5 de ago de 2014

Pop 5ive: Os Melhores Filmes de Cultura Nerd




Escrever um Pop 5ive é sempre divertido e também complexo. Digo isso pelo simples motivo de que o que é bom para mim nem sempre é para os outros. E hoje será uma tarefa ainda mais árdua, afinal, como escolher apenas 5 filmes da cultura nerd que é tão vasta?

Portanto, já peço desculpas antecipadas. Tenho certeza absoluta que faltará uma ou outra grande obra deste universo, mas vamos ao que interessa. Lembrando sempre: essa é uma lista pessoal e você não precisa concordar ou não. Sempre existe a caixa de comentário para você deixar as suas impressões no final da lista.

Vamos aos meus eleitos então?

Scott Pilgrim Contra o Mundo (2010) 


Baseado em uma HQ, Scott Pilgrim pode ser tomado como exemplo do nerd de hoje: esse cara descolado e integrado com diversos aspectos da cultura nerd. O longa mistura o universo dos videogames com o mundo do rock'n roll e capta a aura do que todo rapaz introvertido do início do século XXI deseja ser: popular a ponto de conquistar a garota mais bacana da cidade. 

Curiosidade: Edgard Wright, o diretor/roteirista, conseguiu permissão para usar a famosa canção-tema do jogo A Lenda de Zelda, escrevendo uma carta para a própria Nintendo, dizendo que a música é considerada a “canção de ninar” dessa geração. Ele também foi autorizado a usar o tema de Seinfeld para a sequência com estilo de sitcom

Akira (1988)

Akira é um dos mais populares mangás japoneses. É também um dos mais cultuados filmes do gênero de todos os tempos. Ele é o representante de toda a produção cultural animada japonesa que ganhou as telas do cinema. A história se passa em 2019, em uma Tóquio futurista, com o membro de uma gangue que é transformado por um projeto militar em um poderoso psicopata. 

Curiosidade: A graphic novel na qual Akira é baseado começou a ser publicada em 1982. Apesar de o filme ter sido lançado em 1988, em uma versão condensada e com a conclusão da história, a trama na graphic novel apenas foi concluída em 1990.  

O Senhor dos Anéis (2001, 2002 e 2003) 

Antes de ganhar os cinemas, na trilogia realizada por Peter Jackson, O Senhor dos Anéis já era um livro consagrado no mundo nerd, levando nomes como hobbit, Sauron e Terra Média direto para o dicionário desse pessoal. Quando foi anunciada a produção cinematográfica, a expectativa (e a preocupação) ficou nas alturas, mas Peter Jackson se provou digno da tarefa, virando um diretor cultuado no mesmo minuto. 

Curiosidade: A trilogia O Senhor dos Anéis foi filmada simultaneamente, em um período contínuo de 18 meses, cobrindo mais de 100 locações na Nova Zelândia. As filmagens foram enriquecidas por dois anos de pré-produção e outros dois de pós-produção. No total, a realização ocupou sete anos do diretor, roteirista e produtor Peter Jackson. O script, de mais de 400 páginas, também deu trabalho para muitas outras pessoas: além dos 114 personagens com falas, 20.602 extras foram usados nos três filmes e no auge da produção havia 2.400 pessoas trabalhando entre as equipes técnica e de criação. 

Matrix (1999) 

Matrix foi simplesmente um divisor na era de efeitos especiais e, não bastando isso, seu roteiro é muito intrigante, A obra mistura várias referências da ficção científica, das histórias em quadrinhos, da filosofia, da religião, da informática, da literatura cyberpunk e por aí vai. 

Curiosidade: Os Wachowski, diretores do filme, pediram 80 milhões de doláres para a Warner para a produção de Matrix. A empresa se recusou e disponibilizou apenas 10 milhões. Os irmãos resolveram gastar todo o dinheiro nos primeiros dez minutos de filme. Quando mostraram o resultado para os executivos, eles ficaram tão impressionados que concordaram com o orçamento pedido anteriormente.   

Star Wars (1977)

George Lucas pode ser considerado o pai do nerd moderno. Escreveu a saga de Anakin e Luke Skywalker em um caderno de anotações e deu origem a uma das mais famosas e bem sucedidas franquias do mundo, quando ninguém acreditou nele.

Guerra nas Estrelas, o primeiro de seis filmes (e o quarto na ordem cronológica), consolidou o gênero ficção científica em Hollywood quando isso era coisa apenas de produção B; conseguiu também atrair uma legião de fãs que se multiplica com o passar dos anos e que exibe uma devoção digna dos torcedores mais fanáticos de futebol; e também praticamente fundou a chamada Cultura Nerd. Afinal, bonecos colecionáveis, cartazes, cosplay, gente que sabe de cor falas do filme, RPGs, produtos licenciados, convenções de fãs, idiomas e expressões próprias, marketing e merchandising boca a boca, tudo isso começou com Star Wars. E se repete até os dias de hoje. Que a força esteja com vocês! 

Curiosidade: O primeiro roteiro de Star Wars trazia Luke Skywalker como uma garota que iria resgatar seu irmão. A ideia foi abandonada logo depois, mas outra mais estranha ainda foi cogitada: Luke seria um anão errante que exploraria um mundo repleto de gigantes. A versão definitiva do roteiro apenas ficou pronta em 1976, um ano antes do lançamento do filme. 
___

Infelizmente, trata-se de uma lista de apenas cinco filmes e, por isso, não podemos escrever sobre todos os filmes que compõe o universo nerd. Mas, sem querer burlar a regra, mas já burlando, é impossível não citar outros inesquecíveis filmes desse universo como O Guia do Mochileiro das Galáxias, Piratas do Vale do Silício, Tron, De Volta Para o Futuro, O Exterminador do Futuro, Blade Runner, Star Trek Watchmen, entre outros.

Mas, no fim das conta, essa é a minha lista final, e você o que acha? Deixe a sua opinião e sua lista nos comentários.

Leia Também:

Leandro Faria  
Artur Lima: aficionado por cinema, música, seriados e livros, não nesta ordem, apaixonado por dias frios e chá. Estudante de Comunicação Social, acha que sabe de tudo e sonha em trabalhar com cinema.
FacebookTwitter

0 comentários:

Share