23 de jun de 2014

#VergonhaAlheia - Ano II - #09




Bem amigos do Pop de Botequim, começamos agora mais uma #VergonhaAlheia! E sim, eu usei esse trocadilho péssimo porque hoje tem jogo!

Olha, tem jogo, tem Copa, mas não teve Aécio Neves na sessão de fotos. O que? Não soube? Pois eu te conto. O candidato à presidência esteve numa convenção do PSDB em São Paulo na segunda-feira passada pra confirmar seu nome na corrida pelo governo do país. Até aí tudo bem. Acontece que o povo que compareceu à convenção não conseguiu realizar o sonho de suas vidas: o de tirar uma foto ao lado do ex-governador. Mas Aécio não deixou ninguém desamparado e mandou fazer vários bonecos de papelão (isso mesmo) dele, com um sorriso no rosto, a mão no ombro e tudo mais.  Confira:




Poxa vida, hein Aécio, que papelão (podem me xingar pelas piadas ruins, eu sei que to merecendo). E a gente achando que a Avril Lavigne fez feio em não deixar os fãs encostarem nela... Agora me diz, criatura, como você espera ganhar fazendo uma coisa dessas? 

Tem que fazer igual ao Serra: andar de skate, entrar no meio do povão. Tudo bem que era tudo politicagem, mas ainda assim, o povo adora uma boa mentira. Mas, se  a gente olhar por esse lado, o Aécio tá sendo bem verdadeiro, viu? Deixou os bonecos de papelão justamente pra mandar a mensagem certa: contato físico transmite pobreza! Tá aí, gostei, acho que ele tem boas chances de ganhar!

Agora fala pra mim: já se inscreveu pra terceira edição do The Voice Brasil? Não?! Pois a nossa presidenta, Dilma Rousseff já! (como estamos políticos hoje, não?)

Gente, eu tive vontade de furar os meus ouvidos quando ouvi isso, sério! Vou contar pra vocês: os chefes de Estado estavam lá, almoçando tranquilamente, colocando salgadinhos no bolso, tirando fotos pra postar no Instagram e tal, quando de repente, Dilma se lembra: "É aniversário do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon! O que eu faço?!". E fez o que toda pessoa sensata, que não sabe cantar e muito menos sabe inglês, faria: cantou Happy Birthday pro cara! E ainda convocou todo mundo pra cantar junto, cada um em seu idioma. 

Meu Deus do céu, Dilma, o que deu em você? Daqui a pouco tá fazendo parceria com Nana Gouvea!  Faz mais isso não, meu bem, sério! Enfim, confiram o "cântico presidencial" (segundo a VEJA, HAHAHA)



Recuperados do fiasco cantante de Dilma, pergunto: quem aí conhece a atriz holandesa Nicolette Van Dam? Alguém? Ninguém? Pois é, ninguém conhece essa maluca, então ela resolveu mudar esse status, afinal ela é uma atriz E embaixadora da UNICEF, precisa ser conhecida. Cata a foto da bonita:




Só que ela fez foi uma bela de uma cagada. Pegou uma montagem de dois jogadores da  Colômbia (Radamel Falcão e James Rodriguez) cheirando cocaína no campo de futebol e postou em seu Twitter. Observem:



O tweet ainda teve 400 retuítes e 162 favoritos, provando que tem bastante gente sem cérebro nesse mundo. A atriz, agora conhecida como maluca e preconceituosa, se demitiu do cargo e pede suas mais sinceras desculpas.

Claro, imagina, né? Péssimo, Nicolette! Tava querendo aparecer? Era só mandar uma cartinha pro Luciano Huck, ele te ajudava, ele ajuda tanta gente...

E teve mais coisa, viu gente? Teve Andressa Urach (sempre ela, sócia da coluna) foi expulsa do treino da Espanha; teve o fio dental para homens que promete ser a nova sensação do verão (tomara que não); teve Meu Pedacinho de Chão sendo chamada de Meu Ibopinho no Chão nos bastidores porque tá mal das pernas; teve pai revoltado espancando ator global na festa de quinze anos da filha, matando a filha e todo o resto de vergonha. Teve de tudo um pouco, mas vocês já sabem: não cabe tudo aqui, infelizmente.

Portanto, vou  indo nessa porque o jogo começa daqui a pouco e eu já to pronto pra beber, digo, torcer muito!

Juízo, hein! (mentira, podem aprontar, tá tendo Copa!). Mas se fizerem vergonha alheia, vão parar aqui, entendidos?

Beijo na alma, galerinha!

Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, um espírito livre, observador do tempo, da vida e das muitas timelines da web. Sonha em ter muito dinheiro pra poder cair no mundo, aprender tudo o que puder. Acredita que jazz, blues, soul, pop, samba, pagode e erudito sejam as trilhas sonoras perfeitas para a vida que leva
FacebookTwitter

0 comentários:

Share