16 de mar de 2014

Glee - 05x11 - City Of Angels





Depois de um retorno (bem) fraco e um episódio abaixo do mediano, parece que Glee finalmente voltou aos trilhos. Com City Of Angels, tivemos um episódio que, se não foi excelente, foi emocionante na medida certa, preparando o terreno para um dos mais aguardados episódios da série, o de número 100, a ser exibido nessa semana nos EUA.

Também, era difícil errar a mão aqui. Desde que a série começou, os episódios de competição são os mais interessantes de Glee. Mesmo com a "mudança" de vários personagens e com os menos interessantes ficando no McKinley, é difícil não curtir as competições de corais, já que a adrenalina sempre corre solta e a gente nunca tem certeza do que pode ou não acontecer.

A sacada de gênio de City Of Angels foi fazer do episódio mais uma homenagem à Finn (Corey Monteith). Afinal, é impossível esquecer que Finn fazia de tudo por esse grupo de amigos e estava pessoalmente envolvido em treiná-los para as Nacionais. Transformar a apresentação do New Directions e uma grande homenagem ao personagem, com o grupo cantando suas músicas preferidas, foi certeiro e bastante emocionante. Acrescente a isso a participação de Burt e Carol, a mãe e o padrasto de Finn, e a receita para um bom episódio não tinha como desandar.


Foi bom também ver Sam deixando de ser um completo panaca para assumir uma postura de "líder" do grupo. Eu gostava do personagem, mas como é comum em Glee, ele havia se perdido há tempos. Jogar para ele a responsabilidade de ser a força agregadora do New Directions foi bom e o fez ficar até mesmo mais simpático.

Fora que é sempre ótimo ver Mercedes, que apareceu aqui como uma cantora em ascensão. Eu via a nova história da personagem e pensava: "putz, como esse McKinley é bom em produzir estrelas, né?". Já havíamos visto em Frenemies o comentário de como uma só escola poderia produzir uma Rachel e uma Santana. Pois é, meus caros, esse mesmo colégio produziu também uma Mercedes.

Enfrentando o Throat Explosion, os competidores a ser vencidos da vez, o New Directions ficaram em segundo lugar nas Nacionais, em um resultado claramente injusto. A apresentação dos meninos do McKinley, cheia de emoção com as músicas More Than a Feeling, America e I Still Haven't Found What I'm Lookin For, foi claramente superior ao apresentado por seus rivais. Mas essa derrota, certamente, serviu para que o centésimo episódio, que promete MUITO, fosse desenhado.

Pela primeira vez na história da série, Sue Sylvester tem um motivo real para cancelar o Glee Club. E é esse cancelamento que deverá reunir em Ohio todos os personagens da série, em uma comemoração pelo centésimo episódio que vai dar o que falar.



Pela primeira vez nesse retorno de Glee eu estou ansioso. E vocês?
E você, curtiu o Pop de Botequim e quer colaborar com a gente? Se gosta de cultura pop, aprecia escrever e quer ser lido, não perca tempo e mande já um email pra gente! Vai ser um prazer ter você em nosso botequim! Entre em contato já e saiba como participar! Aguardamos seu contato através do nosso email: popdebotequim@gmail.com

Leandro Faria  
Leandro Faria, do Rio de Janeiro, fruto da década de 80, viciado em cultura pop em geral. Como vício bom a gente alimenta e compartilha, estou aqui para falar de cinema, televisão, música, literatura e de tudo mais que possa (ou não) ser relevante. Por isso, puxe a cadeira, se acomode e toma mais um copo, porque papo bom a gente curte é desse jeito!
FacebookTwitter

0 comentários:

Share