22 de ago de 2016

#VergonhaAlheia - Ano IV - # 24





Êta lasqueira braba! Tô de volta, gente! E aí, tristes por causa do encerramento das Olimpíadas? Ai, eu tô que é uma tristeza só. Então, pra aumentar a tristeza, vamos falar das vergonhas alheias da semana?! Siiiim!

Começando com Televisão. Cris Dias e William Waack, sabem? Pois bem, William Waack, que mais parece parente do José Serra, aquele vampirão, detesta dividir a bancada do Jornal da Globo com quem quer que seja, e sempre arruma uma treta com alguém ali. Só que ele arranjou uma "oponente" à altura, porque Cris Dias não deixou barato e tratou de colocar o homem em seu devido lugar, vamos conferir?


Como é que é? Toma!

Rapaaaz... Se eu fosse o William eu pedia pra cagar e saía, porque olha, podia ter ido dormir sem essa, hein?! Aí depois de tudo rolou despedida emocionada, beijinho no rosto e, mais depois, um vídeo desmentindo a treta e coisa e tal, mas é aquele negócio, né, gente: a crise tá aí, ninguém quer ficar sem emprego, viu que a treta bombou na web, viu que todo mundo percebeu que eles passaram a edição inteira separados, então tem mais é que fazer a linha amizade pra poder manter o emprego, né não? 

Vamos falar agora de Celebridade! O feminista Dado Dolabella resolveu andar de metrô. Ok, até aí tudo bem, ele é um cidadão livre, faz o que bem entender. Acontece que o cara se acha muito especial, a ponto de ir em pé no metrô, então, revoltadíssimo (nossa, como isso é revoltante, só que não), Dado resolveu aparecer:


Hum...

Nada a declarar... 

Cotidiano. Vamos dar uma olhada neste comercial? Vamos:


Legal, né?! Pois bem, acontece que dois Luis Augusto resolveram processar a Sadia por causa da propaganda, porque a galera fica zoando, chamando de 'Presuntinho' (hahahahahaha boa essa), pegando no pé dos dois, então eles resolveram pedir trinta mil reais cada, por danos morais, mais a retirada da propaganda do ar. Segue imagem da resposta da Sadia:

Me poupe, né?! O Luis de quarenta e cinco anos disse que toda hora dizem pro filho dele que ele é filho do 'presuntão'. Já o Luis de quarenta e dois anos diz que ficam chamando ele de 'presuntinho', aí os caras querem processar a empresa? Processa os caras que estão zoando, porra. Nunca ouviram: "Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situação da vida real é mera coincidência."? Então pronto! 

Vamos falar de Olimpíadas! Sim, minha gente, acabou, infelizmente, mas é claro que alguma coisa ia dar errado, e foi no encerramento! Acontece que Carlos Arhtur Nuzman, enquanto fazia o discurso em português e traduzia para o inglês, disse: "You painted Brazil of yellow and red.", e acabou transformando isso:

Nisso:

A galera que grita: "A nossa bandeira jamais será vermelha" deve ter enfiado o dedo no cu e lascado até na nuca na hora, hein... 

Agora segura esse tchan aí, gente! Neymar, capitão da Seleção Brasileira de Futebol, após a vitória nos pênaltis, saiu rodeado por fotógrafos e cinegrafistas, e com sua faixa na testa escrito '100% Jesus', não hesitou em mandar um torcedor tomar no cu. Jesus chorou. 


Aparentemente Neymar ficou irritadíssimo porque a torcida cobrava garra do time, e se achou no direito de ir lá e encarar o torcedor, dizendo que "Aqui é Brasil, tem que respeitar.", disse o cara que bradou um 'Vão ter que me engolir!'

Como que respeita uma merda dessa, gente? O cara não fez um gol no jogo inteiro, aí faz um gol nos pênaltis e sai se achando? Mas eu tenho uma preguiça desse moleque, viu... E é claro que Galvão foi lamber a bunda do jogador, dizendo que ele tem o direito de desabafar como quiser. Bem, talvez ele tivesse esse direito se tivesse feito em campo metade do que a mulherada da Seleção Feminina fez. Que vergonha. 

E é isso, gente! Não teve Temer no encerramento por motivos óbvios, mas a plateia não hesitou em vaiar Eduardo Paes (que quebrou todos os protocolos e carregou a Tocha Olímpica, mas, como disse Neymar: "Aqui é Brasil, tem que respeitar."). E eu nem vou falar do vexame dos americanos, hein? 

Até a próxima Segunda-Feira; se comportem, fui! 

Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, um espírito livre, observador do tempo, da vida e das muitas timelines da web. Sonha em ter muito dinheiro pra poder cair no mundo, aprender tudo o que puder. Acredita que jazz, blues, soul, pop, samba, pagode e erudito sejam as trilhas sonoras perfeitas para a vida que leva
FacebookTwitter


4 comentários:

jair machado rodrigues disse...

Muito bom, muito bom, adorei as caras após a fofoc, digo, depois das notícias dadas no post rsrsrs...
ps. Carinho respeito e abraço.

Hunt , disse...

Cuida da sua vida mano

Nick disse...

Achei muito bom o texto todo, a parte do discurso então kkkkkk. Eu, assim como milhares de pessoas, percebi o erro do "Yellow and red". Com relação a parte do Neymar, duas coisas, o cara devia tá revoltado com toda a critica apesar de não justifica o xingamento e a outra é que ele fez um gol sim no jogo, o primeiro da partida.

Glauco Damasceno disse...

SÉRIO, NICK?! Eu tava tão bêbado que não reparei em quem tinha feito o gol, só gritei GOOOL KKKKK brigado pela correção!!!

Share