15 de out de 2015

06 x 01: Filmes de Russell Crowe





Que Russell Crowe encanta os deuses do Olimpo e o mundo humano, todos sabemos. Quer seja pelo lado homem com cara de cachorro abandonado ou pela cara de brutamontes, o que importa é que de um jeito ou outro ele ele tem mesmo é essa pinta de anti-herói pronto para salvar o mundo e dar uns belos tapas em quem se meter pela frente.

E o ator neo-zelandês, desde que despontou para o sucesso, coleciona sucessos e ate mesmo alguns equívocos. Assim, que tal dar uma pincelada na carreira do moço, elencando algumas de suas obras, como se fosse um placar?

Vamos lá! Com vocês, o 06 x 01 de filmes estrelados por Russell Crowe!

Um Caso de Amor (The Sum of Us, 1994)

Este filme pode ser pouco conhecido pelo grande público, mas não pela comunidade gay. Mostra o astro bem no comecinho da carreira, vivendo um jovem homossexual. Além de exibir seu lindo bumbum, o filme também mostra o quanto Russell já era desde sempre um ator sensível e que sabia escolher bons personagens.

Los Angeles - Cidade Proibida (L.A. Confidential, 1997)

Quando fez este filme, Russell Crowe definitivamente encontrou seu lugar ao sol em Hollywood. Melhor ainda, ao lado de Kim Bassinger. E quem não torceu pelo policial linha dura apaixonado pela prostituta de luxo?

O Informante (The Insider, 1999)

Em sua primeira indicação ao Oscar, Crowe só não levou a estatueta porque tinha um Kevin Spacey e sua Beleza Americana no meio do caminho. Baseado em fatos reais, o ator engordou mais de 20 quilos para compor o personagem. Tudo pela arte.

Gladiador (Gladiator, 2000)

O Oscar só veio mesmo com o filme de Ridley Scott. E quem não amou ver as pernas do astro lutando pela vida nas arenas? Definitivamente ele nasceu para dar vida ao herói que todos queremos ser (ou ter).

Uma Mente Brilhante (A Beautiful Mind, 2001)

Por pouco, sua atuação não lhe deu o segundo Oscar ao viver um matemático esquizofrênico. Ele se utiliza dos mais variados recursos cênicos para compor um personagem extremamente complexo.

Mestre dos Mares - O Lado Mais Distante do Mundo (Master and Commander: The Far Side of the World, 2003)

Russell chegou a ser indicado ao Globo de Ouro por este filme. Depois de Gladiador, Hollywood encontrou nele o ator certo para dar vida a este tipo de personagem. A do herói comum que todos temos dentro de nós, mas que muitas vezes achamos que só encontramos no cinemascope.

Noé (Noah, 2014)

Infelizmente nem tudo foram flores na carreira de nosso herói. Ele tinha tudo para brilhar neste filme épico pseudo bíblico, mas uma direção equivocada talvez tenha derrubado o ator, que aqui atuou no piloto automático. Suas expressões são as mesmas do começo ao fim, até mesmo quando o personagem dá sinais que está enlouquecendo. Noé é o personagem menos interessante de um filme pífio.
___

E vocês, tem seus placares de sucessos e insucessos de seus atores preferidos? Contem pra gente!
Serginho Tavares  
Serginho Tavares, apreciador de cinema, para ele um lugar mágico e sagrado, de TV e literatura. Adora escrever. É de Recife, é do mar: mesmo que não vá com tanta frequência e com os pés bem firmes na terra.
FacebookTwitter


0 comentários:

Share