3 de fev de 2016

Tá No Cinema: Estreias de Fevereiro / 2016




Fala, meu povo! Carnaval batendo às portas, mas se você não vai para folia e prefere curtir de uma forma mais tranquila, acompanhe a nossa lista de filmes que vão dar as caras nas telas nacionais nesse mês de fevereiro.

Está no ar a nossa coluna Tá no Cinema. Confira e programe-se!

O Regresso (04/02) 

Um dos fortes candidatos ao Oscar, o filme narra a trajetória do explorador Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) que comanda uma ação no rio Missouri. No local ele acaba sendo atacado por um urso. Em vez de ajudarem, os trabalhadores que o acompanhavam o deixam à própria sorte e ainda roubam os pertences de Glass. Para a surpresa do grupo, o explorador sobreviveu e ele está sedento por vingança. 

A produção foi indicada a 12 prêmios Oscar: Melhor Filme, Diretor (Alejandro González Iñárritu), Ator (Leonardo DiCaprio), Ator Coadjuvante (Tom Hardy), Fotografia, Edição, Figurino, Cabelo e Maquiagem, Efeitos Visuais, Design de Produção, Edição de Som, Mixagem de Som. 

O filme é baseado em fatos reais, narrados no livro The Revenant: A Novel of Revenge, de Michael Punke. 

A Escolha (04/02) 

Gabby Holland (Teresa Palmer) acaba de se mudar para uma vizinhança e tem Travis Parker (Benjamin Walker) morando ao lado. A princípio, os dois não se dão bem. Mas logo, uma situação força os vizinhos a tentarem se dar bem e o amor pede passagem nesse improvável romance. 

O filme é baseado no livro A Escolha, de Nicholas Sparks, autor que já teve várias de suas obras adaptadas para o cinema, como: Diário de uma Paixão (2004), Querido John (2010) e O Melhor de Mim (2014). 

Essa é a décima primeira adaptação de uma obra do autor Nicholas Sparks para os cinemas. 

Tirando o Atraso (04/02) 

O ex-general do exército Dick Kelly (Robert De Niro) está velho, mas não está morto. Ele é um homem pervertido que planeja muita badalação com mulheres quando viaja até a Flórida com seu neto Jack (Zac Efron). 

Filho de Saul (04/02) 

Durante a Segunda Guerra Mundial, Saul Ausländer (Géza Röhrig) é um dos prisioneiros do campo de extermínio de Auschwitz. Saul é responsável pela cremação dos corpos dos outros judeus e ele acredita que um dos cadáveres é de seu filho e, dessa forma, luta para escapar de lá para dar um fim digno ao corpo. 

Filho de Saul foi indicado ao Oscar 2016 de Melhor Filme Estrangeiro. 

Deadpool (11/02) 

O mercenário Wade Wilson (Ryan Reynolds) é um anti-herói do universo Marvel, conhecido como Deadpool. Depois de ser submetido a um experimento para ganhar fator de cura, o mercenário tagarela, armado com suas habilidades e um senso de humor negro, vai atrás do homem que quase destruiu sua vida. 

O anti-herói pertence ao universo dos X-Men e chega a ter um poder de regeneração maior que o de Wolverine. 

O ator Ryan Reynolds interpretou Wade Willson no filme X-Men Origens: Wolverine, em 2009. A produção levou mais de cinco anos para sair do papel. 

A Garota Dinamarquesa (11/02) 

O pintor dinamarquês Einar Mogens Wegener (Eddie Redmayne) é casado com Gerda (Alicia Vikander) e sempre se identificou com o universo feminino, mesmo de forma velada. Mas seu instinto fala mais alto e ele decide fazer uma cirurgia de mudança de sexo. Einar passa a usar o nome Lili Elbe e entra para história como a primeira pessoa a se submeter a esse tipo de procedimento. 

A Garota Dinamarquesa foi indicado ao Oscar 2016 nas categorias Melhor Ator (Eddie Redmayne), Atriz Coadjuvante (Alicia Vikander), Design de Produção e Figurino. 

O filme é baseado em fatos reais, narrados no livro The Danish Girl, de David Ebershoff. Lili Elbe morreu em 1931, após complicações de uma quarta cirurgia de mudança de sexo. 

Brooklyn (11/02) 

Nos anos 1950, a jovem Eilis Lacey (Saoirse Ronan) vive na Irlanda e parte em direção aos Estados Unidos em busca de uma vida melhor. Ela se instala no bairro do Brooklyn, consegue um emprego e chama a atenção do imigrante italiano Tony (Emory Cohen). Os dois se apaixonam, mas uma tragédia na vida de Eilis a força retornar para sua terra natal, onde conhece Jim Farrell (Domhnall Gleeson). Agora, ela tem de se decidir com quem quer ficar. 

Brooklyn foi indicado ao Oscar 2016 nas categorias Melhor Filme, Atriz (Saoirse Ronan) e Roteiro Adaptado. 

O filme é baseado no livro Brooklyn, de Colm Tóibín. 

Um Suburbano Sortudo (11/02) 

O camelô Denílson (Rodrigo Sant'anna) vive no subúrbio do Rio de Janeiro e trabalha duro. A sorte dele muda do dia para noite quando descobre que seu pai biológico desconhecido morreu e que ele era milionário. Denílson então põe a mão na herança, mas para isso tem de aturar a família do falecido, que está toda endividada. Mas ele aguenta e ainda vai tentar usar sua experiência como camelô para comandar a empresa do pai. 

Anteriormente, o título do filme era O Herdeiro. Rodrigo Sant'Anna e o diretor Roberto Santucci trabalharam anteriormente em Até que a Sorte nos Separe (2012) e De Pernas pro Ar 2 (2012). 

Viral (18/02) 

Seis histórias giram em torno, mais uma vez, de fitas VHS encontradas. Entre elas está a de um ilusionista louco que consegue um objeto de grande poder que funciona como uma espécie de porta para um mundo paralelo. Em outra, skatistas se tornam alvos de um ritual mexicano de morte. Há ainda uma sobre uma organização que está atrás de um serial killer. Tudo está ligado por um grupo de adolescentes obcecados que buscam pela última sensação viral da internet e acaba se dando mal com isso. 

V/H/S Viral é uma antologia formada por seis histórias, cada uma comandada por um diretor. 

Horas Decisivas (18/02) 

Em 1952, uma tempestade atinge dois navios petroleiros. As tripulações das duas embarcações ficam à mercê e travam uma luta desesperada pela vida em meio à fúria da natureza na imensidão do Oceano Atlântico. 

O filme é baseado em fatos reais, narrados no livro The Finest Hours, de Casey Sherman e Michael J. Tougias. 

No total, 84 tripulantes foram resgatados, mas muitos não sobreviveram. 

13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi (18/02) 

No dia 11 de setembro de 2012, em Bengasi, na Líbia, a embaixada americana sofre um ataque terrorista contra a exibição de um filme sobre o profeta Maomé. O caos no interior do prédio se instaura e o embaixador dos Estados Unidos e outros três funcionários morrem. Resta aos militares tirarem os sobreviventes em segurança. 

O filme é baseado em fatos reais, narrados no livro 13 Hours, de Mitchell Zuckoff. Os militares que enfrentaram a situação real trabalharam como consultores no longa. 

O Quarto de Jack (18/02) 

A única coisa no mundo que o menino Jack conhece é um quarto com uma pequena janela. É nesse lugar que ele nasceu e de onde nunca saiu. A criança já está com 5 anos e começa a questionar sua mãe o motivo de viverem presos no quarto, até o dia em que ele tem a chance de desbravar aquilo que nunca conheceu. 

O Quarto de Jack foi indicado ao Oscar 2016 de Melhor Filme, Diretor (Lenny Abrahamson), Atriz (Brie Larson) e Roteiro Adaptado. 

O filme é baseado no livro Room (2010), de Emma Donoghue, que faz sua estreia como roteirista de longa-metragem. 

Tudo Vai Ficar Bem (18/02) 

Certo dia, o escritor Tomas (James Franco) dirige sem rumo e, desatento, acaba atropelando e matando uma criança. O sentimento de culpa o corrói e dificulta a tentativa de retomar sua vida, mesmo 12 anos após a tragédia ter ocorrido. 

O drama foi rodado com câmeras 3D. Este é o segundo filme nesse formato da carreira do cineasta Wim Wenders. O primeiro foi o documentário Pina (2011). 

Orgulho e Preconceito e Zumbis (25/02) 

Releitura do romance Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, o filme é ambientado em Londres do século XIX. Especialista em artes marciais, Elizabeth Bennet (Lily James) está determinada em acabar com todos os zumbis que atravessam o seu caminho. Mas a situação mudará após a chegada do arrogante Sr. Darcy (Sam Riley). 

Adaptação do livro homônimo de Seth Grahame-Smith, que introduz zumbis no universo do clássico Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. O livro alcançou o terceiro lugar na lista dos mais vendidos do New York Times. 

Os atores Charles Dance e Lena Headey, mais conhecidos por seus papéis como Tywin e a Cersei Lannister de Game of Thrones respectivamente, estão no elenco. 

Deuses do Egito (25/02) 

No Antigo Egito, Set (Gerard Butler) assassinou o pai do deus dos céus Horus (Nikolaj Coster-Waldau), que busca vingar a morte do patrono. Para isso, ele conta com a ajuda do ladrão humano (Brenton Thwaites) e da deusa do amor Hathor (Elodie Yung). 

A produção marca o retorno do diretor Alex Proyas, que estava longe do cinema desde Presságio (2009). 

Antes de assumir a direção, Alex Proyas dirigiria a adaptação do poema épico de John Milton, Paraíso Perdido, mas a produção foi cancelada devido ao alto custo. 

Cinquenta Tons de Preto (25/02) 

Paródia do drama romântico Cinquenta Tons de Cinza, filme que apresenta uma relação complexa e intensa entre uma jovem virgem e sonhadora e um empresário que revela seu interesse pelo sadomasoquismo. 

O filme é estrelado por Marlon Wayans, que atuou em outras paródias que viraram franquias: Todo Mundo em Pânico e Inatividade Paranormal

O diretor Michael Tiddes dirigiu os primeiros filmes da franquia Inatividade Paranormal, repetindo a parceria com Marlon Wayans. 

Como Ser Solteira (25/02) 

A jovem Julie Jenson é uma antropóloga que decide escrever um livro. O tema da obra é como é ser solteira nos dias de hoje. Ela busca entender como as pessoas lidam com a solteirice convicta, o sexo casual, o encontro às escuras, o medo de se comprometer e quando é a hora certa para se casar. 

O filme é baseado no livro How to be Single (2008), escrito por Liz Tuccillo. 

A atriz Drew Barrymore chegou a ser cotada para dirigir o longa, mas acabou assinando apenas a produção. 

O diretor Christian Ditter e a atriz Lily Collins trabalharam anteriormente em Simplesmente Acontece (2015).
___

Isso é tudo por hoje, meus amigos, aproveitem o carnaval da melhor maneira, mas sempre com responsabilidade. 

Leandro Faria  
Artur Lima: aficionado por cinema, música, seriados e livros, não nesta ordem, apaixonado por dias frios e chá. Estudante de Comunicação Social, acha que sabe de tudo e sonha em trabalhar com cinema.
FacebookTwitter


2 comentários:

Esdras Bailone disse...

Não entendi o que Lilly Collins tem a ver com o filme 'Como Ser Solteira', a protagonista não é a Dakota Johnson?

Artur Lima disse...

Sim Dakota Johnson é a protagonista, porem a Lilly Collins faz parte do elenco, e só mencionei que ela e o diretor já trabalharam juntos em Simplesmente Acontece.

Espero ter esclarecido.

Share