3 de jul de 2015

A Playlist de Hayden, de Michelle Falkoff





Eu adoro ser surpreendido. A sensação de pegar um livro sobre o qual você não sabe muito e ir, página a página, se apaixonando por uma história é indescritível. E quando isso acontece, ir chegando ao final de uma trama é ao mesmo tempo prazeroso e sentido, porque a curiosidade te motiva a avançar, enquanto a certeza de que aquilo vai terminar é um tanto quanto amarga. E foi tudo isso que vivi com A Playlist de Hayden, lançamento no Brasil da Editora Novo Conceito.

Romance de estreia da americana Michelle Falkoff, A Playlist de Hayden é uma pequena jóia disfarçada de literatura juvenil. Porque apesar de direcionado a um público jovem, a trama é profunda, que fará seus leitores refletirem sobre as próprias vidas e se imaginarem no lugar daqueles personagens.

O Hayden do título não é o protagonista do livro, apesar de ser um personagem importante dessa história. Aos 16 anos, Hayden é um jovem gordinho, introvertido e com um único amigo, Sam. Filho de pais extremamente exigentes, que não sabem a diferença entre cobrança e abuso, Hayden vive à sombra do irmão, aparentemente mais amado e bem relacionado com os pais. Até que um dia, depois de uma festa onde tudo dá errado, Hayden acaba se suicidando, sem que o motivo real do que aconteceu fique claro para os leitores ou pra seu melhor amigo. A única pista que Sam tem do que aconteceu é uma playlist deixada por Hayden direcionada a ele como último presente antes de se matar.

É através dos olhos de Sam que acompanhamos essa história. Sam, o melhor amigo que se culpa pela morte de Hayden ao mesmo tempo em que culpa o amigo pelo ato desesperado. E, música a música, iremos embarcar no desenrolo de um novelo que nos fará conhecer muito sobre Hayden, mas também sobre seu melhor amigo e as pessoas que os rodeiam.

Com uma escrita clara, Michelle Falkoff faz uma excelente estreia com esse primeiro livro. Pegando assuntos difíceis como bullying e suícidio juvenil, Michelle consegue desenvolver seus personagens e história, sem soar superficial ou achar saídas fáceis. O desfecho do livro, por exemplo, foge do lugar comum e é ao mesmo tempo melancólico e inspirador.

A Playlist de Hayden é, dessa maneira, um livro que agradará a jovens e adultos, nos deixando desconfortáveis em alguns momentos, mas tocados em tantos outros. Permita-se conhecer a história de Hayden, sua playlist de músicas incríveis (sim, é impossível não procurar cada música que abre os capítulos e não querer ouvir durante a leitura), e tudo o que seu suicídio desenrola. Permita-se conhecer essa trama e apaixone-se por ela também.

Autora: Michelle Falkoff
Páginas: 288
Leandro Faria  
Leandro Faria, do Rio de Janeiro, fruto da década de 80, viciado em cultura pop em geral. Como vício bom a gente alimenta e compartilha, estou aqui para falar de cinema, televisão, música, literatura e de tudo mais que possa (ou não) ser relevante. Por isso, puxe a cadeira, se acomode e toma mais um copo, porque papo bom a gente curte é desse jeito!
FacebookTwitter


2 comentários:

Esdras Bailone disse...

Fiquei com vontade de ler!

Luciana Morales disse...

Download do ebook em. le livros.red

Share