14 de set de 2015

#VergonhaAlheia - Ano III - # 27




Ê, lasqueira! Tamo de volta, meu povo! Como foi o feriadão? Curtiram? Eu não coloquei o pé no quintal de casa, fiquei entocado o dia todo, colocando o sono em dia!

Aí eu estava de bobeira na Internet, quando, de repente, , dou de cara com isso aqui:



Esta, senhoras e senhores, é a nova moda entre as blogueiras de moda: sobrancelha com falhas.



Me poupe!

Ah gente, sério isso? Que caramba, meu! Esse é o tipo de coisa que a gente não consegue parar de olhar, quando tá conversando com alguém, sabe? Igual quando a pessoa tá com uma verdura ou casca de feijão no dente; ou com  nariz sujo...

Essas modinhas, assim como essas recordações que o Facebook insiste em esfregar na nossa cara todo dia, só têm uma função: fazer a gente sentir vergonha do que já fez!

Detalhe: está fazendo sucesso e até mesmo famosos estão aderindo. Como o caso do ator Bryshere Gray, da série Empire, cuja imagem abre o post, e, no Brasil, o MC Guimê. Tem até nome chique: eyebrow slit, ou sobrancelha ostentação aqui no Brasil. Se convenceu? Eu não!

Agora, vamos dar uma olhadinha nisso aqui:


Parece esquete do Zorra Total, ou do Balança Geral, ou uma piada de mal gosto, mas não... Uma escrivã do Denarc, Departamento de Narcóticos, estava fazendo aniversário e o que combina com fazer aniversário e trabalhar no dia do seu aniversário? Sim, contratar um anão gogo-boy pra fazer strip-tease pra você e pros seus colegas de trabalho!

Claro, pra que se ater ao básico? Pedir uns salgadinhos, um bolo de padaria, refrigerantes, chapeuzinhos de papel... Pra que, quando se pode transformar seu local de trabalho num auê, né? ÊÊÊÊÊÊ, vida de gado, viu!

E falando em exposição da figura... Uma casa noturna de São Paulo resolveu criar um rodízio um tanto quanto... diferente do que estamos acostumados a ver. Podia ter sido um rodízio de japa, ou de massas, ou de doces, mas não, vamos falar aqui de um rodízio de periquitas. E eu não estou falando do animal. Vejam o anúncio do "evento":



Tá maneiro, tá legal, tá econômico. Quer dizer...

E teve carteirada nessa semana, gente! Que felicidade, viu? Fazia tempo que não acontecia, que eu já tava ficando triste. Depois da arquiteta que não podia ser presa, da agente federal que não podia ser presa, e da funcionária do Balanço Geral que não podia ser presa, eu apresento pra vocês mais um personagem: O juiz aposentado que não pode ser preso. É MOLE?

Não tem vídeo, porque não vou fazer vocês assistirem uma notícia inteira pra ver dez segundos do velho pagando mico, mas vamos lá.

Jesus Wilson Rafael da Silva (ufa), gente fina que, há muito tempo, foi condenado à prisão por ter atropelado e matado uma moça, teve o carro apreendido numa blitz por conta de estar com a documentação toda atrasada desde 2013. Aí os agentes de trânsito foram lá, pararam o velho e ele já chega falando que é juiz, que tava falando com os colegas dele do GECOC, destratando os agentes da SMTT, dizendo que eles não tinham mais direito que um juiz de Direito, sendo que o cara nem é juiz mais, ou seja, tá senil, né? Ou se fazendo de senil, o que eu acho que é mais válido.

Jesus Wilson esperou sentado, literalmente, dentro da caminhonete o reboque, e permaneceu lá durante todo o trajeto até a delegacia, descendo um pouco antes.

Eu não tô falando? O cara já tem culpa no cartório, uma senhora culpa, diga-se de passagem, e ainda quer tirar onda, sendo que nem tem patente mais. Ah, me poupe, tio! Enfim, o juiz aposentado vai sim responder às acusações como qualquer cidadão,

E foi isso, gente, por conta do feriado não tivemos muita coisa (des)interessante, vergonhosa, e tal, mas o que eu contei pra vocês já dá pra aumentar a desesperança na humanidade. Pelo menos aumentou a minha!

Teve mais coisa, como uma casa noturna de Guarulhos criando um open bar de vagina, a Igreja Universal do Reino de Deus prometendo a cura da AIDS e fazendo fiel parar com o tratamento (coisa que ele não devia ter feito, também!), teve Paulo Gustavo fazendo a linha nojento mais uma vez, o que não é novidade, mas né? Enfim, teve esse monte de coisinhas que cabem apenas na nossa notinha final de toda segunda-feira.

Vou ficando por aqui. Um beijo, um queijo e não se esqueçam de trazer os amiguinhos pro Pop de Botequim também, viu?!

FUI!

Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, um espírito livre, observador do tempo, da vida e das muitas timelines da web. Sonha em ter muito dinheiro pra poder cair no mundo, aprender tudo o que puder. Acredita que jazz, blues, soul, pop, samba, pagode e erudito sejam as trilhas sonoras perfeitas para a vida que leva
FacebookTwitter


0 comentários:

Share