11 de jun de 2014

Primeiras Impressões: Penny Dreadful




A era vitoriana sempre foi um período bastante retratado em obras de literatura e em adaptações cinematográficas. Agora, esse período é explorado em Penny Dreadful, nova série de terror psicossexual da rede de televisão Showtime. 

A serie estreou por aqui no mês de maio pela HBO e, pelo que vi no piloto, Penny Dreadful tem tudo para figurar nas telas por muito tempo. Com uma trama envolvente e roteiro bem caprichado, a série prende o telespectador e, por isso, a Showtime aposta alto na produção, como podemos ver pelo elenco que compõe a série, composto por Josh Hartnett (Sin City - A Cidade do Pecado), Timothy Dalton (James Bond dos anos 80) e Eva Green (007 Casino Royale).

No início da trama somos apresentados a Ethan Chandler (Josh Hartnett), um ator americano que viaja com sua “trupe circense” itinerante pelos países afora. Logo percebemos que Ethan tem algo a mais e, com uma habilidade excepcional no manuseio de armas de fogo, seu espetáculo se baseia justamente no seu ponto forte. Lá ele é observado por Vanessa Ives (Eva Green), uma mulher coberta por vários mistérios (que aparece logo no início do episódio, rezando Ave Maria com aranhas andando na sua mão). Vanessa convence Ethan a realizar um trabalho noturno para ela e para o Sir. Malcolm Murray (Timothy Dalton), um explorador do continente africano que está em busca de sua filha, que foi sequestrada por uma criatura.

A ambientação impecável das ruas de Londres, dos cômodos das casas e clubes, como também os figurinos austeros, as maquiagens modestas e os efeitos visuais super bem feitos impressionam. Já que a trama de Penny Dreadful possui, em sua maioria, elementos místicos e fantásticos, é essencial que a série invista nos pequenos detalhes para soar legítima e fazer com que o público embarque na história.


Neste episódio piloto, a série apresentou versatilidade sem cair em clichês ou recorrer a cenas de ação ou terror desvairado. A argumentação que sustenta a trama é perfeita e deixa o publico curioso e sedento por mais. Eva Green rouba a cena no decorrer do episódio; sua atuação segura e na medida certa se destacam. Timothy Dalton se mostra confortável em seu personagem, assim como Josh Hartnett.

Aqueles que gostam de uma boa série de terror e suspense vão se sentir em casa com Penny Dreadful, que mostrará personagens clássicos da era Vitoriana, tais como Dorian Gray, Conde Drácula e Doutor Frankenstein.

A primeira temporada contará com oito episódios e há rumores de que a serie já foi renovada para a segunda temporada. Torcemos para que isso seja verdade, pois Penny Dreadful é simplesmente sensacional e tem muito a oferecer.

Leandro Faria  
Artur Lima: aficionado por cinema, música, seriados e livros, não nesta ordem, apaixonado por dias frios e chá. Estudante de Comunicação Social, acha que sabe de tudo e sonha em trabalhar com cinema.
FacebookTwitter

1 comentários:

sofia martínez disse...

Um dos elementos que eu gosto de Penny Dreadful é tanto atmosfera visual e musical, a verdade é espetacular. Eu gosto deste programa muito e embora eu quase nunca temer perdê-la.

Share