criança influenciado pelos pais ou até mesmo por uma série, que foi o meu caso específico com essa, assistindo One Tree Hill.

Me lembro muito bem da cena: Peyton (Hilarie Burton) deitada com Lucas (Chad Michael Murray) em cima do capô de seu Mercury Comet e, de fundo, Pictures of You tocando. Foi amor do começo ao fim, senti que precisava ouvir a discografia inteira, um sentimento que até então nunca tive com nenhuma outra banda.


Desde então, The Cure, além de uma de minhas bandas favoritas, vem sendo trilha sonora de vários momentos da minha vida. Por isso, ter a oportunidade de assisti-los tão de perto em São Paulo foi uma experiência tão profunda que fica difícil traduzir em palavras.

Lovesong, Pictures of You e Trust foram as músicas mais emocionantes da noite enquanto Friday I'm in Love, Doing the Unstuck e Why Can't I Be You fizeram a plateia explodir. Robert Smith fez suas dancinhas inúmeras vezes, o que com certeza mostrou o quão estava animado com o público, diferentemente do que alguns portais de notícias comentaram nos últimos dias.


Mais de 3 horas de show, 40 músicas (das quais você pode ver aqui) e o sentimento de estar em outro nível, elevado espiritualmente a cada minuto do show. Essa declaração pode até parecer algo forçado e, por mim, tudo bem, afinal, tenho certeza que meus "amigos de fila" e eu saímos totalmente extasiados da Arena Anhembi.

6 de Abril de 2013, um dia para ficar gravado na (minha) memória.
Vitor Gomes  
Vitor Gomes, 20 anos, paulistano que agora mora no litoral, está cursando o último ano de Design Gráfico e trabalha como Diretor de Arte. É apaixonado por música antiga, fotografia, design (sério?), café, séries, baladas e barzinhos. Já torceu o nariz para o mainstream, mas perdeu a chatice pela rua. Acha que todo e qualquer momento merece uma trilha sonora e uma foto, talvez por isso não largue do celular.
FacebookTwitter


1 comentários:

Anna Costa disse...

Vitor, eu saí de Rondônia pra assistir esse show no Rio de Janeiro, imagina como fiquei extasiada de poder ver de perto esses caras. Suas fotos ficaram ótimas. :)

Share