14 de abr de 2014

#VergonhaAlheia - Ano II - #01





Alô galera, beleza? Sim, a #VergonhaAlheia, coluna mais bafônica aqui do Pop de Botequim está de volta depois de uma pausa sabática. E eu, Glauco Damasceno, satisfação, chego no comando dessa delícia cheia de desgostos e decepções.

Sem mais delongas, vamos à minha estreia aqui no PdB, porque eu queria novos desafios e acho que aqui poderei me divertir e divertí-los. Que venham as vergonhas! Alheias, é claro!

E quer decepção maior do que televisão em dia de domingo? Não, certo? Principalmente se for a TV aberta, porque aí é que azeda o frango mesmo. Eu tô falando do Passa ou Repassa, "quadro" do programa Domingo Legal, do SBT, gente, o que é aquilo?


O de ontem teve a participação de famosos. Foi tanto famoso desconhecido que fiquei perdido, sério! Uns comediantes bem pé de chinelo, aquelas piadas que ninguém ri e que fazem a gente levantar os braços pro céu e pedir pra Deus levar a gente o mais rápido possível. Não sei o que foi pior, os cosplays de Emília (com barba!), Zacarias, Sérgio Malandro ou Gominho vestindo uma cortina e com o cabelo parecendo o do Carlinhos Brown. Teve também muita mulher com pouca roupa. Claro, ou 'ceis acham que os cosplays e o Yudi bad boy iam dar ibope? Nunca! Nem eles e nem o anão de terno que era uma versão minicraque do Léo Lins (que tava com uma gravata amarela que, pelo amor de Zeus, meu filho! Que ideia foi essa?).

E Tati Minerato? E Tati Minerato?! Não satisfeita em fazer vergonha com sua estrela tatuada no ombro, a gata resolve jogar uma “piada” que fizeram no Facebook dia desses. Pra quem não viu, a desgraça foi essa: “Se Deus não olhar por ti, que o Celso por ti olhe.”. Entenderam? Escorreu uma lágrima de decepção aí também? E ninguém riu, o que ficou ainda mais feio!

Feio também ficou a Odalisca. Senti a falta do gingado e do rebolado. Meu bem, pra fazer cosplay tem que saber, não dá pra enrolar, poxa vida. Mas uma coisa salvou: os assistentes de palco, especialmente o do tipo azul (da Mulher Melão, que disse que o nome do macho da abelha é abelha!). Pelo menos a gente tem esse incentivo pra ver o programa, certo? Foi um festival de decepções, de gente desconhecida, anão de terno, enfim, um caos.


Por falar em caos... Claro que eu não poderia deixar de comentar sobre a "música" (entre muitas aspas) We Are One (Ole Ola), que será o tema da Copa do Mundo. Sabem que até agora eu não entendi o que foi aquilo? Juro pra vocês! Pitbull desconexo, JLO desarranjada e Cláudia Leitte avulsa no fim da música. Ficou parecendo música de boate gay fim de carreira, sabe? O triste é que nem pra bater cabelo dá porque o ritmo é estranho pra caramba.



Poxa galera, por que não colocar uma música cheia de batuque, swing, simpatia, com gente feliz e de bem com a vida? Era só chamar o pessoal do Esquenta e tava tudo certo, eles iam resolver essa parada. Regina Casé ia sambar com suas roupas floridas e seu microfone ofuscante, com certeza teria dado um resultado bem interessante. Já pensaram? Uma coreografia bem ao estilo Carmem Miranda, com todos eles usando frutas na cabeça, de braços abertos balançando o peito bem felizes? Bem Brasil mesmo!

Outra coisa: Cláudia Leitte não aparece na descrição da música. Sempre que falam da música eles dizem “Pitbull feat Jennifer Lopez.”. Que “prestígio”... Garanto que se tivessem colocado Valesca Popozuda pra cantar, até o Obama teria aprendido a letra e a rebolar, porque falou em Valesca falou em rebolado e bate cabelo, correto? Mas eu já estava de prontidão pra levantar a plaquinha de “Eu já sabia!”, porque gente, venhamos e convenhamos, é Brasil, é mistura, é coisa bem feita às pressas mesmo.


E por falar em "música" (ainda entre muitas aspas), as meninas do Bonde das Maravilhas (que até hoje eu não entendi o porquê desse nome) lançaram clipe novo, gente, da música Alonga e Rebola (Academia das Maravilhas). Mas foi bem estranho, sabe? 

Primeiro: o look. Todo errado! Não sou fashionista nem nada, mas até eu sei que aquilo não é roupa pra se usar em academia, poxa vida.

Tudo bem, a música é sobre malhação, aí cabia a roupa de lycra e o tênis, mas o meião foi o que matou. Preferi o look do clipe do Quadradinho de Oito (não que eu ouça, mas eu tive que pesquisar, né?). Estavam bem arrumadinhas, roupas casuais, nada que fizesse os nossos olhos sangrarem.



Segundo: a coreografia. Bem sem sal, parecendo um clipe do PSY, sabe? Daqueles que a coreógrafa ficou com preguiça de bolar algo elaborado aí disse “Vai gente, gira pro lado, gira pro outro, faz a odalisca e ta tudo certo!”. Vai ver foi inspirada na Inês Brasil, né gente? Cabeça pro lado, corpinho pro outro.

Por último: qual a relação entre as imagens da comunidade e a academia? Geeente, o clipe tá bem a cara de We Are One, não diz nada com nada e ficou bem estranho. Estamos esperando um clipe melhor da próxima vez, viu meninas? Quero muito rebolado, muito gestinho com a mão, e por favor, melhorem o guarda-roupa porque tá #TodoCagado!

E é isso aí, meu povo! Vou ficando por aqui porque tudo isso foi demais pro meu espírito e eu tenho que me recuperar pra voltar na próxima segunda-feira pra gente chorar junto das vergonhas que esse povo causa na gente. Porque agora você já pode anotar: segunda-feira é meu dia aqui no PdB lamentando e debochando de tudo e de todos. Aguardem e confiem!

Até a próxima, fui!

Leia Também:
    Leandro Faria  
    Glauco Damasceno, um espírito livre, observador do tempo, da vida e das muitas timelines da web. Sonha em ter muito dinheiro pra poder cair no mundo, aprender tudo o que puder. Acredita que jazz, blues, soul, pop, samba, pagode e erudito sejam as trilhas sonoras perfeitas para a vida que leva
    FacebookTwitter

5 comentários:

Dan Artimos disse...

Simplesmente chorando com a imagem da Milk voadora... Sucesso rapaz

Janaina Alves disse...

Vergonha alheia records = Cláudia Leitte

Márcio Lourenço disse...

Confesso que fiquei com uma enorme pena da Milk ... inicialmente ela foi apedrejada por ser a brasileira escolhida para cantar a música tema da copa e depois por ela muito mal cantar . #tenso #13seg #milkfail

Eronides Muniz De Freitas disse...

Já faz muito anos que não perco assisti a televisão aberto,só assisto televisão a cabo,tem mais programas e filmes e seriados otimo.

Mariana Freire Cabral disse...

Bonde das maravilhas >>>>> música da Copa

Share