12 de jan de 2016

Globo de Ouro 2016: Considerações





Nos últimos anos, o Globo e Ouro era, de todas as festas de entrega de prêmios, a mais leve, despretensiosa, surpreendente e moderna. Um dos motivos para a diversão era a presença de Tina Fey e Amy Poehler como apresentadoras, que sabiam carregar a cerimônia nas costas. Entretanto, o que se viu no último domingo foi broxante. Ricy Gervais já havia apresentado o prêmio antes, mas dessa vez não estava inspirado; até tentou e conseguiu umas boas piadas, mas faltava mesmo a graça da dupla de comediantes dos anos anteriores.

Por outro lado, ao contrário das premiações passadas, não tivemos muitas surpresas e os resultados foram, praticamente, o que se esperava. Foi uma pena não ver Fargo ganhar nada, nem Wagner Moura, por Narcos, que merecia bem mais que Jon Hamm, que ganhou como prêmio de consolação porque Mad Men acabou. Assim como foi terrível ver Jennifer Lawrence levar o prêmio de melhor atriz em comédia por Joy, em detrimento de atrizes como Maggie Smith e Lily Tomlin. Uma lástima!


Mesmo com toda a campanha em cima de Ridley Scott, ele perdeu o prêmio de melhor direção para o mexicano Alejandro González Iñárritu. Entretanto, Scott subiu mesmo assim ao palco para receber o prêmio de melhor filme em comédia para Perdido em Marte e Matt Damon foi o melhor ator na mesma categoria. A sempre querida Kate Winslet venceu como atriz coadjuvante por Steve Jobs, mas o melhor mesmo foi ver Sylvester Stallone sendo ovacionado de pé pelos presentes como melhor coadjuvante, retornando o seu papel de Rocky Balboa em Creed.


Lady Gaga também foi responsável por dois grandes momentos. Primeiro ao adentrar no tapete vermelho com um lindo Versace preto no melhor estilo Marilyn Monroe. Depois, ao vencer o prêmio pelo desempenho em American Horror Story: Hotel. Deslumbrante.


E, por fim, coube a Leonardo DiCaprio vencer como melhor ator em drama por O Regresso. As apostas para ele vencer o Oscar este ano são grandes. Por sinal, O Regresso foi o grande vencedor da noite e, se quer conhecer os demais vencedores, confira tudo aqui.

Beijos grandes! E domingo que vem tem o Critics Choice Awards.

Leia Também:
Serginho Tavares  
Serginho Tavares, apreciador de cinema, para ele um lugar mágico e sagrado, de TV e literatura. Adora escrever. É de Recife, é do mar: mesmo que não vá com tanta frequência e com os pés bem firmes na terra.
FacebookTwitter


0 comentários:

Share