31 de jul de 2014

Cartas de Amor aos Mortos, de Ava Dellaira



Quem nunca sonhou em se comunicar com os próprios ídolos? Apesar da internet facilitar essa aproximação, infelizmente, ainda não há uma invenção que possibilite que nos comuniquemos com pessoas mortas mas, isso não é um problema para Laurel, uma garota de quinze anos que passa a escrever cartas para seus ídolos mortos, como Kurt Cobain, Amy Winehouse e Elizabeth Bishop, entre outros artistas que marcaram gerações e revolucionaram suas respectivas áreas.

Depois da morte de May, irmã mais velha de Laurel, a garota resolve recomeçar a sua vida e, apesar de possuir muitos fantasmas do passado e uma família despedaçada, a personagem se esforça para encontrar sua própria identidade e finalmente se sentir em paz.

Entretanto, apesar do novo endereço, colégio e amigos, Laurel não consegue resgatar a vida que levava antes da morte de sua irmã e, cada vez mais, se permite afundar nas lembranças de um passado nem tão distante.

Com personagens como o misterioso Sky, que desempenha o papel de galã, Tia Amy sendo aquela parente que todo mundo tem, e as amigas Natalie e Hanna, que possuem uma história secundária que provavelmente poderia dar outro livro, Ava Dellaira acerta em cheio ao dosar a medida certa de drama e romance que resultam em um desfecho incrível.

A principio, só me interessei em começar a leitura pelo fato de possuir ligação com um dos meus cantores favoritos, Kurt Cobain, mas, aos poucos, o que pareceu ser uma ficção adolescente melodramática se transforma em uma história profunda que prende o leitor do início ao fim: Qual é o verdadeiro segredo escondido pela personagem?

Aos que estão cansados de histórias juvenis sobre vampiros, lobisomens e outros seres inanimados, Carta de Amor aos Mortos é uma das melhores opções atuais em quesitos como envolvimento e qualidade.

Além da narrativa ser extremamente atrativa, o livro ainda resgata lembranças dos maiores ídolos mundiais. Quem gosta da voz inesquecível de Janis Joplin, da trajetória polêmica de Amy Winehouse e das poesias marcantes de Elizabeth Bishop vai se deliciar com as cartas de Laurel, que relaciona sua própria vida com a de seus ídolos e é capaz de nos fazer rir, chorar e ainda sentir saudades dos grandes nomes dos últimos anos, que influenciaram nossas vidas de alguma forma.

O lançamento do livro só aconteceu em 30/06/2014, mas apesar de pouco tempo já atraiu milhares de leitores, ótimas críticas de escritores prestigiados e já foi confirmado para ser adaptado para o cinema pelos mesmos produtores de A Culpa é Das Estrelas.

Se você ainda tinha alguma dúvida sobre ler ou não o romance, tenho certeza que consegui te convencer a adentrar o confuso mundo de Laurel.

Cartas de Amor aos Mortos
Autora: Ava Dellaira
Páginas: 344
Editora: Companhia das Letras


Ariadny Theodoro  
Ariadny Theodoro,incansavelmente bipolar e a primeira mulher da trupe do PdB. Apaixonada por literatura, séries de televisão, teatro e fotografia digital, escreve por necessidade de manifestar suas diversas paixões, nem sempre compreendidas pelos demais. Escreve sobre tudo - o bom e o ruim! Afinal, alguém tem de ter a difícil tarefa de alertar ao mundo que nem tudo é sempre bom!
FacebookTwitter

2 comentários:

Homem, Homossexual e Pai disse...

Nossa, que argumentio interessante para um livro! E é tão bom poder viajar nas fantasias dos outros que os livros proporcionam... obrigado pela dica! abs!

jair machado rodrigues disse...

Já amei o nome do livro, caindo nas minhas mãos não passará despercebido, uma idéia e tanto para um livro, fala de ídolos meus também. Ótima dica, valeu.
ps. Carinho respeito e abraço.

Share