27 de jun de 2014

Anjo Caído, de Daniel Silva





Anjo Caído, do autor Daniel Silva, é o décimo segundo livro de uma série que tem como protagonista o agente da Inteligência Israelense Gabriel Allon e foi o primeiro livro do autor que eu li. E eu não vou dizer aqui pra vocês não julgarem um livro pela capa, mas sim pra não julgarem um livro por seu começo. Vocês vão entender.

No enredo, após quase morrer em sua última missão, Gabriel resolve se aposentar e se esconde no Vaticano, trabalhando como restaurador de obras de arte, outra de suas muitas habilidades. Porém uma vez espião, sempre espião.

Gabriel é atraído para o mundo da investigação e espionagem quando Cláudia Andreatti, curadora de arte aparece morta na Basílica de São Pedro, vítima de assassinato. A pedido do próprio Papa, o amigo de Gabriel e secretário de Sua Santidade, Luigi Donati pede para o agente assumir o caso, o que deixa Gabriel com o pé atrás, já que o acordo era: para ficar no Vaticano ele deveria se manter na linha, sem perseguições, sem espionagem, sem nada que ameaçasse o lugar. Mas como negar um pedido do próprio Papa? Não se nega, Gabriel sabia disso, então resolve assumir o caso.

Só que nada é o que parece ser. O que parecia ser um simples caso comum de assassinato, levou o espião a lugares como Alemanha, Suíça, Viena  e Israel, sua terra natal, para evitar que uma tragédia ainda maior acontecesse. Mas o que Cláudia descobriu? O quão sigilosa era a informação, a ponto de ter sido assassinada? Sabe-se apenas que era algo que ligava o comércio ilegal de antiguidades atuante no Vaticano a uma organização criminosa que arquitetava um ataque em larga escala que mudaria o mundo.

Por que eu disse pra não julgarem o livro pelo começo? Porque o começo é sim um tanto quanto maçante, não vou mentir, porém a trama fica mais empolgante a partir da segunda parte. Pra quem gosta de espionagem como eu, vai achar interessante a equipe de Gabriel se reunindo outra vez, os códigos, a forma como as informações vão surgindo e se encontrando, tudo muito bem elaborado. E mais, tem o drama entre Gabriel e Chiara, sua esposa também espiã, que anseia desesperadamente que Gabriel abandone o mundo da espionagem e sossegue em um canto para, enfim, viverem em paz.

Anjo Caído é um livro que deve ser lido, tanto pela espionagem, quanto pelos lugares que o autor nos faz visitar, mesmo que indiretamente.

Anjo Caído
Autor: Daniel Silva
Páginas: 272
Editora: Arqueiro

Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, um espírito livre, observador do tempo, da vida e das muitas timelines da web. Sonha em ter muito dinheiro pra poder cair no mundo, aprender tudo o que puder. Acredita que jazz, blues, soul, pop, samba, pagode e erudito sejam as trilhas sonoras perfeitas para a vida que leva
FacebookTwitter

0 comentários:

Share