7 de jan de 2016

Tá No Cinema: Estreias de Janeiro / 2016





Fala, meu povo! Antes de mais nada, quero desejar um Feliz Ano Novo para todos, que possamos ter um ano de muita luz e prosperidade e, claro, bons filmes.

E esse 2016 é um ano de muita expectativa para o cinema, pois há filmes que vem sendo aguardados com muita impaciência pelos fãs, principalmente aqueles filmes de heróis, os tão falados blockbusters.

Assim, para começar o ano bem, vamos ao primeiro Tá No Cinema de 2016. Então, se prepare para o que de melhor estreia nesse mês.

O Bom Dinossauro (07/01) 

Na fase pré-histórica, um asteroide não caiu na Terra e os dinossauros não foram extintos. Dessa forma, os animais vivem de forma pacífica com os humanos e uma dessas relações é do apatossauro Arlo com seu melhor amigo, um menino. 

O personagem Arlo apareceu como um brinquedo num quarto de criança na animação Universidade Monstros (2013). Peter Sohn faz sua estreia na direção de longa-metragem. Ele comandou o curta Parcialmente Nublado (2009) e foi animador de Os Incríveis (2004) e Ratatouille (2007). 

Os 8 Odiados (07/01) 

Entre seis e oito anos após o fim da Guerra Civil, uma carruagem quebra em meio a paisagem invernal de Wyoming. O caçador de recompensas John Ruth (Kurt Russel) e a fugitiva Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh) vão para Red Rock, onde Ruth a entregará à justiça. Mas durante o percurso, eles encontram o Major Marquis Warren (Samuel L. Jackson), um ex-soldado que se transformou em um terrível mercenário, e Chris Mannix (Walton Goggins), um renegado sulista que quer ser o novo xerife da cidade. 

Ao se perderem na nevasca, o grupo procura refúgio em uma parada administrada por Minnie (Dana Gourrier). Lá, são recebidos por Bob (Demian Bichir), que está cuidado do estabelecimento enquanto Minnie visita a mãe, Oswaldo Mobray (Tim Roth), o carrasco de Red Rock, o caubói Joe Gage (Michael Madsen), e o Confederado General Sandy Smithers (Bruce Dern). Conforme a tempestade de neve piora, os oito viajantes descobrem que podem nunca chegar à Red Rock. 

A produção seria uma continuação de Django Livre (2012). Mas o roteiro do filme vazou na internet em janeiro de 2014 e Quentin Tarantino chegou a cancelar a produção. Ele pensou em transformar a história em um livro, mas no Festival de Cannes 2014, revelou que voltou atrás após promover uma leitura aberta do roteiro com vários atores com quem já trabalhou, como Samuel L. Jackson. 

Neste filme, Quentin Tarantino volta a dirigir vários atores com quem trabalhou no passado, como Tim Roth e Michael Madsen, de Cães de Aluguel (1992), Kurt Russell e Zoë Bell, de À Prova de Morte (2007) e Samuel L. Jackson, de Pulp Fiction: Tempo de Violência (1994), Jackie Brown (1997) e Django Livre (2012). 

Vai Que Dá Certo 2 (07/01) 

Após quase ficarem ricos com um plano quase perfeito, Amaral (Fábio Porchat), Rodrigo (Danton Mello) e Tonico (Felipe Abib) estão precisando de dinheiro e a situação piora quando Jaqueline (Natália Lage) aceita casar com um deles. Quando Danilo (Lúcio Mauro Filho) consegue um DVD com cenas comprometedoras, surge a chance de faturarem uma bolada. Mas eles terão de enfrentar um malandro capaz de tudo para se dar bem (Vladimir Brichta), uma prima perigosa e dois policiais corruptos. 

Maurício Farias também dirigiu o primeiro filme da franquia. Os atores Gregório Duvivier e Bruno Mazzeo, que estiveram no primeiro filme, não voltam para a continuação. 

Spotlight: Segredos Revelados (07/01) 

Um grupo de jornalistas descobre documentos que provam crimes sexuais cometidos por padres contra crianças em Boston. Eles preparam uma série de reportagens reveladoras, evidenciando os abusos cometidos por sacerdotes da Igreja Católica. 

Spotlight: Segredos Revelados é baseado em fatos reais. A reportagem rendeu aos jornalistas o Prêmio Pulitzer de Serviço Público em 2003. 

No Globo de Ouro 2016, o longa foi indicado aos prêmios de Melhor Filme de Drama, Diretor e Roteiro. 

Snoopy & Charlie Brown - Peanuts, O Filme (14/01) 

Charlie Brown, Snoopy, Lucy, Linus e todo resto da turma do beagle mais amado do mundo está de volta! A aventura começa quando Snoopy embarca numa missão, ao partir em busca de seu arqui-inimigo, o Barão Vermelho, enquanto seu melhor amigo, Charlie Brown, dá início à sua própria missão. 

Snoopy & Charlie Brown - Peanuts, O Filme é baseado na história em quadrinhos do cartunista Charles M. Shulz (1922-2000). O longa comemora os 65 anos da história em quadrinhos e os 50 anos da animação O Natal do Charlie Brown (1965). A direção é de Steve Martino, o mesmo de Horton e o Mundo dos Quem (2008). 

Creed - Nascido para Lutar (14/01) 

O veterano Rocky Balboa (Sylvester Stallone) pode não estar mais nos ringues em disputas de boxe, mas continua com o vigor de sempre, agora como treinador. Sob sua batuta está o jovem Adonis Creed (Michael B. Jordan), neto do lutador Apollo Creed, que enfrentou Balboa várias vezes no ringue. 

Creed - Nascido para Lutar é um spin-off dos filmes de Rocky Balboa. Sylvester Stallone retorna no papel de Rocky Balboa, mas desta vez como coadjuvante. 

O filme é estrelado por Michael B. Jordan, o Tocha Humana do novo filme do Quarteto Fantástico (2015). 

Carol (14/01) 

Nos anos 1950, Carol (Cate Blanchett) é casada com Harge Aird (Kyle Chandler), mas o relacionamento é de aparências, pois ela não o ama, mas fica presa nesse casamento por causa da boa condição financeira do marido. Ela busca a felicidade nos braços de outras mulheres e quando Harge descobre, ameaça se divorciar e tirar a guarda da filha do casal. Mas para Carol é inevitável censurar seu amor pelas mulheres, especialmente quando conhece a vendedora Therese Belivet (Rooney Mara), com quem vive um intenso romance. 

O filme é baseado no livro The Price of Salt (1952), de Patricia Highsmith, que usou o pseudônimo Claire Morga. Por sinal, outras obras da escritora foram adaptadas para o cinema, como O Talentoso Ripley (1999) e As Duas Faces de Janeiro (2014). 

Para a composição da personagem, Cate Blanchett leu vários romances lésbicos. 

Irmãs (14/01) 

As irmãs Maura (Amy Poehler) e Jane (Tina Fey) descobrem que seus pais vão vender a casa onde cresceram. A mãe ordena que elas esvaziem seus antigos quartos e as irmãs decidem fazer uma festa épica para se despedirem do lar onde viveram, gerando uma série de pequenos desastres na celebração. 

Amy Poehler e Tina Fey trabalharam juntas em várias produções, como Meninas Malvadas (2004), Uma Mãe Para o Meu Bebê (2008) e Tudo por um Furo (2013). Além disso, elas foram as apresentadoras da premiação do Globo de Ouro entre 2013 e 2015. 

A Quinta Onda (21/01) 

No futuro, a Terra é tomada por alienígenas. Na primeira onda de ataques, um pulso eletromagnético acaba com toda a eletricidade do planeta. Na segunda, um tsunami mata 40% da população. Na terceira onda, os pássaros começam a transmitir um vírus que mata 97% das pessoas que resistiram aos outros ataques. Já na quarta onda, a adolescente Cassie Sullivan (Chlöe Grace Moretz) precisa se virar sozinha para sobreviver e ainda reencontrar seu irmão. 

O filme é baseado no livro A Quinta Onda, primeiro título de uma trilogia escrita por Rick Yancey. 

Joy: O Nome do Sucesso (21/01) 

A inventora Joy Mangano (Jennifer Lawrence) é uma mãe solteira cheia de ideias criativas na cabeça. A sua primeira criação revoluciona o mercado com o Miracle Mop, um esfregão feito com um tecido propício para ser torcido, sem a pessoa molhar as mãos. A partir dessa invenção ela constrói seu negócio milionário. 

O longa é baseado em fatos reais. Joy Mangano se formou em administração de empresas e é a presidente da empresa President of Ingenious Designs. Ela já lançou mais de 100 invenções. 

A direção é de David O. Russell, cineasta que já foi indicado quatro vezes ao Oscar. Entre seus filmes incluem O Vencedor (2010), O Lado Bom da Vida (2012) e Trapaça (2013). O filme é a terceira colaboração do diretor David O. Russell com os atores Jennifer Lawrence, Bradley Cooper e Robert De Niro, após O Lado Bom da Vida (2012) e Trapaça (2013). 

Pai em Dose Dupla (21/01) 

Uma mulher (Linda Cardellini) se separou do marido (Mark Wahlberg) e engata um casamento com outro homem (Will Ferrell). O problema é que o ex não aceita bem a situação e começa a competir pela atenção de seus filhos com o padrasto que chegou. 

Mark Wahlberg e Will Ferrell trabalharam anteriormente em Os Outros Caras (2010). Inicialmente, Will Ferrell estrelaria o longa ao lado de Vince Vaughn. 

Steve Jobs (28/01) 

A cinebiografia conta a história do empresário Steve Jobs (Michael Fassbender), gênio da informática que fabricou os primeiros computadores pessoais na garagem de sua casa e que mais tarde fundou a Apple com seu amigo Steve Wozniak (Seth Rogen), em 1976.

A produção é baseada no livro Steve Jobs - A Biografia (2011), de Walter Isaacson. Em 2004, Steve Jobs foi diagnosticado com câncer de pâncreas. Ele continuou trabalhando enquanto lutava contra a doença e uma de suas últimas aparições foi no lançamento do iPad 2, em 2011. Pouco mais de um mês antes de falecer, o empresário deixou o cargo de chefe-executivo da Apple e morreu em 5 de outubro de 2011. 

O fundador da Apple foi interpretado anteriormente por Noah Wyle, no telefilme Piratas do Vale do Silício (1999), e por Ashton Kutcher, no longa Jobs (2013). 

Os Dez Mandamentos: O Filme (28/01) 

O faraó Seti ordena a morte de todos os bebês israelitas do sexo masculino, muitos deles jogados no rio Nilo. Um desses meninos é acolhido pela princesa Henutmire, filha de Seti. Ele ganha o nome Moisés e é criado como príncipe egípcio ao lado de seu tio-irmão, Ramsés, e de Nefertari, que causa a competição entre os irmãos quando se apaixonam por ela. 

Moisés acaba descobrindo a verdade por trás de seu passado e foge para a terra de Midiã. É lá que ele recebe um chamado de Deus, que lhe manda voltar ao Egito para libertar seu povo da escravidão. 

O filme é uma adaptação da novela Os Dez Mandamentos, da Record, que por sua vez tem livre inspiração nos livros bíblicos Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. 

A mesma história bíblica já rendeu diversas adaptações para o cinema como o clássico Os Dez Mandamentos (1956). 

A produção televisiva teve grande sucesso de audiência, tomando a liderança do horário nobre por diversas vezes. No aguardado capítulo da abertura do Mar Vermelho, a Record ficou dez pontos acima da Globo. 

Caçadores de Emoção - Além do Limite (28/01) 

O jovem agente do FBI Johnny Utah (Luke Bracey) é recrutado para se infiltrar num grupo de surfistas. A suspeita é que os esportistas formam uma organização criminosa que rouba bancos. O problema é que Utah se envolve demais, se tornando amigo do líder da gangue, Bodhi (Édgar Ramírez), e se apaixonando pela ex-namorada dele. 

A produção é uma refilmagem de Caçadores de Emoção (1991). Os atores Luke Bracey e Édgar Ramírez interpretam os papéis que foram de Keanu Reeves e Patrick Swayze no filme original. 
___

É isso, meus queridos, agora é se programar e escolher o filme que mais lhe agrada e ter uma boa sessão.

Um abraço a todos e excelente janeiro!

Leia Também:
Leandro Faria  
Artur Lima: aficionado por cinema, música, seriados e livros, não nesta ordem, apaixonado por dias frios e chá. Estudante de Comunicação Social, acha que sabe de tudo e sonha em trabalhar com cinema.
FacebookTwitter


0 comentários:

Share