12 de jul de 2016

#Literatura: Lucas e Nicolas - Um Amor Adolescente, de Gabriel Spits





Eu não gosto da expressão "literatura gay". Acho um termo bobo, um rótulo desnecessário e que, tantas vezes, nem mesmo dizem muito sobre o livro em si. Na maioria dos casos, salvo raras exceções, são apenas histórias que os protagonistas são também, e por acaso, gays. Afinal, a sexualidade não nos define, não é mesmo? Eu preciso acreditar nisso.

Dei de cara com Lucas e Nicolas - Um Amor Adolescente, do autor brasileiro Gabriel Spits, muito por acaso. Estava na página da Amazon, olhando as novidades e navegando em títulos diversos, quando dei de cara com uma oferta para o ebook. Li a sinopse, me interessei e, com um clique (eu amo e odeio essa ferramenta com a mesma intensidade) acabei comprando o livro. Pensei: ok, vamos dar uma chance à essa história, né? E como eu gosto de ser surpreendido. Porque o livro é uma delicinha, que nos leva por suas páginas, resgatando até mesmo memórias particulares dos seus leitores.

O título já entrega tudo, né? Lucas e Nicolas são dois adolescentes que, morando no interior de São Paulo, precisam lidar com a descoberta da própria homossexualidade, enquanto enfrentam o ensino médio, os problemas familiares e a adolescência em si. Lucas, que sempre morou no interior, é meio alternativo, nerd, aquele tipo que é, quase sempre, chamado de "bichinha" pelos colegas de classe. Já Nicolas é o novato, recém chegado de São Paulo, jovem bonito, sarado, lutador de caratê, que viu no esporte uma forma de se reafirmar como ~homem~. Quando o caminho dos dois se encontram, surge uma história que é, acima de tudo, de amizade.

O autor Gabriel Spits é esperto ao dividir o livro em partes, cada uma delas centrada em um dos personagens. Assim, somos apresentados primeiro a Lucas, depois acompanhamos Nicolas, para aí sim embarcarmos na história dos dois e, posteriormente, de outros dois amigos, Matheus e Laís. A prosa do autor é fluída e muito fácil de ler e se identificar. Porque sim, todos nós já fomos adolescentes (e se você ainda é, leia o livro, mesmo!) e é fácil se colocar no lugar de um ou outro personagem, todos cheios de sonhos e ainda puros, no sentido amplo da palavra, já que a vida ainda não se impôs a todos eles como faz como cada um de nós.

Leve, tocante e divertido, Lucas e Nicolas é o tipo de leitura que você devora rápido e que, exatamente por isso, te conquista e te faz até mesmo ansiar por mais histórias com aqueles personagens. Fica a dica, caro Gabriel Spits. Fica a dica.

Lucas e Nicolas - Um Amor Adolescente
Autor: Gabriel Spits
Páginas: 272
Editora: Rocco

Leia Também:
Leandro Faria  
Leandro Faria, do Rio de Janeiro, fruto da década de 80, viciado em cultura pop em geral. Como vício bom a gente alimenta e compartilha, estou aqui para falar de cinema, televisão, música, literatura e de tudo mais que possa (ou não) ser relevante. Por isso, puxe a cadeira, se acomode e toma mais um copo, porque papo bom a gente curte é desse jeito!
FacebookTwitter


0 comentários:

Share