2 de abr de 2014

Primeiras Impressões: Believe




Como promover uma série na atualidade, com tantos bons programas sendo produzidos? A resposta é fácil: associe o nome do ganhador do Oscar Alfonso Cuarón e do mago da ficção J.J. Abrams. Foi assim que Believe, que estreou por aqui em março pela Warner Channel, foi promovida.

Believe narra à história de Bo (Johnny Sequoyah), uma menina que nasce com poderes especiais, que ainda não consegue controlar ou até mesmo entender. Bo é caçada e, portanto, deve ser protegida. É aí que entra Tate (Jake McLaughlin), a pessoa encarregada pela proteção de Bo.

Tate é “financiado” por uma organização pacifista, que tem Winter (Delroy Lindo) como líder. Digo pacifista, pois essa organização, que tem ainda Channing (Jamie Chung) como membro, não usa armas de fogo e mesmo assim entrega a responsabilidade de cuidar de Bo a um ex-presidiário. 

Bo é perseguida pelo cientista e humanitário Skouras (Kyle MacLachlan), que deseja usar a menina como arma.


A premissa básica da narrativa é esta, e não adiciona algo novo em seu contexto, entretanto tem potencial se o roteiro for bem trabalhado. O que realmente chamou a atenção em toda a sua divulgação foi justamente os nomes de Alfonso Cuarón e J.J. Abrams.

O primeiro assina como um dos criadores da série e o outro como produtor executivo, mas é difícil acreditar em seus envolvimentos. Afirmo isso por alguns motivos simples: o piloto nos apresenta um roteiro cheio de clichês, como Bo usando seus poderes para ajudar os necessitados em sua jornada de fugas; e a forma como Tate, aos poucos, se encanta pela garota, mesmo ele sendo um criminoso solitário que não se importa com ninguém. 

Believe gerou muito expectativa entre os fãs de J.J. e Cuarón, ainda mais depois do belíssimo trabalho de Cuarón em Gravidade. O fato, entretanto, é que a serie tem sim potencial, mas vai ter que melhorar muito para ganhar o coração da audiência, já que  nem mesmo o fato de Tate ser pai da menina foi uma surpresa.

Resta-nos esperar que série tenha uma melhora gradativa e, talvez, um envolvimento mais participativo de Cuarón e Abrams.
E você, curtiu o Pop de Botequim e quer colaborar com a gente? Se gosta de cultura pop, aprecia escrever e quer ser lido, não perca tempo e mande já um email pra gente! Vai ser um prazer ter você em nosso botequim! Entre em contato já e saiba como participar! Aguardamos seu contato através do nosso email: popdebotequim@gmail.com

Leandro Faria  
Artur Lima: aficionado por cinema, música, seriados e livros, não nesta ordem, apaixonado por dias frios e chá. Estudante de Comunicação Social, acha que sabe de tudo e sonha em trabalhar com cinema.
FacebookTwitter

4 comentários:

Rafael mendes de carvalho disse...

nao consigo ler o texto , deveria tomar mais cuidado com a cor da fonte e fundo

adm disse...

série é bem legal já sou fan

RONALDO disse...

Tem um livro do Stephen King, chamado a "Incendiária", o argumento é o mesmo. Um pai protegendo a filha que tem poderes de perseguidores.

Yuri Mochizuki disse...

Caramba.. vc já vai dar um spoiler na cara falando que a menina é filha do cara? vsf

Share