16 de dez de 2015

#VergonhaAlheia - Ano III - # 40




QUADRAGÉSIMA EDIÇÃO, GENTE!! E aí, ceis tão bonzinhos? Tudo sussa? Tudo dois? Tá, parei, porque hoje eu vou falar sobre IMPEACHMENT! Ah, vocês me conhecem, vai, eu não ia deixar de falar sobre isso!! Por isso que demorei, tinha tanta coisa que não tive tempo hábil pra selecionar as piores! Claro que vai ter uma ou outra coisinha, porque ninguém é de ferro, certo?

Todo mundo sabe que manifestação dá o que falar, né? São muitos memes, a Globo dizendo que tem tantos manifestantes, mas a gente sabe que não é bem assim, aquela famosa galera que vai fantasiada de bandeira nacional, e também...



E a gente?



Sério, Alexandre? "Muito viadinho demais"?! Chamar de viadinho pra desmerecer alguém é tão inteligente quanto usar os protestos pra se promover, tá? Que foi? Não tá mais dando conta de fazer pornô comendo travesti? Ah, me poupe, né? Todo errado, falou nada com coisa nenhuma... E o pior é que há quem aplauda uma criatura dessas, né?

E enquanto Alexandre Frota cuspia "sabedoria", uma galera muito esperta saiu pras ruas pra protestar, pra gritar palavras de ordem! Mas não aguentou o calor e correu pra dentro de um shopping, minha filha, porque né, vamos combinar que o sol de quarenta graus não tá ajudando muito. Mas lá foram eles, com bandeira na mão, protestar. Dentro. Do. Shopping.



PASSEATA DOS COXINHAS NO SHOPPING!Tá aí o que vocês queriam! Coxinhas na rua pra dar o golpe? Que nada! Melhor é fazer isso no ar condicionado do shopping, caminhando e cantando nos corredores. Sempre pode surgir a oportunidade de comprar aquela bugiganga maneira que custa R$ 5 mil. E o principal: não tem pobre.Pra quem ficou curioso: essa, sei lá, passeata (kkkkkk) foi no BH Shopping, em Belo Horizonte, no "esquenta" da terça-feira passada. Ah, também teve um 'flash mob' (eles chamaram assim) coxinha na praça de alimentação. Mas até a gente ficou com vergonha de postar (só se vocês pedirem muito, mas muito mesmo, nos comentários).
Posted by Como as pessoas passavam vergonha antes da Internet? on Domingo, 13 de dezembro de 2015

EITA, MAS QUE MARAVILHA!


Gente, não facilita pra mim, por favor! Bora se jogar na rua, pintar a cara, chamar o Bolsonaro de "mito", fazer coreografia do Fora Dilma (tô quase aprendendo!), mas não vamos fazer vexame não, por favor. Protestar dentro de shopping, galera? Ah não, vocês vão me desculpar (eu sei que não vão), mas aí é pedir pra ser zoado, viu?

Agora tá, deixa eu parar de falar de Política, e deixa eu falar dessa galera maravilinda do programa Pânico na Band, que resolveu fazer isto aqui:



Lembram que semana passada eu mostrei o inferno que eles fizeram na Comic Con em São Paulo? Pois bem, o rapaz aí da foto que se diz repórter, foi no Twitter se explicar, pedir desculpas, coisa e tal, MAS... no último programa, eles fizeram uma espécie de julgamento, em que o cara da foto seria julgado pelos personagens da DC (que fez o Batman e etc) sobre o que ele tinha feito com a moça do evento (que estava representada pela mulher aí da foto vestida igual).

Olha, francamente, viu? Não tem nem muito o que dizer, acho que já disse tudo semana passada, mas bem que a Band podia aproveitar que tá tirando o CQC da grade e levar esse programa junto. Que falta de respeito!

E pra encerrar, e pra melhorar o clima da edição de hoje, vamos ver isso aqui, ó:


É, minha gente... Eu já sabia da existência dessa camisinha, mas ver a camisinha em ação, se é que me entendem, foi um tanto quanto... constrangedor, eu diria! HAHAHAHAHA, que comercial estranho!

E é isso, minha gente, vou ficando por aqui, edição um pouco mixuruca, mas é que são três dias sem dormir direito, então tá feia a coisa, mas SEMANA QUE VEM tem retrospectiva! E dessa vez vai ser só em uma parte, que é pra ficar mais fácil e coisa e tal.

Um beijo, um cheiro e até semana que vem!

Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, um espírito livre, observador do tempo, da vida e das muitas timelines da web. Sonha em ter muito dinheiro pra poder cair no mundo, aprender tudo o que puder. Acredita que jazz, blues, soul, pop, samba, pagode e erudito sejam as trilhas sonoras perfeitas para a vida que leva
FacebookTwitter


0 comentários:

Share