5 de set de 2016

#Pop5ive: Melhores Vilões do Cinema





O cinema sempre nos presenteou com personagens memoráveis, em sua grande maioria os mocinhos, normalmente corajosos e destemidos. Entretanto, nem só de heróis e mocinhos é que o cinema sobrevive e, muitas vezes, quem cativa e rouba a cena são justamente os algozes dos personagens principais. Assim, hoje resolvi listar os cinco melhores vilões que eu já vi em tela. 

Vamos aos escolhidos para o meu #Pop5ive?

Coringa (Batman: O Cavaleiro das Trevas, 2008)

O Coringa todo mundo conhece, ele é um palhaço louco, completamente perturbado, e é um dos grandes inimigos do Batman, se não o maior. Ele faz joguinhos com o herói e tenta causar a maior quantidade de sofrimento que ele puder.

Em Batman: O Cavaleiro das Trevas, ele é interpretado por Heath Ledger, que faleceu na época. E é considerado não apenas pelos fãs, mas por muitos especialistas, o melhor Coringa de todos. O filme foi indicado a 8 Oscars, dentre estes, o prêmio póstumo para Melhor Ator Coadjuvante para Heath. O personagem não é semelhante ao interpretado por Jack Nicholson no ano 1989, pois não há comicidade. A maquiagem é borrada e sua figura arrepiante, com o caos na existência do vilão. 

Darth Vader (Saga Star Wars, 1977 a 2015)

 Eu sei o que vocês estão dizendo “Você não viu todos os filmes, Darth Vader não é um vilão”. Ah, ele é sim, e deve ser o melhor de todos!

Darth Vader era só uma criancinha fofa chamado Anakin Skywalker, que acaba sendo seduzido pelo lado negro da força e se torna o temido Darth Vader, que tem planos de usar a Estrela da Morte para acabar com a Aliança Rebelde e conduzir todos de acordo com a sua vontade, já que teria em seu poder a poderosa Estrela da Morte, capaz de destruir planetas com um disparo. No fim, Vader desiste de seus planos e ajuda seu filho, Luke, e é assim que sabemos que o maior vilão de todos tinha um bom coração.

O personagem vai aparecer novamente em Rogue One: A Star Wars Story

Hans Landa (Bastardos Inglórios, 2009) 

Quentin Tarantino é um mestre na criação de personagens e suas diversas camadas, basta olharmos para sua galeria de personagens excêntricos e complexos, tais como Bill (Kill Bill), Calvin (Django Livre) e praticamente todos os personagens de Pulp Fiction e Cães de Aluguel.

Mas nenhum desses personagens é tão cruel, sádico e psicótico quanto o coronel Hans Landa, de Bastardos Inglórios. Muito se deve também à ótima interpretação de Christoph Waltz, que entrega um personagem memorável, que toma conta do filme. Quentin Tarantino disse que Landa talvez seja o maior personagem que já tenha escrito. 

Scar (O Rei Leão, 1994) 

Talvez o grande primeiro vilão que tenha visto no cinema, e um destruidor de infância, com certeza.

Scar é a personificação da maldade, ele é traiçoeiro, dissimulado e muito cruel, traindo seu irmão, o Rei Mufasa, e o matando para assumir o trono. E ainda faz com que seu sobrinho se sinta culpado e fuja para o exilio. Scar foi o responsável por uma das cenas mais chocantes da infância de muita gente e merecia um lugar nesta lista. 

Miranda Priestly (O Diabo Veste Prada, 2006)

Miranda é a editora chefe de uma revista de moda. Ela manda e desmanda, mas não apenas na revista, ela faz o que quer com a moda, ela faz o que quer com os funcionários, com os estilistas, com as modelos, com o mundo da moda. E transforma a vida de todo mundo num inferno.

Brilhantemente vivida pela admirada Meryl Streep, Miranda transforma a vida da pobre Andrea, sua assistente interpretada por Anne Hathaway, num inferno completo. E tudo porque ela sabe que está no topo e não pretende sair de lá. 
___

Então, meus queridos, o que acharam da minha listinha? Dê sua opinião se tem algum vilão que merecia estar aqui.

Abraços e até a próxima!

Leia Também:
Leandro Faria  
Artur Lima: aficionado por cinema, música, seriados e livros, não nesta ordem, apaixonado por dias frios e chá. Estudante de Comunicação Social, acha que sabe de tudo e sonha em trabalhar com cinema.
FacebookTwitter


0 comentários:

Share