20 de set de 2016

#TOP 15: Mortes Inesperadas Que Abalaram os Telespectadores Brasileiros





O Brasil ainda está chocado com o falecimento repentino do ator Domingos Montagner. No auge de sua breve carreira televisiva ele colecionava reconhecimento da crítica e do público com trabalhos sempre memoráveis.

Além de Domingos, outros grandes profissionais nos deixaram enquanto trabalhavam em suas novelas. E nossa lista de hoje é para relembrar (e prestar nossa homenagem) a alguns destes que de forma súbita nos deixaram.

Vamos conferir?

1) Amilton Fernandes  sofreu um acidente de automóvel enquanto trabalhava na novela Sangue e Areia (1968), da Rede Globo. Chegou a passar por seis cirurgias, contudo não resistiu às sequelas do grave acidente.

2) Glauce Rocha era um dos grandes nomes da novela Hospital (1971), na extinta TV Tupi, e veio a falecer, vítima de uma parada cardíaca, faltando apenas cinco capítulos para a conclusão de sua participação na trama.

3) Sérgio Cardoso é considerado um dos maiores atores do país e morreu de ataque cardíaco faltando 28 dias para o fim de O Primeiro Amor (1972). A Globo então providenciou para que Leonardo Vilar o substituísse. Durante muitos anos rezava-se uma sinistra lenda que o ator sofria de catalepsia e havia sido enterrado vivo.

4) Rafael de Carvalho, conhecido pelos desempenhos em novelas como O Bem Amado, Gabriela e Saramandaia, na Rede Globo, atuava em Rosa Baiana (1981), na Bandeirantes, quando sofreu um infarte. O autor Lauro César Muniz optou que o personagem saísse de cena abandonando a família.

5) Márcia de Windsor, considerada uma das mulheres mais elegantes de sua época, era famosa por ser jurada de programas como Flávio Cavalcanti. Faleceu durante a exibição da novela Ninho da Serpente (1982), na Rede Bandeirantes faltando apenas uma semana para seu término, entretanto, a atriz já havia gravado sua participação na história.

6) Jardel Filho teve um ataque cardíaco quando protagonizava a novela Sol de Verão (1982/83), na TV Globo. Seu grande amigo, o autor Manoel Carlos, muito abalado com o incidente, não conseguiu concluir a história e Lauro César Muniz foi chamado para escrever os capítulos finais.

7) Janete Clair foi a grande responsável por reunir o grande público no horário nobre. Ela já estava bem doente, mas não queria parar de trabalhar. A TV Globo concordou com um ritmo menor e Glória Perez foi escolhida para colaborar com a autora em Eu Prometo (1983/84), novela das 22 horas. Ela chegou a escrever até o capítulo 60 quando faleceu vítima do câncer no intestino.

8) Daniela Perez estava no auge da carreira ao interpretar a doce Yasmin quando foi assassinada em pleno andamento da novela De Corpo e Alma (1992/93, TV Globo). O fato teve repercussão internacional porque a jovem atriz foi morta por um colega de trabalho. Sua mãe, a autora Glória Perez, mesmo profundamente abalada, concluiu a história. Na trama, Yasmin teria feito uma viagem.

9) Felipe Pinheiro faleceu devido a problemas cardio-respiratórios durante a novela em que atuava, Olho no Olho (1993, TV Globo). A saída encontrada pelo autor Antonio Calmon foi contar que o personagem fez uma viagem.

10) Cláudia Magno entrou na novela Sonho Meu (1993/94, TV Globo), no papel da enfermeira Josefina, quando a novela já estava no ar, mas veio a falecer devido a insuficiência respiratória aguda, em decorrência da AIDS. Como sua personagem havia aparecido pouco, ela apenas sumiu da história.

11) Alexandre Lipiani morreu quando a novela Xica da Silva estava sendo exibida pela Rede Manchete, em 1997, vítima de um acidente de automóvel. Faltavam duas semanas para o fim da história.

12) Miriam Pires sempre foi uma presença quase obrigatória em novelas do autor Aguinaldo Silva. Quando atuava em Senhora do Destino (2004/05, TV Globo) foi internada devido a toxoplasmose, falecendo vítima de falência múltipla dos órgãos. Foi homenageada pelo autor e seus colegas com uma cena em que sua personagem lançaria um livro de receitas.

13) Nair Bello chegou a gravar as primeiras cenas de Pé na Jaca (2006/07, TV Globo), porém sofreu uma parada cardíaca e entrou em coma, falecendo cinco meses depois. Arlete Salles a substituiu e todas suas cenas foram regravadas.

14) Luiz Carlos Tourinho era o Nezinho na novela Desejo Proibido (2007/08, TV Globo). Foi vítima de uma parada cardio-respiratória devido um aneurisma cerebral. Para explicar a saída do personagem da trama, o Padre Inácio (Marcos Caruso) lia um carta deixada por ele explicando que iria deixar a cidade.

15) Umberto Magnani veio a falecer dois dias depois de sofrer um acidente vascular encefálico hemorrágico, durante uma gravação da novela Velho Chico. Ele era o Padre Romão na novela e, como seu personagem possuía uma certa importância, já que estava presente em vários núcleos, optou-se pela escalação de Carlos Vereza para interpretar outro padre na trama.

Leia Também:
Serginho Tavares  
Serginho Tavares, apreciador de cinema, para ele um lugar mágico e sagrado, de TV e literatura. Adora escrever. É de Recife, é do mar: mesmo que não vá com tanta frequência e com os pés bem firmes na terra.
FacebookTwitter


2 comentários:

jair machado rodrigues disse...

Credo Serginho, que coisa mais mórbida...amei rs, podia colocara Hebe por poder de celebridade, mas adorei a lista.
ps. Carinho respeito e abraço.

Giovane Poschi disse...

Lembro também do grande ator Lutero Luiz que faleceu fazendo a novela Sexo dos Anjos.

Share