26 de abr de 2015

Globo 50 Anos: Pílulas Sobre a Festa de Aniversário da Emissora Carioca







Bastou pouco tempo para a Rede Globo se tornar a emissora número 1 do país e, como é sabido por todos, a Rede Globo é uma das maiores emissoras de TV do mundo. Porém, nem tudo é perfeito na Vênus Platinada. 

No último sábado, ela pode exibir sua festa de aniversário, que contou com uma pequena parte do vasto elenco da emissora. Mas, para uma festa que celebraria os seus 50 anos, muito ficou a desejar. Na verdade, até fiquei em dúvida se este post ficaria bem aqui ou no #VergonhaAlheia.

Enfim, primeiro vimos os desnecessários comentários de Fátima Bernardes e Pedro Bial durante o espetáculo. Com uma festa simples e que recorria a eventos cênicos muito bem descritos contando a história da emissora, não era preciso que a dupla narrasse tudo que acontecia para o público. Soou como desfile de escola de samba. A programação da emissora líder podia ser reconhecia facilmente por qualquer um. Bola fora total de quem teve essa ideia e, principalmente, de quem a executou.



Segundo que, com um elenco poderoso e uma vasta história, muita gente acabou nem sendo lembrada ou passou despercebida. O que é natural, afinal, para isso a emissora teria que ter feito várias festas. Infelizmente, resumir tudo em uma hora e meia foi complicado e eles tentaram. Momentos emocionantes com Renato Aragão e Dedé Santana recebendo os sósias de Mussum e Zacarias, os personagens de Chico Anysio e Jô Soares e vários personagens marcantes de novelas apareceram no palco interpretados pelos seus respectivos atores.

Entretanto, no conjunto, ficou mesmo a sensação de que a Globo já fez festas melhores como a dos 40 anos, por exemplo. Essa não fez jus ao que a emissora conseguiu ao longo destes 50 anos de sucesso perante o público. Uma pena.



Mas, por falar em festa, festa mesmo foi a emissora acertar nas reprises de suas minisséries e séries no especial Luz, Câmera, 50 Anos, e é digno de nota o especial de uma semana do Jornal Nacional que relembrou, ao lado de seus principais repórteres, momentos marcantes que todos eles passaram ao longo deste tempo. Grande aula de como fazer jornalismo e contar com uma excelente equipe. Pelo menos nisso, a emissora acertou.

Leia Também:
Serginho Tavares  
Serginho Tavares, apreciador de cinema (para ele um lugar mágico e sagrado), de TV e literatura. Adora escrever. É de Recife, é do mar: mesmo que não vá com tanta frequência e com os pés bem firmes na terra.
FacebookTwitter

/div>

0 comentários:

Share