7 de set de 2016

#VergonhaAlheia - Ano IV - # 26





Primeiramente, Fora Temer. Agora sim, bom dia, boa tarde, boa noite. Já desisti de dizer que não sou nem Dilma, nem Temer, então vou seguir assoviando.

Vamos pras vergonhas da semana? Olha, quase que não venho hoje, viu, tá difícil, gente, mas vamos seguindo!

Televisão: O país parou com a separação do casal mais amado da TV, William Bonner e Fátima Bernardes. Memes pra tudo que é lado, especulações, enfim, um auê do caralho. Alguns dias depois, em seu programa, Fátima convidou o cantor Gusttavo Lima, que além de bater um papo com Fátima, foi a atração musical do dia. E então...


Gente, que climão hahahahahaha. Repararam no 1:57, a Fátima tá dançando séria, aí parece que alguém fala pra ela: "Tá na câmera, dá um sorriso!", mas ela nem isso consegue e só faz aquela cara? Pô, Gusttavo, não tinha outra música pra cantar não? Tá, tudo bem, o tema do programa era término de relacionamento, mas mesmo assim, tocasse uma romântica pra galera ficar na fossa.

Ainda sobre Televisão, quem aí tá assistindo o Adnight? Bem, eu não porque... né, gente? Depois da MTV, o mais aceitável que o Adnet fez foi o Tá no Ar, e como o Twitter não costuma mentir, eu acredito muito no que ando lendo sobre o programa, ou seja, que é uma coisa estranha, sem sentido, e sem graça. Mas a Rede Globo, como não gosta de perder (e quem gosta?), resolveu, com muita dificuldade, eu imagino, juntar todos os comentários positivos sobre o programa. E conseguiu alguns, só que, numa ânsia de publicar logo a matéria positiva sobre o programa, eles soltaram a matéria ANTES do programa terminar e...




Gente, que deprimente... Pra que essa apelação, me diz? Se viram que o programa ficou uma completa porcaria na estreia, não era mais fácil, mais óbvio melhorar, ao invés de fazer uma cagada dessas?

E claro, a Internet percebeu e não perdoou:



Papelão, viu? Papelão...
(catei as imagens lá na Diva Depressão! Beijo pra eles!)

Política! Todo mundo sabe que em época de Eleições a galera tende a ficar um pouco agitada, falando coisa demais, prometendo coisa demais e, às vezes, falando o que não deve, como é o caso do nosso amiguinho aqui, o Vereador Rodrigo Maroni, da cidade de Porto Alegre.

A proposta de Rodrigo é um projeto de lei que determina a prisão perpétua em clínicas psiquiátricas a quem for sarcástico com animais, estuprá-los, ou enterrá-los vivos. Ou tudo junto.


Mas minha gente, como alguém pode ser sarcástico com animais? Estuprar e enterrar vivo é fácil de entender, porque né, mas ser sarcástico? Enfim, fica a dica aí, cuidado pra não soltar umas piadinhas de Zorra Total pro seu cachorro, gato, periquito, papagaio, aranha, sapo... 

Ainda em Política, vamos falar das manifestações. Sim, das manifestações, e antes que apareçam os bestão pra me chamar de "petista", "comunista", "fã da Dilma", e etc, eu vou dizer maaaaaaais uma vez que aqui não tem Temer, muito menos Dilma, quanto mais Lula, ou Aécio, tá bem? Combinado? Beleza. 

Domingo rolou a manifestação de quarenta pessoas, segundo Temer, e 210 mil pessoas, segundo a Data Folha, em São Paulo. Super tranquila, organizada, sem incidentes, sem quebra-quebra, e com Eduardo Suplicy tendo sua carteira furtada, mas né, fazer o que, alguns têm a carteira furtada em manifestações, outros dentro de igreja, não deixa de ser dinheiro perdido no meio de uma multidão. 

No final da manifestação, a Polícia Militar apareceu, com força total, e danou a disparar bombas contra a multidão, assim, de graça, sabem? "Hum... Acho que vou jogar uma bomba ali, só pra ver a reação da galera. Preparar. Apontar. FOGO!"

Rolou aquele tumulto, a Folha mostrou a zona de guerra, a galera pró-Temer chamou os manifestantes de vagabundos, aquela coisa toda. O Coronel Dimitrios Fyskatoris afirmou que: "A Polícia Militar só atua de pronta resposta a partir de um cenário concreto de agressão. A Polícia Militar não age espontaneamente para agredir ninguém. A Polícia Militar só responde à injusta agressão." 

Só que nada escapa ao Olho de Thundera, certo? Então segura só:


É, gente... Não tem mais o que dizer, certo?

Agora segura esse tchan aí, gente! Sabem o programa da emissora purgatório, Rede Record, Fala Que Eu Te Escuto? Pois bem, os caras surgiram no Twitter no dia seis de setembro com essa pergunta aqui, ó:




É... Parece que eles esqueceram da porcentagem negra de membros da emissora, alguns até apresentam o programa... Sei lá, gente, essa galera sai atirando no escuro, bostejando desse jeito... Ai, não dá, de verdade. 

E é isso, minha gente, vou ficando por aqui, perdoem o atraso, perdoem a falta de graça hoje, sabe como é, tem dia que a gente se sente como quem partiu ou morreu, aí dá nisso. 

Um abraço, um beijo, um queijo, e até semana que vem! 

Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, um espírito livre, observador do tempo, da vida e das muitas timelines da web. Sonha em ter muito dinheiro pra poder cair no mundo, aprender tudo o que puder. Acredita que jazz, blues, soul, pop, samba, pagode e erudito sejam as trilhas sonoras perfeitas para a vida que leva
FacebookTwitter


0 comentários:

Share