19 de set de 2016

#VergonhaAlheia - Ano IV - # 28





E aí, gente, tudo certinho? Tudo beleza? Por aqui, com uma febre de trinta e oito que vai e volta, tá tudo mais ou menos, mas ninguém perguntou, ninguém quer saber.

Vamos começar com Celebridade. Alexandre Borges, sabem? Aquele ator da Globo? Lembraram? Pois bem. Surgiu este vídeo aqui:


No vídeo estão Alexandre Borges e duas travestis, sendo que uma está sentada no colo do ator. Notem bem que o vídeo começa com a chamada sensacionalista: "Ator global é visto com travesti.". Desde que vazou o vídeo, metade da Internet enfiou o dedo no cu e lascou até na nuca pra julgar o ator que estava acompanhado de duas travestis, ouvindo Frank Sinatra, e dando o famoso teco, ou tapa na pantera, como queiram.

Agora eu pergunto: PRA QUE?! POR QUE?! Gente, é um tal de regular a vida alheia que eu não entendo. Qual o problema de um 'ator global', como dizem, aparecer com travestis, consumindo drogas? Ou querem enganar a quem que todo mundo da emissora é santinho? E outra, a vida é do cara, ele faz o que ele quiser, se a Globo não quiser, a Record pega, ou o Multishow, o que é bem mais provável, mas ainda assim, é a vida do cara.

Política. O ex-Presidente Luis Inácio Lula da Silva (Lulalá, Lula Lula daqui pra lá), quando falava em sua defesa sobre a denúncia por corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato, teve a cara de pau de lançar:
"A profissão mais honesta é do político porque todo ano, por mais ladrão que seja, tem que encarar, ir na rua pedir voto. O concursado não. Tá com emprego garantido. O político é chamado de ladrão, filho da mãe, filho do pai, de tudo, mas tá lá encarando."

Espera aí, como é que é?! "Por mais ladrão que seja, tem que encarar, ir na rua pedir voto."??? Não, sério, o que colocaram na cachaça do velho dessa vez? Ter o emprego garantido torna indigno quem é concursado e transforma em heróis nacionais esses políticos que ganham dinheiro às nossas custas, com seus salários exorbitantes, supersalários, adicional disso, daquilo, daquilo outro, os BILHÕES que são desviados quase que diariamente pra benefício desses ladrões tão heróicos que ele fala, enquanto a gente tá aqui se matando, o país em guerra, dentro e fora do Facebook, mais dentro do que fora da rede social, gente, morrendo sem atendimento em hospital, a segurança pública que tá uma porcaria, e o velho vem com "É ladrão, mas é meu amigo"

Ah, pra cima de mim não, Lula. O pior é que os que o defendem fazem igual crente que quer justificar o próprio pecado, já viram? Vai na Bíblia, pega o trecho que mais lhe convém, e pronto, defesa apresentada. Da mesma forma fizeram várias pessoas pra defender o ex-Presidente, que disse, inclusive, que não ia agir como ex-Presidente. Vai agir como o que, me diz? Ah, vá pra puta que te pariu. 

Ainda sobre Política, José Serra, o Ministro das Relações Exteriores, teve um pouco de... dificuldade? Sim, acho que é essa a palavra. José Serra teve um pouco de dificuldade pra soletrar BRICS, aquele conjunto de países emergentes, sabe? Então, vamos dar uma olhada:


Hummmm... Sei não, acho que pegou um pouco mal, hein...  Pô, Zé Serra, que vacilo, cara, isso é coisa de Ensino Médio, cara, na boa.

Mas sabe, ver o José Serra soletrando desse jeito, só me lembrou daquele personagem Montito, do Chapolin:


E agora, gente, segura esse tchan aí! Infelizmente, de forma trágica, faleceu o ator Domingos Montagner, que fazia parte do elenco da novela Velho Chico. Coitada da família, de Camila Pitanga que estava com ele na hora, foi tudo muito repentino e triste demais. Mas triste MESMO é ler esse tipo de asneira:



E mais isso:



Não, gente, definitivamente não. Se isso foi intenção de fazer piada, é PIOR ainda, mas eu tenho lá minhas dúvidas, afinal, com o mundo do jeito que tá... 

São essas as pessoas de bem? As que querem um país melhor? As que são a favor da vida, menos da vida de quem vota no PT? Deus me livre defender PT (não sei se os anti-PT repararam no que eu disse mais acima, se leu e não entendeu, lê de novo), mas estamos falando aqui de seres humanos. Estamos falando da morte de uma pessoa, de novo, de forma trágica. Nessa hora não existe PT, PMDB, ou qualquer outro P que possa existir. 

E outra, o fato de a pessoa não acreditar em absolutamente nada relacionado à religião, não a torna insensível. Conheço muito evangélico que é tremendamente insensível (acreditem, eu conheço), então, pelo amor de tudo o que é mais sagrado, ou pelo amor do Big Bang, para com isso, gente. Para. É nojento, é pra lá de vergonhoso, é doentio, sério. 

Vamos ficando por aqui? Vamos, porque não tinha muita coisa legal pra contar não, só Inês Brasil negando foto com fã, mas a gente sabe o que acontece com muita subcelebridade que ganha espaço na mídia, né não? 

Um beijo, um queijo, e até a próxima semana! 

Leia Também:
Leandro Faria  
Glauco Damasceno, um espírito livre, observador do tempo, da vida e das muitas timelines da web. Sonha em ter muito dinheiro pra poder cair no mundo, aprender tudo o que puder. Acredita que jazz, blues, soul, pop, samba, pagode e erudito sejam as trilhas sonoras perfeitas para a vida que leva
FacebookTwitter


0 comentários:

Share