4 de jun de 2015

Boa Noite, Estranho, de Jennifer Weiner




Imagine que você é uma dona de casa casada e com três filhos pequenos. Acostumada a uma vida na movimentada Manhattan, de uma hora para outra se vê morando em Upchurch, Connecticut, em uma vizinhança idílica, onde a família tradicional é quem dita as regras. O que fazer para não morrer de tédio?

Kate Klein, a protagonista de Boa Noite, Estranho, romance de Jennifer Weiner lançado no Brasil pela Editora Novo Conceito, vive a situação acima. Jornalista até se casar e ter filhos, Kate se vê agora vivendo em um mundo que ela não acreditava existir, fazendo o papel de mãe em tempo integral, sofrendo com a apatia do marido e sendo esnobada pelas mães perfeitas da nova vizinhança. Até que um assassinato ocorre e Kate se vê irremediavelmente envolvida nessa história, com a "investigação" desse crime sendo o seu único hobby e diversão. Tanto que o livro, em português, ganhou um subtítulo, Detetive Por Acidente.

Com uma escrita divertida, Jennifer Weiner nos faz adorar Kate e sua trama. É impossível não se identificar com a personagem, que se viu acomodada em uma vida que não era sua primeira opção, mas que acabou se apresentando como estável, depois de uma desilusão amorosa. Aliás, são os bons personagens o forte do livro de Jennifer, que se intercala entre a trama atual e um pouco da história da vida pregressa de Kate, nos familiarizando com os caminhos que levaram a protagonista até onde ela se encontrava no início da trama.

Mas, se Kate é a protagonista, é a morte de Kitty Cavanaugh quem puxa a história. E é impossível não querer saber mais sobre como aquela dona de casa aparentemente perfeita acabou morta a facadas em sua cozinha planejada e impecável. Com o desenrolar da narrativa e da investigação de Kate, a trama de Kitty fica ainda mais interessante e eu me peguei bastante interessado em ler uma história somente dessa personagem. Fica a dica, Jennifer Weiner!

Divertido e com um final em aberto (será que teremos uma continuação ou vamos ter de imaginar o que aconteceu com Kate depois que a história se encerra?), Boa Noite, Estranho é diversão garantida para os fãs de um bom romance ou de uma história policial descompromissada. 

Autora: Jennifer Weiner
Páginas: 432

Leia Também:

Leandro Faria  
Leandro Faria, do Rio de Janeiro, fruto da década de 80, viciado em cultura pop em geral. Como vício bom a gente alimenta e compartilha, estou aqui para falar de cinema, televisão, música, literatura e de tudo mais que possa (ou não) ser relevante. Por isso, puxe a cadeira, se acomode e toma mais um copo, porque papo bom a gente curte é desse jeito!
FacebookTwitter


0 comentários:

Share