15 de mar de 2014

Veronica Mars - O Filme, de Rob Thomas





Veronica Mars é uma produção que entrou para a história da televisão. Exibida entre 2004 e 2007, a série nunca foi uma campeã de audiência e, durante suas três temporadas, sempre correu risco de ser cancelada a qualquer momento, o que aconteceu ao fim de seu terceiro ano. Entretanto, a série acabou se tornando cult e foi aumentando sua base de fãs com o passar do tempo. Fãs esses que desejavam a todo o custo que aquela história, interrompida abruptamente e sem um fechamento digno, voltasse ao ar de alguma forma. O que finalmente aconteceu graças a um trabalho heróico de seu criador, Rob Thomas, atores e, principalmente, dos fãs.

Veronica Mars: O Filme (Veronica Mars, no original) é, certamente, o mais bem sucedido exemplo de crowdfunding, o financiamento coletivo, da indústria audiovisual. Lançado no site KickStarter, a campanha de arrecadação de dinheiro para a produção de um filme baseado na série arrecadou impressionantes US$ 5.702.153 (cinco milhões, setecentos e dois mil, cento e cinquenta e três dólares), que proporcionaram a realização de um sonho coletivo e da produção de um trabalho que foi agora disponibilizado ao público. É um sonho que se torna realidade, literalmente pela força de vontade de quem sonhou.

Feito para os fãs, o filme agradará principalmente a eles. Muitos podem, inclusive, reclamar que falta um pouco mais de explicação para quem não conhece nada da história de Veronica, mas, sinceramente, quem se importa? É claro que um filme deve se segurar por si mesmo (e Veronica Mars faz isso, desde que o público, acostumado a tudo mastigado, se esforce um pouquinho e pense por si só), mas uma obra como essa deve ser também uma ode à série que o originou. E o longa é exatamente isso: um deleite para quem acompanhou Veronica e companhia por três temporadas e passou outros sete anos imaginando o que poderia ter acontecido com esses personagens.

Vivendo em Nova York, formada em psicologia e em direito, Veronica aparentemente deixou de lado sua antiga vida em Neptune. Os tempos em que desvendava crimes diversos ficou no passado, assim como seu envolvimento com Logan, já que vemos Veronica em um estável relacionamento com Piz. Dessa forma, perguntas que ficaram em aberto na season finale de Veronica Mars são respondidas e vamos nos familiarizando com a nova vida da personagem.

Na Big Apple, Veronica tenta uma vaga de advogada em um grande companhia, mas se vê tendo de voltar a Neptune quando Logan é acusado do assassinato de sua então namorada. É uma volta ao passado no filme, com direito a um desfile de personagens que aprendemos a amar durante as três temporadas da série, quando um reencontro de turma acontece dez anos depois do fim do high school e Veronica se vê no meio de toda essa história.

O roteiro é aquilo que a série sempre apresentou, com uma boa história de suspense, tiradas de fina ironia de Veronica e uma trama que prende ao espectador desde o início. Rob Thomas faz bem o seu trabalho, dando aos fãs aquilo que eles esperavam, ao mesmo tempo que os "não iniciados", ou seja, aqueles que nunca viram nada antes de Veronica Mars, poderão mergulhar nesse universo que fascina pessoas há tantos anos.


E o elenco, putz, que delícia! Como é bom ver Kristen Bell (Veronica), Jason Dohring (Logan), Chris Lowell (Piz), Enrico Colantoni (Keith Mars), Francis Capra (Weevil), Percy Daggs III (Wallace), Tina Majorino (Mac), Ryan Hansen (Dick) e vários atores da série no filme. Fora as luxuosas participações de Jamie Lee Curtis e James Franco no longa, que são como uma cereja no bolo de um elenco tão afinado.

Com o orçamento (baixo) de um pouco mais de cinco milhões de dólares, Rob Thomas conseguiu fazer o filme que queria, direcionado para os fãs, sem deixar de lado a qualidade técnica e tudo aquilo que os fãs de Veronica Mars esperavam dessa produção. É realmente um exemplo bem sucedido de parceria entre público e produtores, quando ambos querem efetivamente contar uma história.

Disponibilizado diretamente ao público (via iTunes, Google Play e em diversos links pela internet da vida), o sucesso da empreitada bem que poderia render uma nova temporada da série, não é mesmo? Afinal, se até mesmo o retorno de uma merda chamada Heroes foi anunciado e com o aumento de produções diretamente para o Netflix ganhando cada vez mais volume, por que não se pensar no retorno de uma das mais inteligentes e amadas séries de tanta gente, como Veronica Mars? #FicaDica

Mas, especulações à parte, é inegável e indiscutível: ter Veronica Mars de volta, em um filme mais do que desejado, é um super presente que todo fã (e qualquer amante de boas histórias) deve apreciar e aproveitar. 
E você, curtiu o Pop de Botequim e quer colaborar com a gente? Se gosta de cultura pop, aprecia escrever e quer ser lido, não perca tempo e mande já um email pra gente! Vai ser um prazer ter você em nosso botequim! Entre em contato já e saiba como participar! Aguardamos seu contato através do nosso email: popdebotequim@gmail.com

Leandro Faria  
Leandro Faria, do Rio de Janeiro, fruto da década de 80, viciado em cultura pop em geral. Como vício bom a gente alimenta e compartilha, estou aqui para falar de cinema, televisão, música, literatura e de tudo mais que possa (ou não) ser relevante. Por isso, puxe a cadeira, se acomode e toma mais um copo, porque papo bom a gente curte é desse jeito!
FacebookTwitter

0 comentários:

Share