7 de out de 2016

#Pop5ive: Apresentadores de TV





Programas de auditório existem em todas as nossas emissoras de TV e, assim como as novelas, é quase impossível passar sem eles. O público gosta e as emissoras percebem ali um filão para atrair anunciantes.

Sendo assim, durante muitos e muitos anos, muita gente se consagrou como apresentador – ou animador como diziam antigamente – e tem levado por anos a fio seus programas. Quase impossível fazer um texto com apenas 5 dos melhores, afinal tem muita gente boa e outros que insistem que nem são tão bons assim, contudo, por que não tentar?

Felizmente ou não, os cinco aqui citados são aqueles que reúnem o que chamamos de carisma e talento e tem levado alegria para o público durante muito tempo.

Silvio Santos

O mestre dos mestres, ou o dono do Baú, como muitos preferem, é um empresário bem sucedido e não há quem duvide disso; até hoje não há um comunicador como ele. Conseguiu unir características importantes que um bom apresentador deve ter como, por exemplo, carisma, profissionalismo e liderança.

Seu programa é tao emblemático que atravessou gerações; ficou tão grande que acabou sendo obrigado a ter uma emissora pra chamar de sua. Acima do bem e do mal, Silvio é o tipo de pessoa que alcançou o mérito de não precisar mais provar nada pra ninguém. Faz rir e entende muito bem que TV é entretenimento e que assistencialismo não é, nem nunca foi, a praia dele.

Ponto forte: sabe rir de si mesmo, tem uma conta vitalícia da Netflix e é o Silvio Santos, oras!
Ponto fraco: a filha, Patrícia Abravanel.

Fausto Silva

A Globo estava cansada de todos os domingos perder para seu ex funcionário, então contratou Gugu. Mas como Silvio Santos achava que ia perder a voz, morrer e não ia ter um substituto à altura, encontrou em Gugu a pessoa certa para o seu lugar nos domingos do SBT. Foi ele mesmo até a sede da Globo, na época no Jardim Botânico, e pediu para que o Dr. Roberto Marinho liberasse Gugu do contrato que tinha acabado de assinar. Feito, Gugu foi para os domingos e a Globo se viu obrigada a contratar outra pessoa.

Fausto Silva aceitou o desafio. Ele vinha da Bandeirantes, onde comandava um programa que se tornou cult. O Perdidos na Noite era exibido nas madrugadas de sábado e Faustão já mostrava seu lado sem noção.

Ponto forte: Sarcástico, ajudou a Globo a humanizar seu casting e sabe atrair anunciantes como ninguém.
Ponto fraco: Não deixa ninguém falar, interrompe tudo e todos e é bem rude muitas vezes. Trabalhar com ele parece ser terrível.

Xuxa

 De modelo à namorada de Pelé, até chegar a ser apresentadora de programa infantil foi um pulo. Xuxa, além de carismática, sabia agir naturalmente. Claro, com os diretrizes de Marlene Mattos, que a colocou numa redoma de vidro de onde ela não conseguiu mais sair.

Maior fenômeno da TV, fez uma fortuna com licenciamento de produtos. Seus discos venderam milhões, seus shows eram concorridíssimos. Sendo assim parecia que sua chama jamais seria extinta. Tentou, sem sorte na Globo, voltar ao sucesso de outrora e se viu obrigada a mudar. Talvez para Xuxa, o momento seria viver do passado e realizar um especial uma vez por ano como faz Roberto Carlos, mas quem disse que ela quer algo assim? Ela quer mais e hoje tenta reconstruir sua imagem, algo muito difícil, principalmente por estar numa emissora que não oferece à ela recursos para isso.

Ponto forte: Carisma.
Ponto fraco: Não consegue mais se enquadrar na TV.

Luciano Huck

Dizem que ele é o mais forte candidato a substituir Faustão na Globo. Seu programa é cheio de assistencialismo, coisa que nem Faustão nem Silvio fazem, mas ele parece não se importar.

Começou a carreira com um quadro no Amaury Junior, mas a Band achou que ele poderia ter um programa só seu, assim surgiu o H e as Hzetes mais famosas do Brasil ganharam imensas proporções. Quem não se lembra da Tiazinha e da Feiticeira? Foi pra Globo e há dezessete anos é o rei dos sábados na emissora e não tem pra ninguém até hoje.

Ponto forte: Casou com a Angélica.
Ponto fraco: Casou com a Angélica.

Raul Gil

A TV ainda era uma criança quando ele surgiu com seu banquinho. Seu programa não mudou nada ao longo de tantas décadas e ele continua lá.

Já passou por muitas emissoras. Já foi cantor e hoje tenta fazer com que desconhecidos alcancem o estrelato com seu show de calouros. Lançou muita gente que nem assume que começou em seu programa, não tem a mesma audiência de antes, mas tem um público fidelíssimo.

Pontos fortes: Se mantem fiel ao público que conquistou.
Pontos fracos: Suas ideologias estão ultrapassadas.

Leia Também:
Serginho Tavares  
Serginho Tavares, apreciador de cinema, para ele um lugar mágico e sagrado, de TV e literatura. Adora escrever. É de Recife, é do mar: mesmo que não vá com tanta frequência e com os pés bem firmes na terra.
FacebookTwitter


0 comentários:

Share